Carta: Fim de Ano.

Este post foi escrito em 2004 com uma finalidade de crônica.
Se quiser opções de carta, acesse aqui

Sempre quando chega essa época do ano, talvez voce também faça isso, eu sempre me lembro como foi o ano ao todo. Consegui , amei, chorei, achei, descobri, duvidei. . .
A pior parte, com certeza foram das incertezas, das brigas, dos desentendimentos, e das metas nao alcançadas.
Chega agora o fim de ano, chega o natal e o reveillon enchendo as pessoas de esperanças, me enchendo de esperanças. Após relembrar o que passou penso em varias coisas que gostaria que acontecessem, e que poderei ajudar a realizar.
Como de costume o natal, pelo menos ao meu ver, não é tempo de coisas fúteis, é uma época onde lembramos de quem amamos, gostamos e adoramos. Também de lembrar de outras que não conhecemos, mas ajudamos sem hesitar, para que essa pessoa passe o natal com a mesma esperança que eu e voce. Pensando em coisas boas faço uma lista de desejos, guardo no coração e revelo a quem desejar.
A idéia do Papai-Noel é a mesma, de quando éramos crianças olhávamos para as estrelas e dizíamos que la estava o papai-do-ceu. Cedo ou tarde acordamos para a vida, que inventamos ser corrida, lenta, construtiva, ativa, passiva, alegre, ou até mesmo sossegada. Todas as escolhas são nossas, apenas temos que saber quando usa-las para o bem do próximo e até o nosso.
Em um ano que passou outro esta por vir, com novas amizades para serem conquistadas e novas batalhas a serem travadas.
Não tenha medo de nada, sorria pois voce sabe que esta vivo, e presenciando o seu momento, deixe sua marca e divirta-se.
Quem sabe no próximo ano estaremos aqui nessa mesma prosa rindo do que se passou.

Até amanha, mesmo que seja ano novo.

Amor em tempos de guerra.

Acho muito interessante uma pessoa citar uma palavra tao forte como o "amor" por exemplo, como se estivesse a usar em toda a sua vida. As vezes penso nas pessoas que estao com essa palavra na ponta da lingua para com os seus entes queridos, que retornam , e se foram da guerra. Pessoas no Estados Unidos, por exemplo, estao festejando essa época do ano no feriado chamado Agradecimentos (Thanksgiven), e me pergunto o que será que eles agradecem esse ano!?
A guerra!? a continuação do Bush ao poder!? a dor que estao ou nao sofrendo porque acham que tem tudo sobre controle. !?

Isso acaba me lembrando a letra da musica da banda Legão Urbana chamado Perfeição. Dedico entao a musica, a todos que nao quizeram refletir sobre os assuntos que lhe dizem respeito, todos aqueles que dao as costas aos seus semelhantes, ou entao a todos que levam a vida como se eles proprios fossem as unicas pessoas que realmente importam.

PERFEIÇÃO by Legião Urbana

Vamos celebrar a estupidez humana
A estupidez de todas as nações
O meu país e sua corja de assassinos
Covardes, estupradores e ladrões
Vamos celebrar a estupidez do povo
Nossa polícia e televisão
Vamos celebrar o nosso governo
E nosso estado que não é nação
Celebrar a juventude sem escolas
As crianças mortas
Celebrar nossa desunião
Vamos celebrar Eros e Thanatus
Persáphone e Hades
Vamos celebrar nossa tristeza
Vamos celebrar nossa vaidade
Vamos comemorar como idiotas
A cada fevereiro e feriado
Todos os mortos nas estradas
E os mortos por falta de hospitais
Vamos celebrar nossa justiça
A ganância e a difamação
Vamos celebrar os preconceitos
E o voto dos analfabetos
Comemorar a água podre
Todos os impostos, queimadas, mentiras e sequestros
Nosso castelo de cartas marcadas
O trabalho escravo e nosso pequeno universo
Toda a hipocrisia e toda a afetação
Todo o roubo e toda a indiferença
Vamos celebrar epidemias
É a festa da torcida campeã
Vamos celebrar a fome
Não ter a quem ouvir
Não se ter a quem amar
Vamos alimentar o que é maldade
Vamos machucar um coração
Vamos celebrar nossa bandeira
Nosso passado de absurdos gloriosos
Tudo o que é gratuito e feio
Tudo o que é normal
Vamos cantar juntos o hino nacional
(A lágrima é verdadeira)
Vamos celebrar nossa saudade
E comemorar a nossa solidão
Vamos festejar a inveja
A intolerância e a incompreensão
Vamos festejar a violência
E esquecer a nossa gente
Que trabalhou honestamente a vida inteira
E agora não tem mais direito a nada
Vamos celebrar a aberração
De toda nossa falta de bom senso
Nosso descaso por educação
Vamos celebrar o horror de tudo isso
Com festa, velório e caixão
Está tudo morto e enterrado agora
JÁ aqui também podemos celebrar
A estupidez de quem cantou essa canção
Venha, meu coração está com pressa
Quando a esperança está dispersa
Só a verdade me liberta
Chega de maldade e ilusão
Venha, o amor tem sempre a porta aberta
E vem chegando a primavera
Nosso futuro recomeça
Venha, que o que vem é perfeição
E a nossa história ... não estará pelo avesso assim sem final
feliz ...
Teremos coisas bonitas pra contar ...
E até lá vamos viver ... temos muito ainda por fazer ...
Não olhe pra tras ... apenas começamos ...
O mundo começa agora ... ahh!


