Kibon sabor Apple.

A promoção que marcou a infância de muita gente, a do palito premiado, volta neste verão com um sinal dos tempos: sai o palitinho de madeira pirografado e entra um tocador de MP3 iPod Shuffle, congelado, dentro do picolé Kibon.

Para incrementar a promoção que existe há 20 anos, a Unilever distribuirá 10 mil iPods a partir de terça-feira, dia 18. Eles serão colocados dentro de embalagens patenteadas, feitas de silicone e fibra de vidro, que imitam a textura do picolé de frutas. A empresa afirma que o consumidor não conseguirá perceber a diferença entre o sorvete verdadeiro e a embalagem em que estará o iPod apenas com o toque.

"Um dos maiores desafios dessa promoção foi garantir que o consumidor não percebesse essa diferença", afirma Patrícia Borges, gerente de marketing da Kibon. "Outra foi fazer com que o iPod continuasse funcionando, mesmo depois de congelado a -30ºC."

Para isso, a empresa trabalhou com a Apple, fabricante do iPod, nos últimos oito meses. Tocadores iam do depósito da Apple em Vitória para São Paulo e seguiam para Recife, onde fica a fábrica de picolés. Lá, entravam na linha de produção, eram congelados e depois seguiam para a cadeia de distribuição, indo e vindo sob temperaturas negativas por mais alguns meses, por diversas partes do país.

No total, a empresa investiu R$ 12 milhões e espera, mais do que aumentar as vendas, gerar propaganda boca-a-boca. Se for comprado na loja, um iPod shuffle custa R$ 500 em média.
Risco

"Na verdade, estamos correndo um risco porque a promoção do palito premiado é um porto seguro, na qual sabemos exatamente o que vai acontecer", diz Borges. "A mecânica do iPod é muito mais complexa, mas deve causar mais barulho."

Além da divulgação, a empresa espera reduzir os gastos que tem com o pagamento de prêmios não resgatados. Hoje, metade dos 3 milhões de palitos premiados não é trocada e, mesmo assim, a empresa tem de recolher o valor dos sorvetes à Caixa Econômica Federal (como determina a lei), algo como R$ 2,1 milhões ao ano.

Além do iPod, o consumidor que comprar o picolé premiado terá direito ao sorvete que comprou. Ele será entregue em sua casa, com os fones do tocador de MP3, manual e garantia. Para isso, deverá ligar para o 0800 da promoção.

A campanha iPod no palito começa na semana que vem e será realizada durante todo o verão, período que responde por 70% das vendas da Kibon. A empresa é líder de mercado, com 60% das vendas.

Agora é só ter a sorte de ser contemplado, sera que eu consigo. . .

Eu, Etiqueta.

Em minha calça está grudado um nome, que não é meu de batismo ou de cartório, um nome... estranho.
Meu blusão traz lembrete de bebida que jamais pus na boca nessa vida, em minha camiseta, a marca de cigarro que não fumo, até hoje não fumei.
Minhas meias falam de produto que nunca experimentei, mas são comunicados a meus pés. Meu tênis é proclama colorido de alguma coisa não provada, por este provador de longa idade.
Meu lenço, meu relogio, meu chaveiro, minha gravata e cinto e escova e pente, meu copo, minha xícara, minha toalha de banho e sabonete, meu isso, meu aquilo, desde a cabeça ao bico dos sapatos, são mensagens, letras falantes, gritos visuais, ordens de uso, abuso, reincidências, costume, hábito, premência, indispensabilidade, e fazem de mim homem-anúncio itinerante, escravo da matéria anunciada.
Estou, estou na moda!!!.
É doce andar na moda, ainda que a moda seja negar minha identidade, trocá-la por mil, açambarcando todas as marcas registradas, todos os logotipos do mercado.
Com que inocência demito-me de ser Eu que antes era e me sabia tão diverso de outros, tão mim mesmo, ser pensante sentinte e solitário com outros seres diversos e conscientes de sua humana, invencível condição.
Agora sou anúncio, ora vulgar ora bizarro, em língua nacional ou em qualquer língua (Qualquer principalmente), e nisto me comprazo, tiro glória de minha anulação.
Não sou – vê-lá – anúncio contratado. Eu é que mimosamente pago para anunciar, para vender em bares, festas, praias, perolas, piscinas, e bem à vista exibo esta etiqueta global no corpo que desiste de ser veste e sandália de uma essência tão viva, independente, que moda ou suborno algum a compromete. Onde terei jogado fora meu gosto e capacidade de escolher, minhas idiossincrasias tão pessoais, tão minhas que no rosto se espelhavam e cada gesto, cada olhar, cada vinco da roupa resumia uma estética.
Hoje sou costurado, sou tecido, sou gravado de forma universal, saio da estamparia, não de casa, da vitrine me tiram, recolocam, objeto pulsante mas objeto que se oferece como signo de outros objetos estáticos, tarifados. Por me ostentar assim, tão orgulhoso de ser não Eu, mas artigo industrial, peço que meu nome retifiquem. Já não me convém o título de homem. Meu nome novo é Coisa.
Eu sou a coisa, coisamente.
- > Ouça Paulo Autran citando em audio este favorito meu. [ Aqui ]

