Imagi/ne


Obra da artista Lita Albuquerque, produzida com 99 balões azuis, embeleza a paisagem da estação MacMurdo na Antártica
  • Achei interessante, e você?.rs

Retro 2006 - by Angeli

  • E quem se lembra das eleições desse ano? (retrospectiva Juliu's Pub 2006)

By Angeli

Feliz mais um ano.

O Ano-Novo é um evento que acontece quando uma cultura celebra o fim de um ano e o começo do próximo. Todas culturas que têm calendários anuais celebram o "Ano-Novo". A celebração do evento é também chamada réveillon, termo oriundo do verbo réveiller, que em francês significa "despertar". A comemoração ocidenteal tem origem num decreto do governador romano Júlio César, que fixou o 1º de janeiro como o Dia do Ano-Novo em 46 a.C. Os romanos dedicavam esse dia a Jano, o deus dos portões. O mês de Janeiro, deriva do nome de Jano, que tinha duas faces - uma voltada para frente e a outra para trás.
Celebrações modernas de Ano-Novo1º de janeiro:
Culturas ocidentais nas quais o ano começa em janeiro.
Em Nova Iorque a celebração mais famosa de Ano-Novo é a de Times Square - onde uma bola gigante começa a descer às 23:59 até atingir o prédio em que está instalada, marcando exatamente 00:00:00. No Rio de Janeiro a celebração mais famosa é a dos fogos de artifício em Copacabana. Milhares de cariocas e turistas juntam-se nas ruas à beira-mar e nas praias para assistirem ao interminável espectáculo, que começa prontamente à meia-noite do novo ano. Em São Paulo a Avenida Paulista é o palco de atrações e queima de fogos. Em 31 de Dezembro de 2005, a festa reuniu mais de 2 milhões de pessoas. Na Escócia há muitos costumes especiais associados ao Ano-Novo - como a tradição de ser a primeira pessoa a pisar a propriedade do vizinho, conhecida como first-footing (primeira pisada). São também dados presentes simbólicos para desejar boa sorte, incluindo biscoitos. Em muitos países, as pessoas têm o costume de soltar fogos de artifício em suas casas, como é o caso do Brasil, dos Países Baixos e de outros países europeus. Muitas pessoas tomam decisões de Ano-Novo, ou fazem promessas de coisas que esperam conseguir no novo ano. Elas podem desejar perder peso, parar de fumar, economizar dinheiro e arrumar um amor para suas vidas. Em países de língua inglesa, cantar e/ou tocar a música Auld Lang Syne é muito popular logo após a meia-noite.
No antigo Egito, há 3750 anos antes de Cristo! A estrela Sirius alinhava-se com a estrela Canopus no rumo Sul ao centro da Via-Lactear; Exatamente à zero-hora sobre as Pirâmides de Guiza. O calendário egípcio deu lugar ao cristão. O primeiro minuto de janeiro, abre-se a janela do Ano-Novo! *** Orion * Sirius. Até os dias de hoje.
Feliz Ano-Novo em outras línguas:
Português: Feliz Ano-Novo
Galego: Feliz Aninovo
Alemão: Glückliches Neues Jahr
Espanhol:Feliz Año Nuevo
Dinamarquês: Nytar
Francês: Heureuse Nouvelle Année
Hebraico: Shaná Tová
Inglês: Happy New Year
Italiano: Felice Nuovo Anno
Russo: Счастливого Нового Года {Schastlivogo Novogo Goda}
Japones: 明けましておめでとうございます(Akemashite Omedetou Gozaimasu)
  • Então que tal deixar aqui uma mensagem boa para o proximo ano?

Foto por ::: Victor Melo / 1000 Imagens®

Retro 2006 - by Millôr


  • Estou selecionando umas charges antigas de varios cartunistas (de 2006) que melhor correspondem a retrospectiva de 2006, espero que goste e deem opiniões.

HappyHour - Ed. Urgente 05/12/2006


Boletim HappyHour Urgente

Pane em comunicação suspende vôos e amplia espera em aeroportos.

LÍVIA MARRA
editora de Cotidiano da Folha Online
ANA PAULA RIBEIRO
da Folha Online, em Brasília

Uma falha nas freqüências de rádio do Cindacta 1 (Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle do Tráfego Aéreo) deixou controladores sem comunicação com pilotos, chegou a suspender temporariamente decolagens a partir de Brasília e causa atrasos nos principais aeroportos do país, nesta terça-feira.

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) afirma que ocorreram duas paradas no sistema: às 9h45, com duração de 45 minutos, e por volta das 12h50. Controladores e pilotos ficaram comunicação até as 15h30, o que causou transtornos em um efeito bola-de-neve nos terminais. As causas da pane não foram confirmadas. A Aeronáutica diz que uma sindicância será aberta para apurar os motivos.

Controladores ouvidos pela Folha Online atribuem os problemas à precariedade dos equipamentos e afirmam que, por volta das 13h30, aproximadamente 35 aviões voavam sem controle.

Relataram, ainda, que um avião estava fora da rota, o que poderia resultar em acidente. Segundo um controlador, foi usada uma freqüência alternativa para entrar em contato com a aeronave. Ele afirmou que a categoria está emocionalmente abalada e que o fato agravou a tensão no trabalho.

Leia mais no FolhaOnline.

Bond, James Bond.


James Bond, também conhecido pelo código 007, é um agente secreto britânico fictício, criado pelo escritor inglês Ian Fleming em 1953. Bond trabalha pelo serviço de espionagem e inteligência MI-6. James Bond foi primeiramente apresentado ao público em livros de bolso na década de 50 e logo tornou-se um sucesso de vendagem entre os britânicos. Logo tornou-se uma grande franquia no cinema, com 20 filmes desde 1962 (e o 21o planejado para 2007). James Bond também apareceu em quadrinhos, videogames, e se tornou alvo de muitas paródias.

Em suas doze aventuras originais completas, entre elas Casino Royale, Dr. No, Goldfinger e Octopussy, Bond era descrito como um homem alto, moreno, de olhar penetrante, viril, porte atlético e sedutor na casa dos trinta anos, apreciador de vodka-martini (batido, não mexido) exímio atirador com licença 00 para matar (sétimo agente desta categoria especial, daí seu código 007) e perito em artes marciais, que combatia o mal pelo mundo (muitas vezes representado pela URSS naqueles tempos de Guerra Fria) a serviço do governo de Sua Majestade, sempre com charme, elegância e cercado de belas mulheres.

O primeiro livro estrelado por James Bond foi Casino Royale, lançado em 1952. Daí, todo ano Ian Fleming ia pra sua casa na Jamaica, chamada GoldenEye, para escrever um novo livro, até sua morte em 1964. Após a morte de Fleming, em 1968, Kingsley Amis, amigo de Fleming (sob o pseudônimo Robert Markham) escreveu Colonel Sun. Em 1973, John Pearson lançou James Bond: The Authorised Biography of 007, uma "autobiografia" do espião. Nas décadas de 80 e 90, John Pearson escreveu 14 livros originais até se aposentar por problemas de saúde. Raymond Benson seguiu-o com 9 livros, e 3 histórias curtas. Se retirou em 2002, e desde então nenhum livro novo foi lançado. Além disso, filmes com enredos originais receberam novelizações. The Spy Who Loved Me e Moonraker foram escritos pelo roteirista Christopher Wood. Os "escritores oficiais" assinaram as seguintes: John Pearson (Licence to Kill e GoldenEye) e Raymond Benson (Tomorrow Never Dies, The World Is Not Enough e Die Another Day).

Os filmes de 007 foram produzidos inicialmente por Harry Saltzman e Albert Broccoli, detentores dos direitos cinematográficos de quase toda a obra já escrita por Ian Fleming e donos da produtora EON (Everything or Nothing). Em 1975, Saltzman abandonou a franquia. Desde 1995, os filmes são produzidos pela filha de Albert, Barbara Broccoli, e seu meio-irmão Michael G. Wilson.

James Bond já foi interpretado por 6 atores:
Sean Connery (1962–1967; 1971)
George Lazenby (1969)
Roger Moore (1973–1985)
Timothy Dalton (1987–1989)
Pierce Brosnan (1995–2002)
Daniel Craig (2006–presente)

Válido como curiosidade, James Bond também foi vivido no cinema pelo ator inglês David Niven, na primeira versão cinematográfica de Casino Royale. Todavia, tal filme não pertence à série "oficial". Curioso, também é o fato de que o mencionado ator era o favorito de Ian Fleming para interpretar o espião, devido às suas características físicas e aparência elegante, refinada. Em 1962, foi lançado o primeiro filme, Dr. No (007 Contra o Satânico Dr. No/BRA e Agente Secreto/POR) com o personagem James Bond interpretado pelo então semi-desconhecido escocês Sean Connery.

O filme, feito com um orçamento de poucas centenas de milhares de libras, estourou nas bilheterias de todo o mundo, transformou Connery num ícone dos anos 60 e com a sua espetacular popularidade internacional fez surgir uma nova histeria mundial vinda da terra da beatlemania da época: a bondmania.Alguns dos fatores de maior empatia da série com o público, além do carisma e do charme de seu personagem principal, tem sido sem dúvida os mirabolantes vilões , os “gadgets” mortais e de alta tecnologia, suas canções-tema e suas maravilhosas bond-girls. As mais variadas estrelas do cinema internacional já passaram pela pele dos terríveis inimigos de Bond, do pioneiro Dr. No de Joseph Wiseman, passando pelos clássicos Goldfinger (Gert Fröbe), Ernst Blofeld, o líder da organização criminosa SPECTRE ( vivido por Donald Pleasance, Telly Savallas e Charles Gray em filmes diferentes) , Francisco Scaramanga (Christopher Lee) de The Man with the Golden Gun) o capanga Jaws (o gigante Richard Kiel ) de The Spy Who Loved Me e Moonraker) até o Khamal Khan de Louis Jourdan de Octopussy, e o Renard de Robert Carlyle, principal vilão de The World Is Not Enough.

Bond também não seria o espião invencível que é se não fossem os brinquedos tecnológicos que o acompanham desde o início e que por tantas vezes lhe salvaram a vida, todos produzidos no laboratório de pesquisas do MI-6 pelo irascível, mas adorado pelos fãs, “Q”, o gênio inventor da agência de espionagem, vivido por Desmond Llewelyn. Falecido num acidente de automóvel no fim de 1999, Lewellyn foi o ator que mais participou dos filmes de James Bond: esteve em todos, à exceção do pioneiro Dr. No, 007 Contra o Satânico Dr. No/BRA e Agente Secreto/POR e de Live and Let Die, 007 Viva e Deixe Morrer/BRA e 007 Vive e deixa Morrer/POR.Entre esses brinquedinhos tornaram-se famosos a Lotus, o carro esporte-submarino-lançador-de-misséis de The Spy Who Loved Me, 007 O Espião Que Me Amava/BRA e Agente Irresistivel/POR, o Aston Martin com chapa blindada à prova de balas que protegia o vidro traseiro de Goldfinger, Little Nellie, o mini-helicóptero desmontável de You Only Live Twice, Com 007 Só Se Vive Duas Vezes/BRA e 007 Só Se Vive Duas Vezes/por e até mesmo um brinquedinho não criado por “Q”, mas pela NASA, o jipe lunar usado por Sean Connery em uma de suas fugas no filme Diamonds Are Forever, 007 Os Diamantes São Eternos.