Apenas começamos!

Experiencia.

Acho que nao valorizei muitas coisas na escola, mas tambem aproveitei bastante coisa, e nao concordei com muitas. Nao me arrependo, mas procura aprender agora que o conhecimento é a base de muita coisa, mas o interessante é o que voce reconhece como conhecimento. O que é real, o que foi ficção, porque tantos livros sobre um assunto!?. . . Descobri ao longo , que o valor da sua opinião propria sobre o assunto é o que faz o mundo girar, que o seu pensamento faz outros surgirem, que com muitos pontos de vista voce acaba criando mais um para os proximos explorarem. Vamos la é muito bom sabe muita coisa, uma cruéis outras otimas, mas é otimo argumentar sobre tudo o que gosta naó é mesmo...!?

Amizade.

Sabemos que temos isso em pro na vida, amizade, para cada pessoa significa alguma coisa, para mim significa tudo, nao falo com pessoas que nao estao afim de evoluir, sentir sensações da vida, aprender sobre si mesmo e ser a pessoa que realmente for. Sou muito comunicativo, mas tem pessoas que duvidam disso e nao se abrem para o todo conhecimento reciproco. Mas enfim o que poderia em dizer. Todos temos amigos que nos entendem , auxiliam, amigos das horas, lugares. . . Amigo é assim aparece e some, fala quando necessario e silencia quando apenas quer curtir o momento. Há a vida é tao boa. . .

A procura.

Seila, nao entendo muitas coisas, mas faço cara que sim né. Lendo minha revista favorita vi que somos bem dependentes de problemas, acho que ao longo dos anos obtivemos a certeza de que, se tens problemas entao estais vivos, e claro que nao é assim. . . Acho que muitas pessoas levam ao pé da letra "penso, logo existo", ta bom mas nao precisamos chegar ao ponto de pensar em varias coisas ao mesmo tempo e no fim nao resolver nada, acredite nao é pensando muito que ira fazer voce se sentir mais vivo. O que me faz sentir vivo, é saber que estou aqui para melhorar, a mim, as pessoas, o mundo, pretendo e faço coisas que nao imagino como , mais sei que era isso que eu deveria estar fazendo. Nos dias de hoje precisamos nos por a prova de tudo, muito desnecessario deve dizer. Acho que se temos a opção, devemos usa-la para nosso bem, pois entao use, não leve a vida tao a serio. Temos que relaxar de vez enquando para podermos continuar o nosso caminho, nao se sinta culpado todos relaxamos de vez enquando. Podera ser muito util usar esse estilo as vezes, que sabe o que voce podera achar.!!

. . .tempos!