Luto - Paulo Autran.


----------Paulo Paquet Autran (Rio de Janeiro, 7 de setembro de 1922 — São Paulo, 12 de outubro de 2007) foi um importante ator brasileiro de teatro, cinema e televisão.
----------Paulo Autran mudou-se cedo para São Paulo, onde passou a maior parte de sua vida. Estudou Direito na capital paulista por influência do pai - que era delegado de polícia - e formou-se na Faculdade de Direito do Largo São Francisco em 1945, inicialmente pensando em ser diplomata. Desapontado com a profissão de advogado, participou de algumas peças teatrais amadoras, tendo sido convidado a estrear profissionalmente com a peça Um Deus dormiu lá em casa, com direção de Adolfo Celi, no Teatro Brasileiro de Comédia (TBC). No começo relutou, afirmando não ser ator profissional. Entretanto, após receber o incentivo de sua grande amiga Tônia Carrero, famosa atriz brasileira, aceitou o desafio. A peça, que estreou para o grande público no dia 13 de dezembro de 1949, tornou-se um grande sucesso, rendendo inclusive alguns prêmios para o jovem ator.Após seu primeiro êxito comercial, Autran resolveu largar a advocacia e passou a se dedicar exclusivamente a carreira artística, dando prioridade ao teatro, sua grande paixão. Chegou a atuar em alguns filmes e telenovelas, mas é no palco que desenvolve sua arte e se tornou conhecido, vindo a receber a alcunha de "O Senhor dos Palcos".
----------No entanto, será sempre lembrado por suas memoráveis atuações na TV e no cinema. Em especial, por sua participação em Terra em Transe, clássico de Glauber Rocha.Durante sua carreira, estabeleceu importantes parcerias. Entre elas, com diretores como Adolfo Celi, Zbigniew Ziembiński e Flávio Rangel; e atrizes, como Tônia Carrero e Karin Rodrigues. Estreou seu 90º espetáculo em 2006, a peça O avarento, de Molière.No último ano antes de sua morte ele havia passado por diversas internações, por conta de um câncer de pulmão. O tratamento (com radio e quimioterapia) não o impediu de seguir atuando em "O Avarento" - e nem de seguir fumando, até 4 maços de cigarro por dia.
----------Esse texto acima todo encontra-se no Wiki, mas acredito que teriamos mais a falar, Autran nos deixa no dia em que as crianças dizem feliz, 'otimo dia'. E para os que contém Fé dia de Nossa Senhora Aparecida. Até para um dia virar uma estrela lembrança Autran acertou. Deixará saudades, lembranças e um legado que todos os novos seguidores de serem uma pessoa melhor irão levar adiante.

Já privatizado.







5's de setembro de...