As sempre inovadoras vinhetas de apresentação na abertura dos filmes, criadas pelo artista gráfico Maurice Binder, que se tornaram uma atração à parte dentro do próprio filme e revolucionaram o design cinematográfico nos anos 60 e 70 e as famosas canções-título que marcaram época como “Goldfinger” e “Diamonds Are Forever” na voz da cantora negra inglesa Shirley Bassey, “Nobody Does It Better”, tema de O Espião Que Me Amava/ Agente Irresistível cantada por Carly Simon e líder de todas as paradas de FM do fim dos anos 70 ou “Goldeneye” com Tina Turner, do primeiro filme estrelado por Pierce Brosnan, ajudaram os filmes de Bond a se tornarem os mais populares filmes de aventura e espionagem em todo o mundo por décadas, mesmo tendo sido imitados e parodiados dezenas de vezes e jamais igualados.Mas são as famosas “bond-girls”, as namoradas do agente especial, que trouxeram aos filmes de 007 o ar de sofisticação, beleza e sensualidade que são a sua marca registrada. Entre goles de champagne Bollinger e Don Perignon, lençóis de seda inglesa, peles de raposa, tapetes persas, castelos e cenários de sonho em todo o planeta, a série lançou ao mundo a beleza com as atrizes: Ursula Andress, Daniela Bianchi, Honor Blackman, Claudine Auger, Mie Hama, Diana Rigg, Jill St. John, Jane Seymour, Britt Ekland, Barbara Bach, Lois Chiles, Carole Bouquet, Maud Adams, Tanya Roberts, Maryam D'Abo,Carey Lowell, Izabella Scorupco, Michelle Yeoh, Denise Richards, Halle Berry e Eva Green.

Não-Oficiais

Bond estrelou também três filmes "bastardos": em 1953, uma adaptação para a televisão de Casino Royale teve Barry Nelson no papel do espião; a paródia Casino Royale, de 1967, com David Niven; e Never Say Never Again (1983), refilmagem de Thunderball estrelada por Sean Connery.

  • Agora me diga qual a sua lembrança de Bond?

Foto por ::: Michel Bobillier (athos99) / TrekEarth

Sobre o natal...

O Natal é a festividade que comemora o nascimento de Jesus Cristo. Segundo os crentes, o nascimento do Messias (ou Cristo) estava já previsto no Antigo Testamento. A data convencionada para sua celebração foi o dia 25 de Dezembro, pela Igreja Católica Romana e, o dia 7 de Janeiro, pela Igreja Ortodoxa.É um acontecimento religioso e socialmente muito importante para as religiões cristãs, juntamente com a Páscoa. Após a celebração anual da Páscoa, a comemoração mais venerável para a Igreja é o Natal do Senhor e suas primeiras manifestações. É encarado universalmente como o dia consagrado à reunião da familia, à paz, a fraternidade e solidariedade ente os homens.Nas línguas latinas. o vocábulo Natal deriva de Natividade, ou seja, referente ao nascimento de Jesus. Nas línguas anglo-saxónicas o termo utilizado é Christmas, literalmente "Missa de Cristo". Já na língua germânica, é Weihnachten e têm o significado "Noite Bendita".
No ano 245 d.C., o teólogo Orígenes repudiava a idéia de se festejar o nascimento de Jesus "como se fosse um Faraó". De acordo com almanaque romano, a festa já era celebrada em Roma no ano 336 d.C.. Na parte Oriental do Império Romano, comemorava-se em 7 de janeiro o seu nascimento quando do seu batismo, em virtude de não ter aceito o Calendário Gregoriano. No Século IV, as igrejas Ocidentais passaram a adotar o dia 25 de Dezembro, e o dia 6 de Janeiro para Epifania (que significa "manifestação"). Nesse dia comemora-se a visita dos Magos.A celebração do Natal de Jesus foi instituída oficialmente pelo bispo romano Libério, no ano 354 d.c.. Na realidade, a data de 25 de Dezembro não é a data real do nascimento de Jesus. A Igreja entendeu que devia cristianizar as festividades pagãs que os vários povos celebravam por altura do Solstício de Inverno.Foi por isso que, segundo certos eruditos, o dia 25 de Dezembro foi adoptado para que que a data coincidisse com a festividade romana dedicada ao "nascimento do deus Sol invencível", que comemorava o Solstício do Inverno. No mundo romano, a Saturnália, festividade em honra ao deus Saturno, era comemorada em 17 a 22 de Dezembro, era um período de alegria e troca de presentes. O dia 25 de Dezembro era tido também como o do nascimento do misterioso deus persa Mitra, o Sol da Virtude.
Assim, em vez de proibir as festividades pagãs, forneceu-lhes simbolismos cristãos e um nova linguagem cristã. As alusões dos padres da igreja ao simbolismo de Cristo como "o Sol de justiça" (Malaquias 4:2) e a "luz do mundo" (João 8:12) expressam o sincretismo religioso.As evidências confirmam que num esforço de converter pagãos, os líderes religiosos adotaram a festa que era celebrada pelos romanos, "nascimento do deus Sol invencível" (Natalis Invistis Solis) e tentaram fazê-la parecer “cristã”.Há muito tempo se sabe que o Natal tem raízes pagãs. Por causa de sua origem não-bíblica, no século 17 essa festividade foi proibida na Inglaterra e em algumas colônias americanas. Quem ficasse em casa e não fosse trabalhar no dia de Natal era multado. Mas os velhos costumes logo voltaram, e alguns novos foram acrescentados. O Natal voltou a ser um grande feriado religioso, e ainda é em muitos países.Com a chegada do Natal, vários vídeos com esta temática entram em cena. Alguns abordando assuntos sérios e enaltecendo o espírito natalino e outros com um humor um tanto quanto duvidoso, que é o caso de "Um JingleBell para a morte"
A Bíblia diz que os pastores estavam nos campos cuidando das ovelhas na noite em que Jesus nasceu.O mês judaico de quisleu (que corresponde ao nosso novembro/dezembro) era um mês frio e chuvoso. O mês seguinte era tebete (dezembro/janeiro). Era o mês em que ocorriam as temperaturas mais baixas do ano, com nevadas ocasionais nos planaltos. Vejamos o que a Bíblia diz sobre o clima naquela região:O escritor bíblico Esdras mostra que quisleu era de fato um mês frio e chuvoso. Depois de dizer que uma multidão havia se reunido em Jerusalém “no nono mês [quisleu], no vigésimo dia do mês”, Esdras informa que o povo ‘tiritava por causa das chuvas’. Sobre as condições do tempo naquela época do ano, as próprias pessoas reunidas disseram: “É a época das chuvadas e não é possível ficar de pé do lado de fora.” (Esdras 10:9, 13; Jeremias 36:22) Não é de admirar que os pastores que viviam naquela parte do mundo não ficassem ao ar livre à noite com seus rebanhos em dezembro. Mas o escritor bíblico Lucas mostra que, na ocasião do nascimento de Jesus, havia pastores “vivendo ao ar livre e mantendo de noite vigílias sobre os seus rebanhos” perto de Belém. (Lucas 2:8-12) Note que os pastores estavam vivendo ao ar livre, não apenas saindo para os campos durante o dia. Eles mantinham seus rebanhos nos campos à noite.Será que essa referência de vida ao ar livre se harmoniza com o tempo frio e chuvoso do mês de dezembro em Belém? Não. Portanto, as circunstâncias que cercaram o nascimento de Jesus indicam que ele não nasceu em dezembro.
  • Como você diria que é o natal para você?

Foto por ::: Ricardo Alves / 1000 Imagens®

toda semana...Vida de Estagiario.


Aqui no blog rola 'toda semana' as melhores tirinhas... essa semana com o melhor de Allan Sieber.

...das antigas IV - O imperio das séries contra-ataca.



Demorou um pouco, foram pesquisas e pesquisas, e não deu infelizmente para colocar todos aqui, mas teremos mais posts pela frente, o mais importante agora é relembrar essas boas épocas, na qual ja eramos ligados em series internacionais tanto quanto agora.