Já faz algum tempo que não estou aqui, a conversar comigu mesmo.
Creio que seja pelo fato dos meus pensamentos irem mais rapidos que tudo que exista. As vezes gostariamos de ter botoes que liga e desliga nossas pensamentos não é!?
Com deixe-me ver, muito nao mudou apenas o tempo passou, coisas aconteceram, eu a cada dia fico mais velho na sociedade, e mais sábio em minha alma.
O bom é que de tempos, podemos seguir pessoas que falam coisas na qual elas mesmas nao entendem, mas faz sentido a anos futuros, a maioria nao sao previsões, mas sim um pensamento mais avançado dessa pessoa, que é o que seguimos de vez enquando.
Como se passa aqui no meu blog ". . .tudo é relativo!", coloquei isso porque eu realmente acretido nisso, talvez nao no sentido proprio da frase, mas o que ela representa para mim.

Juliu's Dictionary:

Relativo:O que pensamos, queremos ver, aprender, crescer, crer, ouvir, seguir, lamentar, evoluir... Do Julius: ser livre para tudo.

Ha tempos venho aqui, ha tempos irei faltar, mas todo tempo irei estar.

Confuso

Vida, coisas, jeitos, sentimentos, amizade, atualidade, emoções, objetos, pessoas, amigos, namoro, relacionamento, preso, sensações, aprensentações, show, mostra, cinema, movimento, necessidade, novo, nova, novos, medo, insegurança, casamento, tevê, radio, realidade, antigamente, social, sociavel, igual, tudo, todos, sendo, mesmo, procura, sabedoria, religiao, apalpavel, admiravel, soberbo, inutil, juventude, parecendo, cronologico, precisa, sim, não, velho, novo, pare, continue, pensa, reflita, demore, rapido, relaxe, stress, cotidiano. . .

Eu como fico nisso. . .? Apenas livre.

O Corvo.

Numa meia-noite agreste, quando eu lia, lento e triste,
Vagos, curiosos tomos de ciências ancestrais,
E já quase adormecia, ouvi o que parecia
O som de alguém que batia levemente a meus umbrais.
"Uma visita", eu me disse, "está batendo a meus umbrais.
É só isto, e nada mais."

Ah, que bem disso me lembro! Era no frio dezembro,
E o fogo, morrendo negro, urdia sombras desiguais.
Como eu qu'ria a madrugada, toda a noite aos livros dada
P'ra esquecer (em vão!) a amada, hoje entre hostes celestiais -
Essa cujo nome sabem as hostes celestiais,
Mas sem nome aqui jamais!

Como, a tremer frio e frouxo, cada reposteiro roxo
Me incutia, urdia estranhos terrores nunca antes tais!
Mas, a mim mesmo infundido força, eu ia repetindo,
"É uma visita pedindo entrada aqui em meus umbrais;
Uma visita tardia pede entrada em meus umbrais.
É só isto, e nada mais".

E, mais forte num instante, já nem tardo ou hesitante,
"Senhor", eu disse, "ou senhora, decerto me desculpais;
Mas eu ia adormecendo, quando viestes batendo,
Tão levemente batendo, batendo por meus umbrais,
Que mal ouvi..." E abri largos, franqueando-os, meus umbrais.
Noite, noite e nada mais.

A treva enorme fitando, fiquei perdido receando,
Dúbio e tais sonhos sonhando que os ninguém sonhou iguais.
Mas a noite era infinita, a paz profunda e maldita,
E a única palavra dita foi um nome cheio de ais -
Eu o disse, o nome dela, e o eco disse aos meus ais.
Isso só e nada mais.

Para dentro estão volvendo, toda a alma em mim ardendo,
Não tardou que ouvisse novo som batendo mais e mais.
"Por certo", disse eu, "aquela bulha é na minha janela.
Vamos ver o que está nela, e o que são estes sinais."
Meu coração se distraía pesquisando estes sinais.
"É o vento, e nada mais."

Abri então a vidraça, e eis que, com muita negaça,
Entrou grave e nobre um corvo dos bons tempos ancestrais.
Não fez nenhum cumprimento, não parou nem um momento,
Mas com ar solene e lento pousou sobre os meus umbrais,
Num alvo busto de Atena que há por sobre meus umbrais,
Foi, pousou, e nada mais.

E esta ave estranha e escura fez sorrir minha amargura
Com o solene decoro de seus ares rituais.
"Tens o aspecto tosquiado", disse eu, "mas de nobre e ousado,
Ó velho corvo emigrado lá das trevas infernais!
Dize-me qual o teu nome lá nas trevas infernais."
Disse o corvo, "Nunca mais".