----------Apesar que tirarmos o dia para falar em algo em particular, acredito que varios outros acontecimentos foram importantes em suas épocas, respeitando assim a sede em curiosidade de todos, vemos tudo e todos que de alguma maneira deixaram sua marca neste dia de outras épocas.
1905 - O Tratado de Portsmouth acabou com a guerra entre o Japão e a Rússia. As Ilhas Sakalinas ficaram sob domínio japonês. [+ Aqui]
1958 - O livro Doutor Jivago, de Boris Paternak, foi publicado nos Estados Unidos. A obra viraria filme do diretor David Lean. [+ Aqui]
1960 - O boxeador Cassius Clay, que mais tarde mudaria seu nome para Muhammad Ali, ganhou a medalha de ouro no Olimpíada de Roma. [+ Aqui]
1972 - Na Olimpíada de Munique, terroristas palestinos invadiram o alojamento dos atletas israelenses, provocando a morte de onze integrantes da delegação. [+ Aqui]
1981 - O atleta João do Pulo conquistou a medalha de ouro em salto triplo na III Copa Mundial de Atletismo, realizada em Roma. [+ Aqui]
1982 - O Legião Urbana realizou seu primeiro show. A banda foi uma das nove atrações do festival Rock promovido pela Festa Nacional do Milho, no Parque de Exposições de Pato de Minas, Minas Gerais. [+ Aqui]
1997 - A madre Teresa de Calcutá morreu, aos 87 anos, de parada cardíaca. Ela ganhou prêmio Nobel da Paz por ajudar pobres na Índia. [+ Aqui]
Imagem da serie de Vítor Cid por ©1000imagens.com

O Antigo nazismo na atualidade.