AGENTE 86

"O velho truque do revólver escondido na caneta !!!!"Mais uma das incríveis frases desse agente secreto atrapalhado e sempre adorável. Maxwell Smart trabalhava para uma organização do governo americano chamada O Controle e tinha como codinome Agente 86. Sua eterna companheira, a Agente 99, cujo nome verdadeiro era Susan Hilton, acabou por se tornar sua esposa e tiveram um filho, que anos mais tarde, tomaria o lugar do pai numa nova série feita nos anos 90.O inimigo do Controle era um grupo de espionagem, de origem desconhecida, chamado KAOS e seu agente principal era SiegFried. O chefe do Controle era chamado freqüentemente de "Chefe" mas seu nome verdadeiro era Tadeus.A série foi ao ar entre 1965 a 1970, com um total de 138 episódios. No Brasil a série foi apresentada por diversos canais entre os anos 60 e os anos 80.
ALÉM DA IMAGINAÇÃO
"Há uma quinta dimensão além daquelas conhecidas pelo Homem. É uma dimensão tão vasta quanto o espaço e tão desprovida de tempo quanto o infinito. É o espaço intermediário entre a luz e a sombra, entre a ciência e a superstição; e se encontra entre o abismo dos temores do Homem e o cume dos seus conhecimentos. É a dimensão da fantasia. Uma região Além da Imaginação." Essa era a narrativa inicial de todos os episódios de Além da Imaginação, série criada por Rod Serling entre 1959 e 1964 em preto e branco, para o canal CBS nos EUA. No Brasil, a série começou a ser transmitida nos anos 60 e está no ar até hoje no canal de TV a cabo USA. Nos anos 60, havia uma ansiedade no ar, durante toda a semana, até a chegada do sábado, à espera de um novo episódio de Além da Imaginação. O público ficava maravilhado com aquele mundo paralelo, cheio de fantasia e absurdos com lógica e que poderia até passar por verdade na mente de algumas pessoas mais influenciáveis. Inicialmente os episódios tinham a duração de meia-hora, porém no início de 1963 o programa ganhou mais meia-hora. No entanto, chegou-se a conclusão que o formato original era melhor aceito pelo público. Além da Imaginação foi o maior sucesso de Rod Serling na TV e que o faz ser lembrado até hoje pelos enredos envolventes e a forma peculiar de tratar com o sobrenatural. Sem aberrações, sem efeitos especiais, apenas uma história bem contada e bem dirigida, nisso Serling era um mestre. Rod Serling morreu vítima de cancer por abusar do cigarro, em 1975, aos 51 anos. Entre suas obras estão Galeria do Terror, The Loner, entre muitos.
ALF O E-TEIMOSO
Alf é um extraterrestre do planeta Melmac e vai parar na terra devido a um defeito em sua espaçonave. Seu planeta havia explodido e Alf ficou perdido no espaço após a fuga. Ele faz uma aterrissagem forçada no quintal da família Tanner e acaba ficando por lá mesmo. Alf tem uma personalidade sarcástica, é irônico e adora comer gatos. Seu cérebro fica localizado no ouvido. Os vizinhos não sabem da existência de Alf no seio da família Tanner, mas ele não se constrange com isso e apronta a todo momento com a vizinhança e com os Tanners. William, o pai da família, é o que mais sofre com as agruras de Alf. Uma vez na vida os habitantes de Melmac entram no cio e ficam extremamente violentos. Quando aconteceu isso com Alf ele teve que ficar trancado em um quarto até a situação se acalmar. A série foi criada em 1986 e teve 4 temporadas, saindo do ar em 1988. Ela foi indicada para 12 prêmios Emmy mas nunca ganhou nenhum. No Brasil, a série foi transmitida inicialmente pela Rede Globo, nos anos 80 e pela Rede Bandeirantes, nos anos 90.
BANANA SPLITS
Esse foi um programa inovador, que deu início a uma série de programas, com bonecos e pessoas fantasiadas. Os Banana Splits surgiram em 1968 com um pouco de trapalhadas e muitos desenhos e séries. A maior parte do programa era de desenhos como: Os 3 Mosqueteiros, Os Cavaleiros da Arábia ou séries como Doutor Encolhedor ou A Ilha Misteriosa. O ritmo era frenético, bem ao estilo 3 Patetas. Os Bananas tinham inimigos, os Uvas Azedas, que nunca apareciam, mas sempre mandavam uma mensagem através de uma menininha dançarina, vestida com uma micro-saia púrpura. Os nomes dos Bananas eram Fleglee (o cachorro com língua de fora), Bingo (o dentuço), Drooper (o cachorro de óculos quadrado) e Snorky (o elefante).
BARNABY JONES
Uma das grandes séries com detetive no papel central já realizada. Barnaby Jones, teve 171 episódios com 60 minutos de duração, divididos em duas partes de 30 minutos cada, indo ao ar entre 1973 e 1980 nos EUA. No Brasil, a série foi ao ar pela TV Record, nos anos 70 e 80. Não foi gravado nenhum episódio piloto porque, na realidade, o personagem seria um codjuvante na série Cannon. Barnaby Jones acabou ganhando sua própria série. A série Cannon ficou no ar por 5 anos, mas Barnaby Jones ficou por 8 anos consecutivos. Barnaby era um policial com especialização em psicologia, química, medicina forense e toxicologia. Ele atuava na investigação de crimes aparentemente impossíveis de serem resolvidos. Sua inteligência e sagacidade o diferenciava dos demais detetives da época, só rivalizando com Columbo no quesito engenhosidade. Barnaby estava aposentado e vivia em uma fazenda chamada Sun Valley, onde pretendia aproveitar sua aposentadoria, junto aos seus cavalos de criação. Porém, algo mudaria sua vida e a decisão de avastar-se da rotina de policial. Seu filho, Hal Jones, foi assassinado e a polícia não conseguia solucionar o crime e decidira arquivar o caso. Barnaby Jones se viu obrigado a voltar à ativa novamente e descobrir quem matou seu filho. Para isso, ele recrutou sua nora e viúva de seu filho, Betty, que o auxiliou em sua nova agência de detetives.
BONANZA
Um clássico do bang-bang, Bonanza era a história da Família Cartwright, proprietária de uma fazenda chamada Ponderosa. A família era numerosa e tinha a ajuda de funcionários da fazenda em suas aventuras. Bonanza foi uma longa série que se iníciou nos anos 60 e só terminou em meados de 1972, dando origem há um "spin off" chamado O Homem de Virgínia.
NACIONAL KID
National Kid, um dos grandes sucessos do final dos anos 60 e início dos anos 70 no Brasil, era um super herói japonês que combatia os seres abissais e espaciais, em especial, os Incas Venusianos, seres com pontas na cabeça que tripulavam discos voadores. Havia também uma equipe de garotos que se comunica com National Kid e formava um esquadrão de combate aos extra-terrestres. Sem dúvida, uma das boas recordações dos anos 60. A série foi produzida pela Toei Company no Japão, no final dos anos 60 e distribuida no Brasil pela Sato Co. Ltd.A origem do nome do personagem vem da empresa National Co. do Japão, a mesma empresa que produzia TVs e aparelhos de som no Brasil até os anos 80 e que atualmente é chamada de
Panasonic.
CASAL 20
Criado pelo escritor Sidney Sheldon, com roteiro de Tom Mankiewicz, a série Casal 20 fez grande sucesso no mundo todo. Robert Wagner era o milionário Jonathan Hart, Stefanie Powers era sua esposa, jornalista, Jennifer Hart e Lionel Stander era o mordomo Max. A série estreou nos EUA em 25 de agosto de 1979. Após 5 temporadas e foi cancelada em 1984. A produção era de Aaron Spelling para o canal ABC.Em 1993 a série retornou com o primeiro longa-metragem de 2 horas de duração. Seriam rodados 8 filmes em 4 anos. A nova série chamou-se A Volta do Casal 20 (Hart to Hart - The New Generation). Infelizmente Lionel Stander, o Max, morreu após o quinto filme. No sexto filme os atores fizeram uma homenagem a Lionel Stander e Max, seu personagem, também morre no enredo.A série Casal 20 estreou no Brasil nos início dos anos 80 pela Rede Globo e como em todo país que foi apresentada, fez muito sucesso. Atualmente ela está sendo apresentada pelo Canal 21 em UHF de segunda à sexta-feira, às 18h. e aos sábados e domingos às 19h.


CHAVES

O que fez essa produção se transformar num sucesso absoluto entre as crianças e adultos? Resposta: Autenticidade. Chaves têm em seu conteúdo a expontâneidade infantil com sutilezas poucas vezes vistas na TV. Esqueça o cenário mal feito, a dublagem sem sincronização e todos os outros defeitos especiais. Veja Chaves pelos olhos de uma criança e você entenderá o porque do carisma desses mexicanos que criaram personagens tão mambembes quanto os nossos saudosos Trapalhões.

DURANGO KID

Em 1953, Wally Wassel interpretou um pistoleiro boa praça chamado Durango Kid em um filme chamado Law and Order. Em 1952, Charles Starret retomaria o personagem que já havia interpretado em 1940, no filme The Durango Kid. Essa nova empreitada na pele do cowboy, bem comportado, marcaria sua carreira para sempre. Durango Kid nunca foi um personagem para a TV. Na verdade, o personagem surgiu no cinema e alí cresceu e atingiu sua maturidade. Os episódios eram apresentados nos cinemas como uma espécie de novela. Haviam as sessões duplas aos domingos e a garotada corria para as salas de exibições para ver seus heróis lutarem contra vilões vestidos de preto. Na primeira sessão geralmente era apresentado um filme ou série já conhecido do público e em seguida a atração principal. Nasceu daí o termo filme B. Claro que o termo ficou ligado aos filmes de baixo orçamento e pouca qualidade, mas isso só viria a acontecer algum tempo depois. No início ambos os filmes apresentados tinham qualidade e atrativos para segurar a garotada nos assentos dos cinemas.

ESQUADRÃO CLASSE A

Em 1972, um grupo paramilitar americano foi mandado para a cadeia, por uma corte militar, acusados de crimes que não cometeram. Mas o que ninguém esperava é que eles conseguiriam fugir de uma prisão e máxima segurança. Agora, eles formam o Esquadrão Classe A e vivem no submundo de Los Angeles. Ainda caçados pelo governo americano, sobrevivem como soldados da fortuna, agindo em troca de dinheiro. Se você tiver um problema que ninguém pode solucionar, quem sabe conseguirá a ajuda dessa trupe. A série foi criada por Stephen J. Cannell, em 1983, e ficou no ar até 1987, nos EUA Um dos personagens mais engraçados era B.A., o personagem negro, com cabelo moicano e mal humor. Seu nome completo era Sargento Bosco Baracus. O apelido B.A. é a abreviatura de "Bad Attitude". A série foi apresentada no Brasil, nos anos 80, pelo SBT.

JORNADA NAS ESTRELAS

Uma das séries mais prestigiadas da TV mundial. Jornada nas Estrelas não teria a menor chance de virar uma série cult se não fosse o esforço de milhares de fãs que pressionaram nos anos 70, a produtora da série que insistia em encerrá-la prematuramente. Seu criador Gene Roddenberry começou a escrevê-la no sul do pacífico, onde estava servindo como piloto na segunda guerra mundial. Ele vendia histórias sobre vôos heróicos à revistas e ao New York Times. Roddenberry era um exímio contador de históriasEm 1966 foi feito filme piloto da série, mas não foi aprovado pela produtora. O episódio piloto era por demais sem ação e partiram para a gravação de um segundo episódio piloto que foi aceito dessa vez e a série estreou em 1966. Mas a série foi cancelada após a segunda temporada devido aos baixou índices de audiência. Os 79 episódios gravados nos anos 60 deram origem a um desenho animado que fez relativo sucesso e acendeu o interesse pela série original. A produtora da série era a Desilu, empresa pertencente a Lucily Ball e seu marido.

AS PANTERAS

Kelly, Jill e Sabrina, com a ajuda de Bosley e o inigmático Charlie Thousand, o chefão do belo trio, desvendavam mistérios na agência de detetive Thousand. A série teve 3 formações diferentes ao longo dos seus 5 anos de duração. Farah Fawcet (Jill Munroe) era a preferida do público na formação original do trio. Quando Farah saiu da série foi substituida por Cheryl Ladd (Kris Munroe) que fazia a personagem irmã da Jill, que havia se mudado para outra cidade. Esta formação fica no ar por mais duas temporadas. Em 1979 saí da série kate Jackson (Sabrina Duncan) e em seu lugar entra Shelley Hack (Tiffany Welles) que permanece apenas uma temporada, saindo logo em seguida e sendo substituida por Tanya Roberts. Da formação original a única atriz que ficou até o final foi Jacklyn Smith A série foi criada por Aaron Spelling e Leonard Goldsmith para a 20th Century Fox em 1976 e foi ao ar nos EUA até 1981, quando foi encerrada por falta de audiência. No total foram 109 episódios, todos transmitidos no Brasil.

Ufa bastante né?...Mas ainda tem muito mais, mas por enquanto me diga, de qual sente mais saudades, ou qual eu esqueci de colocar aqui... até a prox...

  • Qual te marcou mais?