Pasmei de ouvir este raro pássaro falar tão claro,
Inda que pouco sentido tivessem palavras tais.
Mas deve ser concedido que ninguém terá havido
Que uma ave tenha tido pousada nos meus umbrais,
Ave ou bicho sobre o busto que há por sobre seus umbrais,
Com o nome "Nunca mais".

Mas o corvo, sobre o busto, nada mais dissera, augusto,
Que essa frase, qual se nela a alma lhe ficasse em ais.
Nem mais voz nem movimento fez, e eu, em meu pensamento
Perdido, murmurei lento, "Amigo, sonhos - mortais
Todos - todos já se foram. Amanhã também te vais".
Disse o corvo, "Nunca mais".

A alma súbito movida por frase tão bem cabida,
"Por certo", disse eu, "são estas vozes usuais,
Aprendeu-as de algum dono, que a desgraça e o abandono
Seguiram até que o entono da alma se quebrou em ais,
E o bordão de desesp'rança de seu canto cheio de ais
Era este "Nunca mais".

Mas, fazendo inda a ave escura sorrir a minha amargura,
Sentei-me defronte dela, do alvo busto e meus umbrais;
E, enterrado na cadeira, pensei de muita maneira
Que qu'ria esta ave agoureira dos maus tempos ancestrais,
Esta ave negra e agoureira dos maus tempos ancestrais,
Com aquele "Nunca mais".

Comigo isto discorrendo, mas nem sílaba dizendo
À ave que na minha alma cravava os olhos fatais,
Isto e mais ia cismando, a cabeça reclinando
No veludo onde a luz punha vagas sobras desiguais,
Naquele veludo onde ela, entre as sobras desiguais,
Reclinar-se-á nunca mais!

Fez-se então o ar mais denso, como cheio dum incenso
Que anjos dessem, cujos leves passos soam musicais.
"Maldito!", a mim disse, "deu-te Deus, por anjos concedeu-te
O esquecimento; valeu-te. Toma-o, esquece, com teus ais,
O nome da que não esqueces, e que faz esses teus ais!"
Disse o corvo, "Nunca mais".

"Profeta", disse eu, "profeta - ou demônio ou ave preta!
Fosse diabo ou tempestade quem te trouxe a meus umbrais,
A este luto e este degredo, a esta noite e este segredo,
A esta casa de ânsia e medo, dize a esta alma a quem atrais
Se há um bálsamo longínquo para esta alma a quem atrais!
Disse o corvo, "Nunca mais".

"Profeta", disse eu, "profeta - ou demônio ou ave preta!
Pelo Deus ante quem ambos somos fracos e mortais.
Dize a esta alma entristecida se no Édem de outra vida
Verá essa hoje perdida entre hostes celestiais,
Essa cujo nome sabem as hostes celestiais!"
Disse o corvo, "Nunca mais".

"Que esse grito nos aparte, ave ou diabo!", eu disse. "Parte!
Torna á noite e à tempestade! Torna às trevas infernais!
Não deixes pena que ateste a mentira que disseste!
Minha solidão me reste! Tira-te de meus umbrais!
Tira o vulto de meu peito e a sombra de meus umbrais!"
Disse o corvo, "Nunca mais".

E o corvo, na noite infinda, está ainda, está ainda
No alvo busto de Atena que há por sobre os meus umbrais.
Seu olhar tem a medonha cor de um demônio que sonha,
E a luz lança-lhe a tristonha sombra no chão há mais e mais,
Libertar-se-á... nunca mais!

By Edgar Allan Poe

Let's talk about sex !