Casas incendiadas, animais de estimação abatidos e visitantes afugentados: assim é a vida em Jamel, na Alemanha Oriental. Há anos, é controlada pelos neonazistas que ali habitam. Até o prefeito diz ter desistido.
----------Os políticos levaram 15 anos para chegar lá - mas em 20 minutos viram tudo o que precisavam. Escondida sob guardas chuvas, a delegação do parlamento estadual de Mecklenburgo-Pomerânia Ocidental caminhou pelas vielas lamacentas da aldeia. O ministro do interior estadual, Lorenz Caffier, e seu grupo ouviram descrentes as histórias do prefeito -histórias sobre visitantes afugentados, casas incendiadas, animais empalados na cerca do jardim e tiros nas florestas.
----------Os políticos tinham vindo visitar Jamel, um pequeno vilarejo nas planícies frias do norte da Alemanha, perto da costa do mar Báltico. Queriam ver com os próprios olhos se os rumores eram verdadeiros - se Jamel de fato estava sob controle de neonazistas.
----------Eles usaram palavras como "assustador" e "deprimente" para descrever o que viram e ouviram e prometeram criar uma "ampla estratégia contra a direita". Quando partiram da aldeia naquele dia triste de janeiro, um homem filmou os estranhos visitantes da porta de sua casa. Era Sven K., de 30 anos - demolidor famoso por ser neonazista.
"Tudo da direita"
----------Pessoas como Sven K. - e seus amigos e familiares - são a razão pela qual o prefeito, Uwe Wandel, diz: "Desistimos de Jamel". Wandel, 49, é prefeito de Gägelow há apenas seis meses. Suas palavras, longe de soarem resignadas, parecem mais uma análise factual. Nem um único banco se dispõe a emitir créditos para projetos em Jamel, diz ele. De fato, um plano de reconstrução desenvolvido para a cidade há anos vem juntando poeira desde então.
----------Wandel estima que mais da metade das três dúzias dos moradores da aldeia seja de radicais de direita. "Aqui é tudo da direita", diz ele, apontando sua caneta para o mapa da aldeia fornecido pelo GoogleEarth. "Sim, você pode dizer que desistimos", ele diz novamente acenando com a cabeça, como se expressasse aprovação por sua própria avaliação da situação.
----------Wandel talvez não esteja há muito tempo no cargo, mas mora na região desde 1983 e conhece bem demais a história de Jamel. Nada do que contam é exagero, enfatiza.
----------Começou em 1992, no dia 19 de abril - domingo de páscoa. Cerca de 120 neonazistas ergueram a Reichskriegsflagg, um símbolo usado pelo partido nazista de Hitler, em frente a uma casa de fazenda antiga no final da Forstrasse. Eles queriam celebrar o 103º aniversário de nascimento de Hitler. "Vamos expulsar vocês a fogo", teriam dito os radicais de direita à família G., ao lado. A família havia reclamado anteriormente da música neonazista constante e pagou um preço alto pelas reclamações: invasões e pneus rasgados foram o início. Depois, um dia, encontraram suas galinhas mortas penduradas na cerca do jardim.
Festejando com os nazistas
----------No domingo de páscoa de 1992, a família se entrincheirou dentro da casa. O prefeito na época, Fritz Kalf, estava lá, armado. Quando a polícia foi chamada, apenas quatro policiais apareceram - e não ousaram entrar na casa onde os nazistas estavam festejando. Mais tarde, três dúzias de policiais apareceram e puseram fim à festa, mas não antes das portas e janelas da casa da família G. terem sido destruídas, junto com o carro de Kalf. Os culpados sumiram na escuridão. De fato, o único a ser multado naquela noite foi o prefeito - por porte de arma sem permissão.
----------O que se seguiu parece uma cronologia do terror - terror contra qualquer um que pensasse em se mudar para este canto aparentemente pacífico e remoto.
----------A família G. se segurou por mais três anos, antes de deixar a aldeia para sempre. Surgiram pessoas interessadas pela casa, mas foram rapidamente afugentadas. A casa em Forstrasse 10 foi incendiada pela primeira vez em 1996. Depois, houve uma invasão e a mobília foi destruída. Depois, há poucos anos, um casal estrangeiro decidiu gastar milhares de euros para reformar a casa - apesar de ser recebido com palavras "caiam fora" pichadas na parede. No dia em que planejavam se mudar, a casa foi incendiada novamente. Exasperados, desistiram.
----------Não foi o único caso de incêndio criminoso. Quando dois potenciais compradores foram ver uma casa nos limites da cidade, ela também foi incendiada na noite seguinte. Um alcoólatra local assumiu a responsabilidade, mas ninguém acreditou. Seu julgamento terminou em absolvição.
O Kommandant
----------Em 1996, a casa de fazenda de 200 anos, onde o aniversário de Hitler havia sido celebrado quatro anos antes, foi condenada por "razões de segurança". Sven K. e sua família deixaram a aldeia temporariamente, mas logo retornaram e mudaram-se para uma casa próxima. Um novo proprietário quis renovar a casa de fazenda decrépita e abrir uma pousada aconchegante. Não demorou para a idéia ser engavetada, e o homem, afugentado por ameaças e vandalismo.
----------Depois, na primavera de 2003, caçadores informaram que tinham visto um grupo neonazista treinando nas florestas perto de Jamel. Tempo considerável se passou antes da polícia ler o relatório. Vários meses depois, os policiais ainda encontraram cartuchos de balas no fundo das trincheiras no campo de batalha e um cartaz dizendo "Cuidado! Armas de fogo em uso! O Kommandant". Eles descobriram um jipe camuflado em Jamel, decorado com símbolos usados pelo Wehrmacht sob Adolf Hitler. Dentro havia armas de ar comprimido e pistolas.
----------Sven K. é o "Kommandant". Em abril de 2004, os exercícios militares na floresta levaram-no a ser acusado de "formação de grupo armado". Não era a primeira vez que rompia a lei. A promotoria perdeu a conta de quantas vezes Sven K. foi objeto de investigação criminal - o Departamento de Polícia em Schwerin diz, meramente, "inúmeras vezes". Ele foi acusado de invasão de domicílio, roubo e uso de símbolos proibidos, como a suástica - e foi condenado várias vezes. Ele também é acusado de ter instigado um ataque neonazista contra um grupo de jovens na Alemanha Ocidental.
----------As suásticas vistas em uma sinalização de Jamel há pouco tempo desapareceram. "Isso é deles, aquilo também", diz o prefeito Wandel, apontando para as poucas casas da Forstrasse. Vários carros estacionados nas garagens têm as palavras "Rapazes para o trabalho duro" em letras góticas. Um carro tem um adesivo que diz: "Não reclame, lute!"
----------Como na visita em janeiro pelos políticos, a chuva faz o entorno que é agradavelmente verde parecer deprimente. Não se vê ninguém. Baldes plásticos e pás estão jogados no parque infantil no meio do contorno no limite da cidade. A casa de fazenda é uma ruína, com o telhado parcialmente desmoronado e o terreno está cheio de lixo.
----------Em setembro de 2006, a casa foi vendida em um leilão por 18.000 euros (em torno de R$ 50.000). Sven K. fez uma oferta, mas o preço ficou alto demais para ele. O novo proprietário logo entrou em contato com a polícia; estava assustado. "Ele queria dar uma olhada em sua nova propriedade e estava com medo de ir para Jamel sozinho", lembra-se Klaus Wiechmann, porta-voz do departamento de polícia em Schwerin. O novo proprietário eventualmente visitou a ruína sinistra escoltado por patrulhas. Ainda não se sabe quais são seus planos para a propriedade.
A poucos metros da casa de fazenda, madeira e lixo estão empilhados formando um quadrado, no limite da estrada da aldeia, para serem queimados em uma das fogueiras periódicas - e ilegais - dos moradores.