HappyHour Ano-1 Ed.03

Hoje esta um dia bem chuvoso aqui em SP, mas mesmo assim nao desanimo, bom, desculpem por não estar sempre por aqui, bom nenhuma novidade ultimamente apenas acontecimentos extremamentes pessoais, desculpem.rs Mas sem grilo tudo o que eu passo estão nas entrelinhas dos textos bloguisticos. Mas sem mais blabla vamos ai HH do dia abraços.
A boa do dia - Nokia vai testar TV em celulares na Índia
da Folha Online com Reuters, em Helsinque

A Nokia, maior fabricante de celulares do mundo, anunciou nesta quinta-feira que vai organizar um teste de transmissão de TV móvel em 2007 na Índia, com a TV estatal, Doordarshan. O teste usará os padrões da Nokia com tecnologia DVB-H (Digital Video Broadcasting-Handheld) de transmissão de vídeo digital sem fio.As fabricantes de celulares estão ansiosas para participar do mercado potencialmente lucrativo de celulares que recebem transmissão de televisão. A finlandesa Nokia, e muitas outras companhias européias, são a favor do uso de tecnologia européia DVB-H para transmissões de programações de TV em celulares no mundo todo. Outros sistemas concorrentes seriam os padrões coreano, DMB (Digital Multimedia Broadcasting), e o MediaFlo, da Qualcomm."Durante o teste, a Doordarshan verificará a qualidade da recepção da cobertura de transmissão e vai explorar a grande quantidade de opções de suporte de diferentes esquemas de serviço --como propaganda e serviços interativos", explica a Nokia.As operadoras de telefonia móvel esperam que os ganhos adicionais com serviços de TV móvel --que podem gerar de 5 a 10 euros de receita mensal com cada usuário-- compensem a queda do faturamento com a transmissão de voz.
---------------
Entre Amigos - O Garoto Entusiasmado
do Humortadela.

O garoto de quinze anos chega na farmácia e pede uma camisinha. O farmacêutico olha para o rapaz com olhar indignado.
— É que eu vou jantar na casa da minha namorada - justifica-se o garoto — e nunca se sabe... de repente, pode rolar um clima...
O farmacêutico entrega o preservativo para o rapaz, este paga e vai embora. Cinco minutos depois está de volta e pede outra camisinha.
— Lembrei-me que a prima da minha namorada também vai estar lá... e ela é muito bonita! Talvez ela se interesse por mim... acho melhor garantir!
O rapaz embolsa a segunda camisinha e vai embora. Logo depois está de volta.
— Sabe, moço! Eu estive pensando e acho que seria melhor eu levar mais uma. Eu ouvi que a mãe dela gosta de rapazes novos e quem sabe ela também se interesse por mim.
A noite, no jantar com a namorada, a família toda reunida à mesa, o rapaz permanece o tempo inteiro no mais absoluto silêncio. A certa altura, a menina cochicha para o rapaz:
— Puxa, querido! Você não falou uma palavra! Não sabia que você era tão tímido!
— E nem eu sabia que o seu pai era farmacêutico!
---------------
O blablabla o dia - Robin Williams critica postura de Bush sobre aquecimento global
do O Fuxico

Robin Williams criticou o Presidente americano George W. Bush, por se recusar a aceitar o fato de o aquecimento global ser uma realidade.O ator de Uma Babá Quase Perfeita ficou furioso por Bush não ter assinado o Tratado de Kyoto, se comprometendo a cortar as emissões de gases poluentes que contribuem para o aquecimento global, e acusa o líder americano de ser irresponsável.Falando aos jornalistas durante a pré-estréia de Happy Feet – O Pinguim onde dubla Rámon, Amoroso e Cletus, em Londres, no último domingo, Robin disse:“A Terra está aquecendo. Sei que nosso Presidente não concorda. Ele prefere fingir que trata-se de um filme de ficção.”
---------------
a boa noticia - EM DEZEMBRO CHEGA NOVO LIVRO DE ZIBIA GASPARETTO
Título: O AMANHÃ A DEUS PERTENCE
Autor: Zíbia Gasparetto - Ditado por Lucius
Editora: Vida e Consciência Número de páginas: 352 Formato: 14 x 21 cm
Preço: R$ 29,00 ISBN: 85-7722-008-7
Data de publicação: 2006

O AMANHÃ A DEUS PERTENCE fala de um caso de amor sufocado pelo apego, que transcende a morte e só se liberta quando a inspiração divina desvenda a verdade. O livro fala de fatalidade, revolta e culpa, sentimentos que cercam as perdas trágicas. Destaca também como a informação e o discernimento abrem caminho para a verdadeira espiritualidade, que por sua vez revela, ilumina e liberta corações e mentes. A narrativa ágil aproxima o leitor dos personagens e seus dramas, assim como as reflexões apresentadas a cada capítulo instigam a busca pelas próprias revelações. Retratando os sentimentos na ficção, o romance ativa as emoções e gera identificação na vida real. Por tudo isso, "O amanhã a Deus pertence" se inscreve na linha das obras que despertam a descoberta da espiritualidade como fonte de harmonia e resposta a questionamentos existenciais. O equilíbrio entre espiritualidade e cultura contemporânea vem despertando o interesse de um número cada vez maior de pessoas. Livros como os de Zibia Gasparetto, filmes, novelas e seriados de TV fazem o sucesso do segmento e incentivam a conquista de novos leitores. Pesquisa recente revelou que 70% dos brasileiros com acesso à leitura acreditam na vida após a morte, assim como em todo o mundo cresce a procura pelos mistérios da alma.
  • Comentarios é só avisar, até a prox...

Entendas o que sente...


Tristeza, ou desgosto, é um sentimento humano que expressa desânimo ou frustração em relação a alguém ou algo. É o oposto da alegria. A tristeza pode causar reações físicas como depressão nervosa, choro, insônia.

A tristeza pode ser originada da perda de algo ou de alguém que se tinha de muito valor, esta emoção pode ser potencializada se aquele que sofre de tristeza passa a acreditar que poderia ter feito algo para recuperar ou evitar a perda, mesmo que este algo a fazer seja na prática impossível de se concretizar, e independe da vontade do triste.

É comum a tristeza ser descrita como algo amargo, ou como uma dor, ou como sentimento de incapacidade, ou ainda como algo escuro (trevas).
A tristeza pode ser a consequência de emoções como o egoismo, a insegurança, a baixa auto-estima, a inveja, a desilusão,... são emoções que quando não são tratadas logo podem terminar gerando tristeza, ou em casos extremos a depressão nervosa.
  • Diga o que sente.

Foto por ::: Adriana Oliveira / 1000 Imagens®

InteliCharge

- Não é Pollock, não. Mas os técnicos dizem que a falsificação é perfeita.

HappyHour Ano-1 Ed.02


A boa do dia - Zune da Microsoft será lançado nessa terça feira.

O tocador de MP3 Zune, da Microsoft, será lançado amanhã, nos Estados Unidos, ao preço de US$ 249,99. Segundo analistas, a Microsoft enfrentará um difícil desafio para derrubar o tocador digital iPod, líder de mercado da Apple. A desvantagem da gigante de softwares é de cinco anos em relação à fabricante do iPod.
Zune será lançado na próxima terça-feira. Em julho deste ano, a Microsoft já anunciava planos para comercializar, até o fim do ano, um tocador portátil de música digital para concorrer com o popular iPod.
Na época, a empresa divulgou, em comunicado, seu "novo projeto de música e de entretenimento", insinuando que o produto agregaria vídeos além de música digital. Em agosto deste ano, foi anunciado que a empresa japonesa Toshiba produziria o Zune.
Mantendo seu projeto inicial, o Zune incluirá um disco de 30 GB de memória, sintonizador FM, tela de 7,6 centímetros e conexão sem fio (wireless) --permitindo que usuários possam trocar fotos, músicas e discos inteiros com outros usuários apenas aproximando os aparelhos. O Zune estará disponível nas cores preta, marrom e branca.
Segundo especialistas, a conexão wireless é o principal item que pode garantir o sucesso do Zune.

--------------------

Entre amigos - Livro pra Ficar Rico.

Do Humortadela.

Numa livraria, o cliente pede ao balconista:

— Por favor, queria comprar aquele livro... O "Como Ficar Milionário da Noite Para o Dia", você tem?
— Claro, só um minutinho que eu vou buscá-lo. - responde o vendedor.
Ele volta com dois livros e começa a embrulhá-los para o cliente:

— Moço, é... Desculpe, mas eu só pedi um livro! - argumenta o cliente.
— Eu sei, o outro é o código penal. Vendemos sempre os dois juntos.

--------------------

O blablabla do dia - Ex-BBB dá continuidade ao trabalho como médico e causa confusão em hospital.

De O Fuxico.

O polêmico ex-Big Brother Brasil 5, Rogério (o Gê) voltou à exercer a profissão de médico, depois dos 15 minutos de fama que lhe proporcionou o reality show da Globo. Agora o Dr. Rogério, Clínico-Geral, que durante o programa disse que queria se especializar em cirurgia plástica estética, está atendendo a população de escassos recursos em um hospital público da zona norte de São Paulo, Hospital Geral de Vila Penteado. Gê - que na época de sua expulsão do BBB 5 foi rejeitado com recorde histórico, ao receber 92% dos votos (um total de 31 milhões) - não é rejeitado pelas jovens que são atendidas no local: 'elas já chegam pedindo para se consultar com o bonitão', disse uma atendente ao site. Comenta-se que muitas vezes acontece a maior confusão no local, pois, por conta das moças que querem ser atendidas por Dr. Rogério e devem passar por uma triagem, as pessoas mais necessitadas de atendimento de urgência e doentes de verdade ficam na espera.
--------------------

A Boa noticia - Brasil na lista dos ´10 mais´ do combate à mudança climática.

Os cálculos para composição do ranking foram feitos pelo grupo ambientalista Germanwatch, e levaram em conta níveis de emissão, tendências de emissão e políticas climáticas. Na Suécia, cerca de 25% da energia consumida, em 2003, vinha de fontes renováveis. Isso é mais de quatro vezes a média européia, de 6%. Abaixo, os 10 países mais bem posicionados e os 10 "lanterninhas" do ranking:
Top 10
1. Suécia
2. Reino Unido
3. Dinamarca
4. Malta
5. Alemanha
6. Argentina
7. Hungria
8. Brasil
9. Índia
10. Suíça
  • Até a proxima...

...um pouco de bossa.


A bossa nova é um movimento da música popular brasileira criado por João Gilberto, revelado em 1958 e popularizado internacionalmente em 1963, pelo seu proprio criador, assim como tambem por Antonio Carlos Jobim, Astrud Gilberto, Roberto Menescal e Stan Getz. No final da década de 1950 e início da década de 1960, surgiu no Rio de Janeiro um dos mais importantes movimentos da música popular do Brasil: a bossa nova.