Estava lendo alguns dias atras o livro de Paulo Coelho - Onze Minutos, para quem não conhece a historia, o livro tem como protagonista Maria, uma prostituta brasileira que vive na Suíça, Paulo Coelho discute o amor e o lado sagrado do sexo. Maria acredita que é possível haver um encontro perfeito entre corpo e alma num relacionamento, e sai em busca desse ideal.
Durante a historia você vai perceber que a protagonista, como todos nós, está a procura de um porto seguro e a perfeição entre o sexo e o amor, como unir esses dois sentimentos que é único já por si mesmo.
Deixando de lado a historia romântica , levarei em consideração a parte sobre sexo, o que sabemos ou entendemos sobre o assunto?
Sabemos bastante coisas sobre sexo no modo cientifico, mas o que poderia esse ato fazer com a alma , sentimento de uma pessoa que poderia fazer isso por puro desprazer. Acredito que uma pessoa que se entregue sem estar preparada ou até sem vontade, poderia causar danos sérios ao seu futuro com um pessoa que venha a curtir eventualmente.
(Porque na sociedade de hoje em dia falamos sobre sexo cientifico, se também nos importa o sexo sentimental.!?)
Alguns já experimentaram outros não tiveram a chance, e alguns esperam por te-lo , o "sexo sentimental" é um ato de pureza espiritual e necessário em nossas vidas, um ato inocente de descobertas sobre si e a outra pessoa, sobre o significado do mundo e o nosso próprio. É a chance de saber-mos quem somos por dentro, como viemos ao mundo a alguns milhões de anos, é nos transformar em pessoas melhores apenas para reservar mais momentos como aquele que voce acabara de passar.
Sexo sentimental, é quando voce se resume em decidir sobre a sua vida o seu corpo e comanda a própria mente. Após tal ato seu sentimento será o mais puro de todos, não apenas por descobrir coisas sobre voce mesmo, mas por descobrir que é voce mesmo que poderá mudar para melhor bastante coisa na sua vida.
Não sei talvez eu esteja exagerando e talvez não coloquei nem o ápice aqui, mas pode reparar quem tem um grande amor no sexo, nunca esta de cara feia.
Claro não esqueço sobre os outros tipos de sexo, o curioso, o por prazer e por assim vai , se voce quiser nomea-los claro. Quis enfatizar o mais belo dos sexos, o puro que vem com sua experiência própria, e não ditada. Mas as outras serão para outros casos a serem mostrados aqui. E nao se esquece que tudo é relativo no sexo, como voce o vê, como o faz, e como o admira.
Eu indico o livro de Paulo Coelho – Onze Minutos / Editora Rocco – nessa historia voce ira descobrir como uma mulher passou por sexos de todos os tipos e encontrou o amor em sua vida.
Té a proxima.

Tiros em Columbine.

Filme do diretor Michael Moore (2002, Documentario, EUA) ganhador do oscar de melhor documentario, revela neste filme o fascínio do povo norte-americano por armas de fogo, elemento que desencadeia crimes horríveis, como o de 1999 em uma escola pública em Columbine, onde dois jovens entraram armados na biblioteca e mataram doze colegas e um professor, e se suicidaram em seguida. Michael Moore na verdade traz à tona a grande polêmica sobre o porte de arma indiscriminado em uma nação que tem como marca a opressão e a violência entre seus semelhantes. Um filme premiadíssimo que faz você entrar na discussão desse fenômeno que cada vez mais é presenciado em nossa sociedade. Como alguns devem saber esse filme já esta entre os mais discutidos em faculdades e até aglumas já o adotaram para sua filmografia. Enfim esse, retrata a condição dos seres humanos para com seus semelhantes diante de armas de fogo, e como existem diferenças grandes para cada nação.
Como visto no filme entre dois paises de grande economia existem grandes diferenças de numeros de assasinados por armas de fogo, que é o que acontece entre os Estados Unidos e Canada, que sao separados por uma ponte, por assim dizer, eles tem as mesmas percentuagem de venda e mesmo assim os americanos assim como outros povos claro, usam a arma como o primeiro recurso de sobrevivencia.
A paixão por armas é no mundo todo , mas mesmo assim as advertencias nao fazem diferença no ato da compra de um, como você provavelmente já ouviu, exitem muitos casos de crianças que sofreram feridas, muitas fezes fatais, de armas de fogo, mas mesmo assim a pessoa ainda continua com sua arma em casa.
No Brasil o casa talvez venha ser diferente dos Estados Unidos, a taxa de armas "caseiras"(que sao compradas para proteção e/ou para caça esporte) sao relativamente baixas, mas infelismente o maior problema sao as armas ilegais do pais, que ai acho que nem o secretario da sugurança saberia dizer quantos são realmente.
Opiniões aparte, acho um tópico de extrema importancia para ser discutido, nao só quando ocorre "acidentes" como o do rapaz que entrou em um cinema em sao paulo e no meio do filme atirou em todos que estavam no local com sua arma automatica "novinha" comprada na rua.
Vale lembrar que no Brasil esta acontecendo um programa do Governo , que incentiva todos que tem arma "doa-las" a qualquer posto de arrecadação e troca-las por dinheiro de 100 até 300 (sugundo noticiado voce nao precisa dar explicações sobre a arma), mais informação no posto policial mais perto de sua residencia.
Espero que se interrese pelo assunto e ajude o nosso pais a se tornar melhor a cada dia.