Resgatar a aldeia dos neonazistas
----------"Bem, você sabe, é assim nas pequenas aldeias. As pessoas fazem fogo aqui de vez em quando", diz Horst Lohmeyer, dando de ombros. Ele e sua mulher Birgit moram em Jamel há mais de três anos. Os Lohmeyer não têm nada a ver com o extremismo de direita. O músico, com cabelos grisalhos compridos e as insígnias da Alemanha Oriental em suas lapelas, construiu seu lar em um albergue do século 19, nos limites da cidade, com sua mulher, uma escritora. Eles querem eventualmente fazer do celeiro um centro cultural. Lentamente, começaram a entender, há alguns anos, que Jamel era considerada uma aldeia neonazista, mas não deixaram que isso os desanimasse. "Nunca fomos ameaçados", diz Lohmeyer, que nunca teve que lidar com Sven K.
----------E não havia razão para isso. Os Lohmeyer moram ligeiramente fora do centro, na parte da aldeia abrigada por enormes árvores de tília e borbo - que o prefeito acredita não ser dominada por radicais de direita.
----------Apesar dessa distância saudável, os Lohmeyer não querem deixar o lugar para os neonazistas. O casal organizou um pequeno festival de música em sua propriedade, no início de julho, trazendo bandas de rock, música latina e folk para se apresentarem em um pequeno palco atrás do albergue. O tempo estava ruim, e apenas 100 pessoas fizeram a viagem para a aldeia remota - "mas foi um bom começo", diz Horst Lohmeyer.
Tarde demais?
----------Ainda mais porque tudo ficou calmo - nem os militantes de direita nem os de esquerda foram até a aldeia. Sven K., preocupado que antifascistas de esquerda pudessem usar o festival como cobertura para lançar um ataque, enviou um vigia para observar o evento. Como não apareceram militantes, o próprio Sven foi até lá tomar uma cerveja com sua família no dia seguinte - "com as crianças e tudo, completamente normal e pacífico", lembra-se Lohmeyer.
----------Talvez o concerto marque um novo início para Jamel, e talvez o mesmo possa ser dito da visita simbólica, há muito devida, pelos políticos. Jamel ficou mais tranqüila. "Nenhuma investigação está ocorrendo presentemente, nem por crimes políticos nem por crimes normais", diz um porta-voz da polícia. A polícia aumentou sua presença em Jamel há anos, enfatiza.
----------O prefeito Wandel, entretanto, sabe que a calma pode ser enganosa. Afinal, os radicais de direita efetivamente controlam a cidade. Depois de sua breve visita em janeiro, o político Robert Nieszery advertiu que "a única razão pela qual Jamel está tranqüila é porque a cidade é habitada quase exclusivamente por neonazistas".
Tradução: Deborah Weinberg
Visite o site do Der Spiegel

50 anos de Kombi.