Criada pelo violonista e cantor baiano João Gilberto, a bossa nova foi revelada em disco pela primeira vez através do 78 R.P.M. intitulado "Chega de Saudade" (1958), que foi, aliás, a primeira gravação "solo" de João Gilberto. Pouco após, o LP com o mesmo título foi lançado (1959), com enorme sucesso. Muitas das músicas contidas no LP, assim também como os arranjos, foram escritos por Antônio Carlos Jobim, que já era na época um compositor relativamente conhecido e admirado, e que tornou-se, dai em diante, extremamente famoso.
Tendo João Gilberto como "guru", a bossa nova adquiriu uma "seita" entre jovens músicos e fãs entusiastas (compostos principalmente de estudantes universitários). O Grupo Universitário Hebraico do Brasil promoveu vários espetáculos de bossa nova conduzidos em universidades, dos quais destaca-se o show em 1960 na Faculdade de Arquitetura do Rio de Janeiro, onde pela primeira vez apresentou-se ao público Nara Leão e Astrud Gilberto, que cantou um dueto da composição "Brigas Nunca Mais" (Antônio Carlos Jobim & Vinícius de Moraes) com o seu (então) marido, João Gilberto.
Vários críticos de música reconheceram na bossa nova uma influência do "Cool Jazz", fator apreciado por muitos, mas rejeitado por outros que criticaram a bossa nova por ela romper com raizes e tradições pré-estabelecidas da música brasileira. Com o passar dos anos, a bossa nova que no Brasil era inicialmente considerada música de "elite" (cultural), foi tornando-se cada vez mais popular com o público brasileiro, em geral.

Em 1963 foi o lançado o disco de Stan Getz e João Gilberto intitulado "Getz/Gilberto", considerado por críticos mundialmente como um disco musicalmente histórico. Popularizado pelo 78 R.P.M. "The Girl from Ipanema" (cantado por Astrud Gilberto), o album propalou o sucesso da bossa nova mundialmente.
A importância da bossa nova como um momento de transformação da música popular brasileira e mundial é gigantesca e óbvia, seja ela apresentada em seu conceito original, ou em forma de influências musicais sutís
  • Alguma preferência?

Foto por ::: Miguel Morais / 1000 Imagens®

HappyHour Ano-1 Ed.01


Seja bem vindo(a), ao novo horario do Juliu's Pub, aqui você ira relaxar com boas noticias, novidades e piadas que mais circulam na net todos os dias no fim de tarde agora no Happy Hour do Juliu's Pub.

A Boa do Dia - - Novo filme do Hanibbal Lector (Hanibbal - Rising).

Do CineClick

A MGM divulgou o novo pôster do filme Hannibal Rising que mostrará como foi a juventude do canibal Hannibal Lecter (Anthony Hopkins). Baseado no romance homônimo de Thomas Harris, a séria possui três filmes: O Silêncio dos Inocentes (1991), Hannibal (2001) e Dragão Vermelho (2002). A história mostrará o jovem Hannibal, dos 6 aos 20 anos, que passou sua infância na Lituânia, ao lado da irmã Mischa, e a adolescência na França. Foi nessa fase que o perturbado adolescente formou alguns aspectos psicológicos que o transformariam num sociopata com gostos refinados. Com direção de Peter Webber, Hannibal Rising traz Gaspard Ulliel (Eterno Amor) como o jovem canibal e será narrado pelo protagonista da trilogia, Anthony Hopkins (Encontro Marcado). A estréia está prevista para 9 de fevereiro de 2007, nos EUA.
--------------------

Entre Amigos - Aqui acontece a piada do dia seja ela boa ou ruim.

Do HumorTadela

Tudo começou quando a turma de Direito da faculdade resolveu transformaruma célebre frase em camiseta e ela virou moda no Campus. A turma fez a seguinte frase:"Seu namorado faz Direito? Vem cá que eu faço!"
Aí o pessoal de Medicina resolveu provocar:"Ele pode até fazer direito, mas ninguém conhece seu corpo melhor que eu."
O pessoal de Administração não deixou por menos:"Não adianta conhecer o corpo, fazer Direito se não souber Administrar o que tem!"
E a Turma de Agronomia mandou esta:"Uns conhecem bem, outros fazem direito, e alguns sabem administrar o que tem,mas plantar a mandioca como nós ninguém consegue!"
E não termina por aí!
Depois foi o pessoal de Publicidade:"De que adianta conhecer bem, fazer direito, saber administrar e plantar a mandioca se depois não puder contar pra todo mundo?"
Logo veio a turma da Engenharia participar também da brincadeira:"De que adianta conhecer bem, fazer direito, saber administrar, plantar a mandioca, e poder contar pra todo mundo, se não tiver energia e potência para fazer varias vezes?"
Mas a frase campeã foi realmente a da Economia:"De que adianta conhecer bem, fazer direito, saber administrar, plantar a mandioca, podercontar pra todo mundo, ter energia e potência para fazer várias vezes se mulher gosta mesmo é de dinheiro?"

--------------------

O Blablabla do dia - Thalia tem chip anti-seqüestro implantado no corpo.

do O Fuxico

Segundo o site mexicano La Botana a cantora Thalia já não corre risco de seqüestro, porque ela e sua família têm um chip anti-seqüestro implantado sob a pele. Em caso de seqüestro, em menos de três minutos a polícia americana saberá seu paradeiro.Quem revelou a informação foi a irmã da artista, a escritora Ernestina Sodi. Laura Zapata, irmã mais velha de Thalia e que continua alegando distanciamento de sua família, desde o seqüestro em 2002, assegurou que ela é a única que não tem o chip, porque não tem dinheiro para isso:"O máximo que eu tenho é batatinha chips", brincou a atriz.

--------------------

A Boa noticia - Prefeitura e FAB reformam monumento que homenageia Santos Dumont.

da FolhaOnline

A Prefeitura de São Paulo reinaugura neste domingo o monumento 14 Bis, na praça Campos de Bagatelle, na zona norte de São Paulo. A obra, uma réplica do 14 Bis, homenageia Santos Dumont.A reconstrução do monumento foi realizada pela Aeronáutica. A prefeitura realizou obras de revitalização na praça, como replantio da grama e a recomposição dos passeios internos, entre outras melhorias.Em maio, a obra foi depredada por vândalos, de acordo com a Prefeitura de São Paulo. O prefeito Gilberto Kassab (PFL) e o governador Cláudio Lembo, do mesmo partido, participaram da solenidade.

  • E ai curtiram esse novo estilo de happy hour?

Libertine

The Libertine (O Libertino, no Brasil) é um filme lançado em novembro de 2005 no Reino Unido e em março de 2006 nos Estados Unidos. Dirigido por Laurence Dunmore, é uma adaptação da peça homônima de Stephen Jeffrey. Conta a história de John Wilmot, o segundo Conde de Rochester, um notório boêmio e poeta libertino da corte de Charles II da Inglaterra.
John Wilmot, Segundo Conde de Rochester (Ditchley, 1 de abril de 1647 — 26 de julho de 1680), foi um libertino inglês, amigo do rei Carlos II e escritor de muita poesia satírica e obscena, características que o tornaram popular. No espiritismo, é mais conhecido como J. W. Rochester.
Foi uma célebre figura da corte da Restauração inglesa e patrono das artes. Apesar de ter casado-se com a herdeira Elizabeth Malet, possuiu muitas amantes, entre elas a atriz Elizabeth Barry. Foi muito divulgado que ele teria renunciado ao ateísmo em seu leito de morte.
Britânico, conhecia em profundidade o latim, o grego, o francês e o italiano. Aos 14 anos, no ano de 1661, recebeu o título de Master of Arts do Wadham College (Universidade de Oxford). Depois foi para a França e a Itália. Na Europa continental se tornou um intelectual carismático e prestigiado pela alta sociedade.
Poucos meses antes de completer 20 anos, em janeiro de 1667, contraiu matrimônio com Elizabeth Mallet, com quem teve quatro filhos. No mesmo ano teve uma filha com a atriz Elizabeth Barry. Sua vida, embora breve, teve passagens tumultuadas: combateu a Marinha holandesa, envolveu-se em homicídio, escândalos sexuais, alcoolismo, charlatanismo e exercício ilegal da medicina.
Na casa dos trinta, já com a saúde em franco declínio, dita suas memórias ao sacerdote Gilbert Burnet, onde registra seu remorso pela vida inócua e renuncia ao ateísmo. Suas poesias hoje são sucesso de crítica.

  • Assista o filme e de sua opinião.

Foto por ::: Carlos Manuel Pereira / 1000 Imagens®

Faça sua Doação.- Teleton 2006


O que é

Esta é a nona edição do “Teleton”. O evento será realizado nos dias 10 e 11 de novembro, com mais de 24 horas de programação.
Desta vez, a meta do SBT juntamente com a AACD, é superar a marca de R$ 16,2 milhões arrecadados em 2005. Além de conscientizar a população e estimular a ajuda ao próximo, o “Teleton 2006” promete divertir e entreter o público com inúmeras atrações.
Astros e estrelas, cantores e apresentadores da casa e de várias emissoras, como Raul Gil, Olga Bongiovani, Amaury Jr., Sônia Abrão, Ronnie Von, Isabel Filardis, Marcos Frota, Roberto Justus, entre outros, já confirmaram suas presenças. Eles serão recebidos por outros grandes comunicadores do SBT, como Silvio Santos, Hebe Camargo, Gugu, Adriane Galisteu, Celso Portioli, Regina Volpato, Carlos Alberto de Nóbrega, Ana Paula Padrão, Carlos Nascimento, Hermano Henning e Cris Poli.


História
O primeiro Teleton aconteceu no dia 16 de maio de 1998 no SBT (Sistema Brasileiro de Televisão), quando o apresentador Silvio Santos abriu a atração. E o SBT e o Brasil não são os únicos neste projeto. Após a estréia do Teleton no Chile, em 1978, muitos países adotaram a idéia, como Austrália, Canadá, Bélgica, Estados Unidos e Costa Rica.
Nos dias do Teleton, o SBT tem uma programação especial, com mais de 24 horas, totalmente dedicada ao projeto. Além de receber celebridades da música e do meio artístico em geral, o “Teleton” traz uma série de reportagens especiais, que mostram o trabalho espetacular feito pela AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente) em 56 anos de história.
A idéia é fazer com que um maior número de pessoas façam doações, via telefone, em prol da AACD, associação dedicada ao tratamento, atendimento, educação e reabilitação de crianças e adolescentes portadores de deficiência física, procurando reintegrá-los à sociedade.

Sobre censura...