Na sintonia do dia.

Tem dias que meu humor esta sintonizado em dials FM, a influencia musica vem desde (não sei exatamente quando) , e olha que não é apenas jovens e sim pessoas de todas as idades, em dias chuvosos estou nas sintonia de melodias românticas da qual nós lamentamos sobre amores que nem sequer chegaram ainda. Mas claro que também pode variar de acordo com o dia da semana. No Domingo a noite eu nunca perco um Blues, que pode ser alegre ou bem melódico nos transportando a épocas que eu nem sequer vivi, mas to lá toda semana. Varia também de acordo com época, como por exemplo natal , na qual não quero entrar em muitos detalhes porque até me irrita as musica copiright free americanas que eventualmente vem sendo cantadas por aqui. As vezes eu estou tão entusiasmado que coloco numa radio balada techno.
Dias que eu não quero levantar da cama ouso um rock clássico, nada muito rápido só um básico como por exemplo The Doors – Light My Fire (show de musica né não.)
Mas agora que vem o curioso eu escuto porque estou naquele humor, ou estou naquele humor porque eu escuto a musica!?
As vezes você já teve aqueles flahs-backs musicais?!. Olha eu acho que a melhor maquina do tempo é a musica, voce ouve aquele musica depois do acontecimento e lembra até a cor da sua roupa naquele dia.
Mas como em dias nublados , tem dias que eu to a AM mesmo

Agora no mundo.

Vejo mentiras,
Injustiças,
Falsas acusações,
Ataques mortais
E conversas imorais
E sentimentais,
Caras de mente fechada
Contra as mentes abertas
Atenção
Quem vê de longe as vezes vê melhor
Invenções
Culpados? Não localizados
"Inocentes então irão pagar
Porque , juro que esta escondendo".
Escondendo a inocência , a criação
A idéia o pensamento construtivo
"mas se for isso, claro que tem que pagar"
è tudo verdade , ele diz.
Eu não vou acreditar.
Apenas tentar acalmar
Resolver e ajudar.
Não quero mais ver isso
Vou fazer alguma coisa
Vou mudar meu modo de pensar
E começar a me esforçar
Junto contigo podemos melhorar isso.
Acorda Brasil vamos bater o pé e ajudar
Essa injustiça tem que acabar.
Bush nunca ira concordar,
Mas vou me levantar e ajudar a quem precisa mais
E não interessa quem for.

Prêmios, Mimos, Selos e Afins

Esta é nossa "sala de troféus", na qual o pub foi indicado, nominado, premiado e sempre prestigiado por seus leitores. Veja eles:


Dardos


Juliu's Pub também é um Blog Activista.
Photobucket
Em Blog Consciente
7 Maravilhas
Escritores da Liberdade
Mente Iluminada
Um Blog de Ouro
Selo Alto Astral
Meio ambiente
Este Blog Não Sai da Minha Cabeça
Vale a Pena Conferir
Power of Schmooze
Blog Massa
Um blog amigo.
Este é um blog solidário
Blog *****
Eu Tenho um Blog de Elite
Blog com Tomates
Blog de Qualidade
Selo de Garantia
MasterBlog
Neste Blog EU VOU
Troféu Blogger
Selo Madruga
Selo de Qualidade
Este blog merece um OK

Entrevista com Blogueiro.

Olá visitante, bem vindo ao nosso lounge onde aconteceu o projeto Entrevista com Blogueiro. Selecione a capa que desejar, clique em cima e deleite-se com um dos vários blogueiros que mostram o porque blogar vai a além de um simples hobby. Sempre com um toque de originalidade Juliu's Pub e Júlio Moraes Entrevista:





*Categorias organizadas sempre pelo ultimo entrevistado.