----------Nascida na bossa nova, foi protagonista do movimento hippie dos anos 60, viveu os anos da ditadura, do militarismo e assistiu ao nascimento da democracia brasileira. Em todos estes anos, a Kombi presenciou o fechamento e a abertura do mercado de veículos, acompanhou de perto a chegada dos novos competidores deste mercado sempre alheia às crises e inconstâncias do setor...[continue lendo aqui.]

Novidade boa na UFRGS.

Versão de bolso bem acessivel aos vestibulandos. [aqui]

----------O livro Dois irmãos, do escritor Milton Hatoum, entrou para a lista do último vestibular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS. É a primeira vez que a maior universidade pública do Rio Grande do Sul coloca em seu concorrido vestibular obras de autores ainda vivos como leituras obrigatórias. Além de Hatoum, há Lygia Fagundes Telles e Luiz Antonio de Assis Brasil.
----------Milton Hatoum é também autor dos livros Relato de um certo Oriente e Cinzas do Norte ( pela Companhia das Letras), com o qual conquistou, pela terceira vez, o troféu Jabuti como livro do ano na categoria ficção. Além de escrever mensalmente para a coluna Norte da revista EntreLivros.
----------O enredo deste romance tem como centro a história de dois irmãos gêmeos - Yaqub e Omar - e suas relações com a mãe, o pai e a irmã. Moram na mesma casa Domingas, empregada da família, e seu filho. Esse menino - o filho da empregada - narra, trinta anos depois, os dramas que testemunhou calado. Buscando a identidade de seu pai entre os homens da casa, ele tenta reconstruir os cacos do passado, ora como testemunha, ora como quem ouviu e guardou, mudo, as histórias dos outros. Do seu canto, ele vê personagens que se entregam ao incesto, à vingança, à paixão desmesurada. O lugar da família se estende ao espaço de Manaus, o porto à margem do rio Negro: a cidade e o rio, metáforas das ruínas e da passagem do tempo, acompanham o andamento do drama familiar. (veja mais e leia um trecho aqui)

Da serie Hahaha. [1]

Lula ignora escândalos e diz que PT é o mais ético - [aqui]

Atualizando.

----------Pois é, voltando a ativa com o Pub que mais faz sucesso no mundo blogueiro. (e muito modesto alias.) Júlio Moraes está de volta atualizando o blog que fala de tudo e nada ao mesmo tempo. Como por exemplo no post abaixo um otimo vídeo que tiraram do ar. Triste mas procurarei novamente. Estou aqui para mandar beijos e liberar parabéns.

---------Parabéns a todos os blogs que fazem parte da minha lista da blogsfera que sempre continuem firmes e fortes blogando. E agradecendo indicações como o Blog Cinco Estrelas indicado pela linda orkuteira e administradora do Lip's Upgrade , e também ao blogs Bla-Blaismo e O Cartel pela indicação de Power do Schmooze. O máximo em premiações para o Juliu's Pub não vem apenas de cada pedaço da significação individual de cada, mas sim de todos os blogueiros que indicaram e acham que o este blog merece, muito obrigado mesmo.

----------E pelas minhas passeadas pelos blogs, vi bastante novidade, uma do Bla-Blaismo otima que se chama Entre-Blogs, eis o que é:
Consiste em discutir um post atraves de um dois ou mais blogs. Você pode
concorda, discordar ou complementar o texto. Vou exemplificar, para facilitar a compreensão: o blog X escreveu sobre... sobre... ahn... o uso de animais em testes de laboratórios. O blog Y pode fazer um post concordando ou discordando ou complementando esse texto. Veja bem, isso vai acontecer em seus respectivos blogs. Não vai ser criado um blog especialmente para isso.