Censura é o uso pelo estado ou grupo de poder, no sentido de controlar e impedir a liberdade de expressão. A censura criminaliza certas acções de comunicação, ou até a tentativa de exercer essa comunicação. No sentido moderno, a censura consiste em qualquer tentativa de suprimir informação, opiniões e até formas de expressão, como certas facetas da arte.
O propósito da censura está na manutenção do status quo, evitando alterações de pensamento num determinado grupo e a consequente vontade de mudança. Desta forma, a censura é muito comum entre certos grupos, como certas religiões, multi-nacionais e governos, como forma de manter o poder. A censura procura também evitar que certos conflitos e discussões se estabeleçam.
A censura pode ser explicita, no caso de estar prevista na lei, proibindo a informação de ser publicada ou acessível, após ter sido analisada previamente por uma entidade censora que avalia se a informação pode ou não ser publicada (como sucedeu na ditadura portuguesa através da PIDE) , ou pode tomar a forma de intimidação governamental ou popular, onde as pessoas têm receio de expressar ou mostrar apoio a certas opiniões, com medo de represálias pessoais e profissionais e até ostracismo, como sucedeu nos Estados Unidos da América com o chamado período do McCartismo .
Pode também a censura ser entendida como a supressão de certos pontos de vista e opiniões divergentes, através da propaganda, manipulação dos média ou contra-informação. Estes métodos tendem a influenciar e manipular a opinião pública de forma a evitar que outras ideias, que não as predominantes ou dominantes tenham receptividade.

Uma forma moderna de censura prende-se com o acesso aos meios de comunicação e também com as entidades reguladoras (que atribuem alvarás de rádio e televisão), ou com critérios editoriais discricionários (em que por exemplo um jornal não publica uma determinada notícia).

Muitas vezes a censura se justifica em termos de proteção do público, mas na verdade esconde uma posição que submete os artistas ao poder do estado e infantiliza o público, considerado como incapaz de pensar por si próprio.

Atualmente a censura pode ser contornada mais eficazmente, com o recurso à Internet, graças ao fácil acesso a dados sem fronteira geográficas e descentralizado e aos sistemas de partilha de ficheiros peer-to-peer, como a Freenet.

O uso cotidiano da censura promove um movimento de defesa bastante corrosivo que é a auto-censura, quando os produtores culturais e formadores de opinião evitam tratar de questões conflitivas e divergentes.
  • Qual a censura que mais marcou?

Foto por ::: André Coelho / 1000 Imagens®

"Acontecimento considerado até então fato, nos levam a crer que todo o ocorrido não existe no momento em questão."
  • Refletindo...

Foto por ::: Rui Bento Alves / 1000 Imagens®

Se ouvia falar.


"Saddam Hussein é condenado à morte por enforcamento pelo massacre de 148 civis da localidade xiita de Dujail em 1982." 05/11/2006

Forca é um instrumento usado para execução de presos ou réus condenados à morte, para assassinatos ou para suicídio. Compõe-se de um poste de madeira com uma corda amarrada em forma de laço; o executado era colocado de pé sobre uma mesa ou cadeira, alçapão ou veículo (ex. carroça), e o laço era posto em volta de seu pescoço. Era então removido aquilo que tivesse sob os pés.

Se a corda fosse longa e permitisse a queda do corpo, podia ocorrer uma ruptura das vértebras cervicais, e a secção da medula espinal provocava a paragem da função respiratória e, assim, uma morte rápida.

Caso as vértebras cervicais não se rompessem (normalmente por ser usada uma corda curta), o condenado morria por asfixia causada pelo laço, tanto por obstrução respiratória quanto pela obstrução das veias jugulares e artérias carótidas.

Muitas vezes esse método era visto como uma "Morte Suja", pois podia ocorrer libertação de fezes ou urina por perda de controlo sobre os esfincteres durante a morte. Essa tal "Morte Suja" ofendia a moral do condenado e até mesmo a de sua família.
Pois enfim, deixo registrado aqui que sou contra qualquer tipo de punição pela justiça que leva o réu a morte, seja qual foi o meio.
  • Em que ano estamos mesmo?

Foto por ::: Pisanello / 10.000 Meisterwerke der Malerei

Sombreando


Sombra, em psicologia analítica, refere-se ao arquétipo que é o nosso ego mais sombrio. É, por assim dizer, a parte animalesca da personalidade humana. Para Jung, esse arquétipo foi herdado das formas inferiores de vida através da longa evolução que levou ao ser humano. A sombra contém todas aquelas atividades e desejos que podem ser considerados imorais e violentos, aqueles que a sociedade, e até nós mesmos, não podemos aceitar. Ela nos leva a nos comportarmos de uma forma que normalmente não nos permitiríamos. E, quando isso ocorre, geralmente insistimos em afirmar que fomos acometidos por algo que estava além do nosso controle. Esse "algo" é a sombra, a parte primitiva da natureza do homem. Mas a sombra exerce também um outro papel, possui um aspecto positivo, uma vez que é responsável pela espontaneidade, pela criatividade, pelo insight e pela emoção profunda, características necessárias ao pleno desenvolvimento humano.
A sombra é freqüentemente projetada em outra pessoa, que aparece ao indivíduo como negativa.

Foto por::: Hugo Fernandes / 1000 Imagens®

Papo domingueiro


Em pleno domingo um pouco antes de sair para continuar minha vida 'pré-adulta' atual, estava ouvindo algumas musicas antigas. E sendo assim todos nós sabemos que musicas é a única maquina do tempo que te leva exatamente a um acontecimento ou lugar em especial.
Uma musica muito antiga mesma "Anna Julia", quem se lembra?.rs
Enfim essa musica acho que marcou minha vida em meados de meus 11 ou 12 anos, foi uma das primeiras musicas que considerava o que eu pensava. Sabe quando descobrimos uma musica do legião que traduz a nossa vida em minutos, e logo alguns anos após nao tem nada a ver(?), pois é isso que essa primeira musica que fala sobre rejeição e 'amor' fez ao acontecimento.
Claro que não irei dar detalhes sobre o acontecimento em si (sorry.rs), mas foi interessante ver que mesmo hoje ainda ouso a musica e digo:

- Ta vendo, eu estava certo...

Mas continuando...
Creio que todos nós temos uma musica na qual nos lembramos de nossa primeira paixão, amor, medo, insegurança, ou até mesmo ódio teletubbiano. Quem nunca, por exemplo, dançou uma das musicas do Bozo ou Xuxa, enquanto estava perdidamente apaixonado(a) pela(o) professora(or) dos primeiros anos escolares, (eu pelo menos nunca fiz...fiuuu, fiuuu, fiiiuu...).
Mas acho que a única parte bizarra disso é lembra-mos de gafes ou os até então chamados "micos escolares"...mas isso é outra historia também, me empolgo e fico depre quando lembro dessas épocas, mas passa em questão de segundos.

Acho que o ponto aqui é perguntar a galera que visita o meu blog, qual musica fez você que leu esse texto agora se apaixonar por alguém (ou algo)?.

Foto por ::: Jovelino Matos Almeida / 1000 Imagens®

Jovens sonhos.


Jovens sonhos, momentos e lembranças, por que estas chorando agora? A vida acabou de começar e você ja mostra a que veio, parabéns continue assim. Lembro-me desse conto eu jovem e com vontade de mudar o mundo a um piscar dos meus olhos, e começar a ver a vida como ela deveria ser, como meus pais me dizem que era antigamente, mas com um toque contemporâneo. Quando via todos os acontecimentos da minha casa, em meu sofá quente, achava que estava no topo do mundo podendo ajudar aquelas pessoas que se mostravam sofridas por uma vida não tão boa, mas por que tudo aquilo acontecia? Querido sonho jovem, me desenhe um lindo jardim e irei distribuir as flores, me desenhe um sol, e mostrarei a todos que o mesmo nos da luz todos os dias, me desenhe a chuva e mostrarei que água é a vida...
Agora estou eu aqui sentado nesse cubículo de um lugar qualquer, com metais e concretos ao meu redor cercando o que eu deveria ser, tirando meu natural de mim e me transformando em apenas mais um.Me sinto fraco nos sonhos, não alcanço o meu porto de onde seguirei um viagem a buscar amigos para ajudar a salvar aos meus idéias. Apareça a mim jovem sonhos, me mostre que ainda queres que eu lhe faça toda a justiça. Agora ouvindo uma musica que diz muito sobre minha vida, vejo que meus jovens sonhos nao se foram por assim dizer, estão apenas esperando uma voz ativa de minha alma, um pensamento puro de justiça e felicidade que se perdeu aos tempos. Jovens sonhos agora te entendo, por favor fique mais um pouco e serei a pessoa que queres, não precisa esperar mais pois estou mudando para ser uma mente nova, e pronta para desafios do mundo real. Chega disso tudo cansei.
Jovens sonhos me acompanhem agora, pois agora tenho vocês como um tipo de guia, que tenho certeza me levar a lugares nunca antes vistos e sentimentos nunca antes imaginados por mim. Prometo nao lhe deixar se me prometer nada me privar. Agora agradeço muito pelas lembranças de quando éramos jovens e idealistas, amantes de uma vida que ainda nao existia levando amigos velhos se tornarem pessoas queridas. Querido sonho jovem fiquemos por aqui hoje e relembramos nossa estratégia. Lembraremos de tudo com carinho e teremos os melhoramentos, choraremos pelos que ficaram para tras mas iremos sorrir ao saber que mesmo não querendo reaver os sonhos deles os mesmo ainda nos apoiam, seremos apenas nós e mais ninguém.Seja simples, honeste carinhoso, tenhamos compaixão, e saberemos quando ajudar e quando nao, que Deus seja nosso guia para tudo, e que prometemos que de agora em diante sorrir é a palavra do dia.
E assim começamos nossa jornada...
  • Você gostaria de nos acompanhar?

foto por ::: Victor Melo / 1000 Imagens®

Um passado novo.



O que se fez ontem? Muito aconteceu , mas e você no que se aventurou, no que prestou atenção, a quem amou, e quem não mereceu sua companhia? Um ontem esquecido pode ser um difícil amanha, ou até mesmo um chato hoje, mas o que importa e não ter deixado nada para traz pois poderá te fazer companhia o resto da vida. Aprendemos com uns, erramos ao lado de outros que acabam nem nos ajudando, mais sempre achamos alguém a quem podemos nos apoiar e chamar-lhes de anjos amigos.

"Até bem pouco tempo atrás/
poderíamos mudar o mundo,/
quem roubou nossa coragem?"
("Quando o Sol Bater na Janela do Teu Quarto")

O ontem foi somente o que passou e não o seu passado no total, mas um passado pós ditado por ti e mais ninguém, mexa-se viva e seja mais feliz que a maioria que declama a todos que tens de um tudo, menos o que lhe mais falta...o amor e o depois do que aconteceu tudo parece ser mais claro não é?. Quem não acordou um pouco mais experiente é porque deixou o ontem passar em branco fosco. O que fizeste? O que pensas agora? Por que não pesas-te nisso ontem?

"Nos perderemos entre monstros/
Da nossa própria criação/
Serão noites inteiras/
Talvez por medo da escuridão/
Ficaremos acordados"
("Será")

Seja assim, tipo você. E ninguém poderá ditar o seu dia amanha, ninguém terá o por que te contradizer, quando você esta apenas sendo você. Somos sempre alertados, mas sempre ignoramos, pelo fato de ser mais fácil e assim termos pouco trabalho para nos sentirmos bem com o mundo, com tudo. Peça um beijo sincero e sinta. Faça acontecer e sorria. Faz-se convencer e pense, Deixe-se errar e aprenda o novo. Veja o mundo que ganhamos de presente e faça dele uma linda paisagem para viver.