----------Então por enquanto é isso, vamos as postagens....

A Noiva e o Bolo.

----------Estou um pouco afastado do blog com alguns projetos e afins, mas estarei voltanto em breve, enquanto isso estou recebendo indicações de visitantes bem bacanas. Geralmente não aprovo video em blog, mas esse eu abri excessão por ser uma peça exclusiva de internet. Ainda pelo menos(hehe). Bom a Carla Pernambuco lança no dia 28 o livro dela e da Carolina Brandão, "As Doceiras", com vários textos de "doceiras fictícias". Um desses textos foi encenado pela Marisa Orth e o resultado está aí em baixo. Hilário!

InsectolandiaMazonico.




----------Expedição desbrava área quase inexplorada da Amazônia e descobre animais como este inseto, que na imagem caminha sobre uma folha de papel. Sinceramente poderemos dizer que é um E.T. ou então um insete raver...hehe. Mas até que é simpatico não é mesmo?

Parecido; á dois.


Gêmeos, direito-avesso,
Casal ou bifurcação,
Plágio, fraude, duplicata,
Eco e simulação,
Duplo, traslado, sombra,
O dobro ou outra porção,
Par, xifópagos, empate,
Ou espelho ou negação,
Igualdade, paridade,
Parelha e reprodução
Sinônimo ou talvez homônimo,
Rima e aliteração
Tautologia, alter ego,
Simulacro, transcrição
Cara escarrada, decalque,
Carbono ou outra edição
Tal e qual, da mesma forma,
Par, clone, transcrição.
Trocadilho biológico,
Duplo com a mesma extensão
Cópia, fax, xerox,
A vida em repetição.

Imagem por Olga Gouveia por ©1000imagens.com

O iPhone e o Brasil.



----------Realmente fiquei bem relutante a fazer este post, mas tenho que divulgar a verdade. A historia é mais ou menos assim. Quem mora em São Paulo e gosta bastante de rádios atuais, está ouvindo nos últimos meses uma batalha da radio 89FM versus MIX FM. A Luta no caso é por conta de um aparelho novo da Apple chamado iPhone, este PC/Celular de mão da Apple realmente é inovador, diferente e até bem inteligente. Mas a questão de ser novidade, infelizmente, peca por aqui...
----------As rádios estavam em disputa, pois a 89FM estava sorteando o iPhone para nós míseros mortais off usa, e a MIX com audiência um pouco abatida por conta da promoção resolver criar uma campanha de "não funciona no Brasil". Na verdade é tudo bem interessante de se ouvir uma batalha de comunicação e também a necessidade das rádios conquistarem seus ouvintes. Mas vamos ao problema real.
----------Com tudo isso acontecendo resolvi dar uma pesquisada melhor sobre o aparelho. Afinal funciona ou não no Brasil? Com essa pergunta vasculhei sites internacionais por todas as línguas, e achei fatos, mitos, contos e até piadas sobre o assunto. Mas um definitivo me chamou a atenção; The New York Times, onde o jornalista David Pogue obteve o privilégio de testar o iPhone por completo, mostrando todos as lindas e maravilhosas funções do aparelho, e no mesmo teste me mostrou a verdade também... A resposta é até meio difícil de dar pela minha pessoa que é adepta a maçã verde norte americana. Mas infelizmente... não.
----------O iPhone não funciona no Brasil. Sinto muito caro leitor. Mas não fique tão revolto comigo leitor amigo. (olha rimou). Direi o porque não funciona em nosso amado país.