"Eu quis o perigo e até sangrei sozinho/
Entenda - assim pude trazer você de volta para mim/
Quando descobri que é sempre você/
Que me entende do inicio ao fim/
E é só você que tem a cura do meu cicio/
De insistir nessa saudade que eu sinto/
De tudo que eu ainda não vi"
("Índio")

Entenda o ontem, viva o agora, e se prepare pois amanha terá novas surpresas. Agora durma e descanse, sonhe com o que mais deseja...
  • Como foi o seu dia hoje?

Foto por ::: Mario Pereira / 1000 Imagens®

(Citações de trechos musicais da banda Legião Urbana :: 11/10/2006 - 10 Anos sem Renato Russo.)

Julio Moraes: "Eu leio piauí"

piauí

Piauí. Este é o nome da nova revista que chegou às bancas do País nesta segunda-feira. Por que Piauí? Bem, ninguém sabe ao certo. Talvez porque fale com brasileiros que gostam de ler, pessoas que buscam um texto por inteiro, com começo meio e fim. Textos que façam sentido, que não tenham de se adequar à ditadura dos espaços. Textos que falem de pessoas para pessoas. Os assuntos tratados na revista sempre partem da realidade, do cotidiano, algo concreto. Enfim, uma revista voltada para a reportagem.

Editada em um formato maior do que as demais revistas mensais, no formato da "New York Review of Books", justamente para acomodar os longos artigos, narrativas e reportagens. Os assuntos tratados por Piauí são atuais e instigam os leitores à reflexão. Uma revista para ser lida durante o mês, sem pressa, fruindo cada página. Não pense que essa é uma revista para chatos. Ao contrário, "Piauí" tem humor e sofisticação. Quadrinhos, contos, trechos de romances e poemas dividem as páginas com o jornalismo. E ainda quebra algumas regras: não tem editorial ou colunistas. Em resumo, este é o projeto do cineasta João Moreira Salles. ´O que não falta na imprensa brasileira são opiniões. Há colunistas de turfe a macroeconomia, passando por numismática e psicologia, sem falar dos editoriais. Nada contra. Só não queremos ser uma opinião a mais´, afirma o jornalista Mario Sergio Conti.

Pela ousadia temática e gráfica, "Piauí" lembra revistas como "Realidade" e "Senhor", dois títulos marcantes da década de 60. No entanto, como destacam os idealizadores, Piauí não quer e nem pretende ser uma reedição, assim como destacou João Moreira Salles: ´Sem querer sofismar, a inspiração vem de todas essas revistas e de nenhuma. É claro que tanto a Senhor quanto a Realidade são marcos importantes do jornalismo brasileiro, revistas que trouxeram novidades, que inovaram. A Realidade, por causa de suas matérias longas e suas coberturas ambiciosas; a Senhor, pelo time extraordinário de colaboradores e o grande cuidado com a qualidade do texto. Nesse sentido, tanto uma quanto a outra serve de inspiração.´ No entanto, destaca Moreira Salles, é desnecessário e até mesmo impossível repetir uma fórmula dos anos 60.

A "Piauí" quer ser uma revista variada, que une humor a bom jornalismo, que aposta suas fichas em histórias bem contadas, sejam elas quentes ou não. A nossa identidade virá do fato de não sermos alvo fixo, ou seja, de mudarmos bastante de número a número. A ausência de editorias e de seções obrigatórias ajuda nisso,´ observa Moreira Salles. "Piauí" não é uma revista de opinião, nem de cultura, nas palavras do jornalista Mario Sérgio Conti. De acordo com ele, a proposta editorial está focada na história de pessoas, de lugares, de viagens. ´Por relatos entenda-se reportagens, é claro, mas também diários, artigos com lembranças, histórias gráficas, trechos de livros inéditos.´

O projeto gráfico foi elaborado a partir do projeto editorial, tendo como base a idéia de uma revista para leitores. ´A edição deve ser agradável de ler: limpa, arejada, boa de segurar, de folhear, de levar para a cama´, diz Conti. Neste primeiro número, o destaque é o texto, com poucas imagens ou desenhos nas páginas. As imagens, mesmo que discretas, são pontuais. A ilustração da capa é assinada pelo desenhista Angeli, Alvim assina uma curiosa história gráfica baseada no filme O Sétimo Selo, de Ingmar Bergman, e Marcel Gotlib apresenta o quadrinho Hipopótamo. O fotógrafo Orlando Brito assina o ensaio fotográfico Vultos da República, que captam os vultos sombrios dos bastidores do poder em Brasília. Imagens que mostram o desespero da política.

Alguns textos são curiosos, como Bom-dia, meu Nome É Sheila, de Vanessa Barbara. A repórter descreve como é o dia-a-dia de pessoas que trabalham com telemarketing. ´O primeiro exercício de um curso de telemarketing é praticar o bom-dia. Há pelo menos quatro tipos de bom-dia: o tradicional, o belicoso, o sorridente e o de quem ganhou na loteria.´ Dá para imaginar? Além do treinamento e decoreba de scripts e roteiros. Danuza Leão faz o perfil do extravagante Guilherme Guimarães, o estilista das noivas. Guigui foi um sucesso na década de 60 e até hoje tem seu público fiel. Hoje vive em um apartamento no centro de São Paulo, cercado por bibelôs, tapetes de zebras e tantas outras coisas. GG não freqüenta restaurantes da moda, odeia futebol, entre outras peculiaridades.

"Piauí" tem horóscopo, mas como não tem nada em comum com outras publicações, sua previsão é inusitada. ´Peixes: pense bem nos seus livros favoritos, nas músicas que lhe dão vontade de ser um cantor e compositor capazes de suspender a respiração alheia com dois acordes e quatro versos (...)´

  • Super indicação - leia e me diga o que achou!?

Trechos de um conto.


"... uma época cheia de orgulho e preconceito..."
"... a linda garota sempre imaginava o que acontece além daquela visão maravilhosa da natureza..."
"... pelo acontencido então ela decide que terá que seguirá os seus sonhos, que seriam os unicos guias dela de agora em diante..."
"... e assim a linda garota inicia sua grande jornada, seja pelo pensamento ou pelo desejo enorme de viver o mesmo, ela se prometeu uma coisa, nunca desistir..."
"... e após tudo o que passou a garota nao soube mais o que fazer, desiludida com tudo, com todos, com o mundo em que vivia, ela mesma resolveu desaparecer..."
"... então esse novo fôlego de vida que ela recebe não é tudo, mas o necessário para ver a vida de uma perspectiva diferente, clara e objetiva..."
"... quando seus olhos se cruzaram o tempo parou como se em um passe de magica o mundo inteiro parasse para ver o momento em que se beijam pela primeira vez, e descobrirem que são almas gêmeas..."
"... o acontecimento foi inesperado, mas mesmo assim eles estão superando, e no mesmo momento trocaram promessas e juras de amor sobre a vida, sobre eles..."
"... o questão era mais sobre o que pensar em tudo aquilo, para fazer para o que estavam atormentando ela..."
"... agora não existe mais volta, nem quando. Não existem mais o 'por que' e 'se'..."
"... pare e pense...""... assim foi superado, sempre ao lado de quem ela mais queria no mundo e desejando que não fosse apenas um sonho um pensamento ela emancipou ao vento..."
"... quase no fim do caminho que ela decidiu traçar, segue agora com um sentimento maior sobre tudo, e com mais vontade de querer continuar, e ser feliz..."
  • Qual seria o titulo?

Foto por ::: Luís Neves Ferreira / 1000 Imagens

Politicando debate show.


Um sistema único sobre debates presidenciais.
Regras Quentionais:
O primeiro candidato a fazer a pergunta, tambem será o ultimo a responder a pergunta do segundo bloco, ao terceiro candidato, tambem usando a seu replica para que o segundo candidato possa comentar o que o quarto candidato teria dito sobre ele no segundo bloco, ou seja dando assim oportunidades de no quinto bloco o quinto candidato fazer o que o primeiro candidato fez ao terceiro candidato levando assim todos ao significado comum que é não confundir quem assisti em casa, sendo assim será sorteado no segundo bloco o penúltimo candidato a falar sobre si mesmo, e um terceiro candidato ira replicar, discutir e se exaltar levando assim o debate ao seu sucesso, terminando pelo quinto bloco onde o primeiro e terceiro candidato poderão tirar sarro dos outros dois candidatos enquanto um dos outros candidatos, dizem sobre sua campanha que poderá ir a segundo turno, se assim o candidato for bem no debate triplicando sua conta no exterior, ou seja todos os candidatos irão falar , mas só um deles irá realmente dizer alguma coisa. Esse sistema foi criado pelo povo brasileiro como treplica para tanta bobeira que é dita, e nada explicado.
Regras Gerais:
- O candidato que repetir palavras irá tomar um "peteleco na orelha".
- O candidato que quiser ir ao banheiro terá que agüentar as piadinhas após o de bate.
- O candidato que falar mal sobre o outro candidato será chamado ou chamada para participar do quadro "O candidato das 8".
- O candidato que se expor com uma índole maldosa, sendo assim prometer e não fazer, irá ganhar uma carteirinha do clube "I Love Bush" e também um fim de semana com "El presidente" de CUBA.
- O candidato que fizer "birra", fica sem suquinho hoje.
- O candidato que quiser ultrapassar os minuto das perguntas, replicas, treplicas e quadruplas, será contemplado com um carta do Ministério da Justiça para dar depoimentos sobre os seguintes assuntos; Mensalão; Sanguessugas; Morte do Ubirajara; Corte na verba educacional do pais e; VMB 2006. (trash)
- O candidato que falar sobre meu topete será "dimitido".
- O candidato que ficar emocional durante o de bate será beneficiado com uma CPI de Chorões, e de também irá ser incluído na CPI do Ministério da Saúde (mental).
- O candidato que cantarolar musiquinhas "extruchulas" sobre o partido ou a própria candidatura, irá participar da próxima edição do programa IDOLOS.
- O candidato que usar palavras de difícil entendimento, terá que me explicar depois sobre o que se trata.
- O candidato que não compareceu hoje será substituído pelo personagem do desenho "du, dudu e edu" conhecido como Plank.
- O candidato que fora melhor nas pesquisas um dia após o debate será convidado para jantar lá em casa.

Após eliminado "DA CASA", o candidato irá participar do bate papo no site da Globo.com e terá contrato assinado obrigando o mesmo a dar benefícios a mesma citada. Sendo assim quem concordar com essas novas regras será considerado um verdadeiro político brasileiro.
  • Não perca o debate presidencial do 2º turno, pelo canal Bandeirantes (BAND)

Foto por ::: Luis Miguel Sacramento / 1000 Imagens

Atchimm - Eleições 2006

By

Criativo de A a Z

O nome (do latim nomen, cuja raiz é comum a várias outras línguas indo-européias, como o grego; [ὄνομα]) é - num sentido amplo na gramática e na lingüística - qualquer palavra que siga a flexão nominal, ou seja, a declinação em contraposição à flexão verbal (ou conjugação). Portanto, não só substantivos, mas também adjetivos e, por vezes, as formas nominais dos verbos, podem ser considerados nomes.
No sentido restrito e no uso comum, o nome é um vocábulo ou locução que tem a função de designar uma pessoa, um animal, uma coisa ou um grupo de pessoas, animais e coisas.
Gramaticalmente, os nomes são divididos em duas grandes classes:
a dos nomes próprios, que se referem especificamente a uma pessoa, animal ou coisa.
a dos nomes comuns, que se referem a classes inteiras de pessoas, animais ou coisas. São chamados de substantivos comuns.
Os nomes próprios de pessoa e de lugar recebem i nome, respectivamente, de antropônimos e topônimos e são o objeto de estudo da Onomástica.
Acredita-se que antes mesmo da invenção da escrita, os seres humanos já se faziam valer de imagens e sons para denominar coisas e seres, prática que remonta aos primórdios da história da humanidade. A evolução da linguagem permitiu que fossem criados nomes para designar conceitos abstratos tais como "tempo", "amor", "feudalismo" e "Deus", por exemplo.
A questão do nome como designador de um conceito (supostamente?) universal tal qual "cavalo" não é tão simples como parece. Em filosofia, a questão dos universais está na origem da querela entre nominalistas e idealistas. No livro "O Nome da Rosa", Umberto Eco faz menção ao problema.
Em gramática, a classe mais comumente usada para se referir a nomes é o substantivo, podendo haver casos em que, para se fazer uma denominação, substantiva-se um adjetivo (ex.: "a bela"), um verbo (ex.: "o jantar") etc.

De acordo com a semiótica, um nome é um signo em que o significante é a imagem acústica da palavra falada ou a representação gráfica da palavra escrita, e o significado é conceito do objeto ao qual esta palavra remete. Este signo pode atuar como símbolo (quando se refere a uma universalidade; ex.: "rei" --- todo e qualquer rei), como índice (quando se refere a um elemento ou indivíduo; ex.: "Luís XV" --- e não qualquer rei) e também como ícone (quando se refere a uma idéia geral; ex.: "coroa" --- ícone que indica o símbolo "rei"). Obviamente, a função semântica e sintática de um nome pode variar de acordo com o contexto.
Aqui segue uma lista de criatividade brasileira para nomes, são nomes registrados em cartorio. Atenção a intenção não é ridicularizar as pessoas aqui citadas, mas sim mostrar a diversidade brasileira de criatividade.

Abrilina Décima Nona Caçapavana Piratininga de Almeida
Acheropita Papazone
Adalgamir Marge
Adegesto Pataca
Adoração Arabites
Aeronauta Barata
Agrícola Beterraba Areia
Agrícola da Terra Fonseca
Alce Barbuda
Aldegunda Carames More
Aleluia Sarango
Alfredo Prazeirozo Texugueiro
Alma de Vera
Amado Amoroso
Amável Pinto
Amazonas Rio do Brasil Pimpão
América do Sul Brasil de Santana
Amin Amou Amado
Amor de Deus Rosales Brasil (feminino)
Anatalino Reguete
Antônio Americano do Brasil Mineiro
Antonio Camisão
Antonio Dodói
Antonio Manso Pacífico de Oliveira Sossegado
Antonio Melhorança
Antônio Morrendo das Dores
Antonio Noites e Dias
Antônio P. Testa
Antonio Pechincha
Antônio Querido Fracasso
Antonio Treze de Junho de Mil Novecentos e Dezessete
Antônio Veado Prematuro
Apurinã da Floresta Brasileira
Araci do Precioso Sangue
Argentino Argenta
Aricléia Café Chá
Armando Nascimento de Jesus
Arquiteclínio Petrocoquínio de Andrade
Asteróide Silverio
Ava Gina (em homenagem a Ava Gardner e Gina Lolobrigida)
Bananéia Oliveira de Deus
Bandeirante do Brasil Paulistano
Barrigudinha Seleida
Bende Sande Branquinho Maracajá
Benedito Autor da Purificação
Benedito Camurça Aveludado
Benedito Frôscolo Jovino de Almeida Aimbaré Militão de Souza
Baruel de Itaparica Boré Fomi de Tucunduvá
Benigna Jarra
Benvindo Viola
Bispo de Paris
Bizarro Assada
Boaventura Torrada
Bom Filho Persegonha
Brandamente Brasil
Brasil Washington C. A. Júnior
Brígida de Samora Mora
Belderagas Piruégas de
Alfim Cerqueira Borges Cabral
Cafiaspirina Cruz
Capote Valente e Marimbondo da Trindade
Caius Marcius Africanus
Carabino Tiro Certo
Carlos Alberto Santíssimo Sacramento
Cantinho da Vila Alencar da Corte Real Sampaio
Carneiro de Souza e Faro
Caso Raro Yamada
Céu Azul do Sol Poente
Chananeco Vargas da Silva
Chevrolet da Silva Ford
Cincero do Nascimento
Cinconegue Washington Matos
Clarisbadeu Braz da Silva
Colapso Cardíaco da Silva
Comigo é Nove na Garrucha Trouxada
Confessoura Dornelles
Crisoprasso Compasso
Danúbio Tarada Duarte
Darcília Abraços
Carvalho Santinho
Deus Magda Silva
Deus É Infinitamente Misericordioso
Deusarina Venus de Milo
Dezêncio Feverêncio de Oitenta e Cinco
Dignatario da Ordem Imperial do Cruzeiro
Dilke de La Roque Pinho
Disney Chaplin Milhomem de Souza
Dolores Fuertes de Barriga
Dosolina Piroca Tazinasso
Drágica Broko
Ernesto Segundo da Família Lima
Esdras Esdron Eustaquio Obirapitanga
Esparadrapo Clemente de Sá
Espere em Deus Mateus
Estácio Ponta Fina Amolador
Éter Sulfúrico Amazonino Rios (socorro...)
Excelsa Teresinha do Menino Jesus da Costa e Silva
Faraó do Egito Sousa
Fedir Lenho
Felicidade do Lar Brasileiro
Finólila Piaubilina
Flávio Cavalcante Rei da Televisão
Francisco Notório Milhão
Francisco Zebedeu Sanguessuga
Francisoreia Doroteia Dorida
Fridundino Eulâmpio
Gigle Catabriga
Graciosa Rodela D'alho
Heubler Janota
Hidráulico Oliveira
Himineu Casamenticio das Dores Conjugais
Holofontina Fufucas
Homem Bom da Cunha Souto Maior
Horinando Pedroso Ramos
Hugo Madeira de Lei Aroeiro
Hypotenusa Pereira
Ilegível Inilegível
Inocêncio Coitadinho
Isabel Defensora de Jesus
Izabel Rainha de Portugal
Janeiro Fevereiro de Março Abril
João Bispo de Roma
João Cara de José
João Cólica
João da Mesma Data
João de Deus Fundador do Colto
João Meias de Golveias
João Pensa Bem
João Sem Sobrenome
Joaquim Pinto Molhadinho
José Amâncio e Seus Trinta e Nove
José Casou de Calças Curtas
José Catarrinho
José Machuca
José Maria Guardanapo
José Padre Nosso
José Teodoro Pinto Tapado
José Xixi
Jovelina Ó Rosa Cheirosa
Jotacá Dois Mil e Um Juana Mula
Júlio Santos Pé-Curto
Justiça Maria de Jesus
Lança Perfume Rodometálico de Andrade
Leão Rolando Pedreira
Leda Prazeres Amante
Letsgo Daqui (let's go)
Liberdade Igualdade
Fraternidade Nova York Rocha
Libertino Africano Nobre
Lindulfo Celidonio Calafange de Tefé
Lynildes Carapunfada Dores Fígado
Magnésia Bisurada do Patrocínio
Manganês Manganésfero Nacional
Manolo Porras y Porras
Manoel de Hora Pontual
Manoel Sovaco de Gambar
Manuel Sola de Sá Pato
Manuelina Terebentina
Capitulina de Jesus Amor Divino
Marciano Verdinho das Antenas Longas
Maria Constança Dores Pança
Maria Cristina do Pinto
Magro Maria da Cruz Rachadinho
Maria da Segunda Distração
Maria de Seu Pereira
Maria Felicidade
Maria Humilde
Maria Máquina
Maria Panela
Maria Passa Cantando
Maria Privada de Jesus
Maria Tributina Prostituta Cataerva
Maria-você-me-mata
Mário de Seu Pereira
Meirelaz Assunção
Mijardina Pinto
Mimaré Índio Brazileiro de Campos
Ministéio Salgado
Naida Navinda Navolta Pereira
Napoleão Estado do Pernambuco
Napoleão Sem Medo e Sem Mácula
Natal Carnaval
Natanael Gosmoguete de Souza
Necrotério Pereira da Silva
Novelo Fedelo
Oceano Atlântico Linhares
Olinda Barba de Jesus
Orlando Modesto Pinto
Orquerio Cassapietra
Otávio Bundasseca
Pacífico Armando Guerra
Padre Filho do Espírito Santo Amém
Pália Pélia Pólia Púlia dos Guimarães Peixoto
Paranahyba Pirapitinga Santana
Penha Pedrinha Bonitinha da Silva
Percilina Pretextata
Predileta Protestante
Peta Perpétua de Ceceta
Placenta Maricórnia da Letra Pi
Plácido e Seus Companheiros
Pombinha Guerreira Martins
Primeira Delícia Figueiredo Azevedo
Primavera Verão Outono Inverno
Produto do Amor Conjugal de Marichá e Maribel
Protestado Felix Correa
Radigunda Cercená Vicensi
Remédio Amargo
Renato Pordeus Furtado
Ressurgente Monte Santos
Restos Mortais de Catarina
Rita Marciana Arrotéia
Rocambole Simionato
Rolando Caio da Rocha
Rolando Escadabaixo
Rômulo Reme Remido Rodó
Safira Azul Esverdeada
Sansão Vagina
Sebastião Salgado Doce
Segundo Avelino Peito
Sete Chagas de Jesus e Salve Pátria
Simplício Simplório da Simplicidade Simples
Soraiadite das Duas a Primeira
Telesforo Veras
Tropicão de Almeida
Última Delícia do Casal Carvalho
Último Vaqueiro
Um Dois Três de Oliveira Quatro
Um Mesmo de Almeida
Universo Cândido
Valdir Tirado Grosso
Veneza Americana do Recife
Vicente Mais ou Menos de Souza
Vitória Carne e Osso
Vitimado José de Araújo
Vitor Hugo Tocagaita
Vivelinda Cabrita
Voltaire Rebelado de França
Wanslívia Heitor de Paula
Zélia Tocafundo Pinto

  • Agora alto e em bom som, grite o seu nome com orgulho!