----------Não vou listar, pois todos que visitarem por aqui acabariam indo direto a lista e isto não é legal, não é mesmo, irei detalher o por que de cada itém. Bom, o primeiro fator de não funcionar no Brasil - e particularmente o único atual - é que o aparelho criado por Steve Jobs é de exclusividade da mega-companhia AT&T ou seja, apenas países que esteja ao alcance da empresa de telefonia, poderá realmente ver o seu iPhone funcionando em seu total glamour. Agora continuarei a lista de inconveniências sobre o iPhone; O segundo problema do aparelho é que a bateria dele não é removível, sim você leu direito. Mas Julio do céu, menino, o que eu faço se der problema ou então acabar a vida útil do aparelho? Simples, a Apple garante que a bateria não irá dar problemas - a não ser claro que você, querido visitante, seja meio desastrado como a pessoa que vos escreve e, simplesmente o deixa cair no floor, ai danou-se - o que devemos fazer é, a cada 2 (dois) anos entregar o aparelho a Apple (Sim. Lá nos Estados Unidos) para eles trocarem para ti a bateria e devolverem o aparelho.

----------Mas calma lá, tem mais... A terceira maior falha tecnológica atual (e talvez a menos, na minha opinião, importante) é que o aparelhinho não tem entrada para cartões de memória... - Ploft - ... opa, alguém ajuda o rapaz do TI se recompor, obrigado. É, para uma novidade da Apple realmente deixa a desejar um pouco, mas ces't la vie, é a tecnologia a função, sempre, em primeiro lugar, e talvez o único atual, da própria empresa.

Até a proxima.

Procura da Luz.

----------Talvez, no infinito do universo, houvesse um rei dos arco-íris? Se bem que ela não podia imaginar como seria o tal rei dos arco-íris. Mas o universo era tão grande e tão maravilhoso que talvez, em algum minúsculo planeta, a galáxias de distância, existisse um rei dos arco-íris!

----------A ponte ficou para trás e as cores do arco-íris confundiram-se com o deprimente cinza do céu. Nuvens negras acumulavam-se sobre a cidade e a chuva caía tão forte que o pára-brisas mal conseguia vencer as águas diluviais. O crepitar das gotas sobre o teto do carro assemelhava-se a um longínquo trovejar

Imagem da série de Armindo Dias por ©1000imagens.com.

HItler ao som judeu.


HappyHour - Ano 2 Ed. 4
----------Discos resgatados do bunker de Hitler no fim da Segunda Guerra Mundial e esquecidos até recentemente indicam que o ditador nazista gostava de ouvir músicas de artistas judeus.Os discos foram redescobertos pela filha de um general soviético responsável pela evacuação do bunker em Berlim depois da rendição alemã.
----------Entre as gravações estão, como se podia esperar, obras de Ludwig van Beethoven e Richard Wagner, o compositor preferido do "Führer".Mas também há surpresas como composições dos russos Tchaikovski ou Rachmaninov, que eram considerados pelo próprio regime nazista como "membros de uma raça inferior".Um álbum contém até gravações de obras de Tchaikovski executadas pelo violinista polonês Bronislav Huberman, de origem judaica.
----------Há também uma interpretação do pianista austríaco Artur Schnabel, que era judeu. Schnabel deixou a Alemanha em 1933, e sua mãe morreu em um campo de concentração.A autenticidade dos discos é comprovada por uma etiqueta numerada com a palavra "Führerbunker" colada em cada um deles.Vários dos discos ainda estão intactos e foram descobertos no sótão da casa do general Lev Besymenski depois de sua morte, em junho passado.Sua filha, Alexandra Besymenski, disse à revista alemã Der Spiegel que acha uma "horrível hipocrisia" que Hitler tenha escutado música de artistas judeus e russos enquanto dizimava milhões de pessoas de origem judaica e eslava.
----------O ditador apreciava as composições apesar de ter reiterado em várias ocasiões que "não existe e nunca existiu uma cultura judaica." Alias o que faz me lembrar do Bush e Iraque: "Precisamos salvar aquele povo", acho que neste caso devemos ler, "precisamos salvar o petróleo, daquele povo..."

Globo e censura, você vê por lá.


----------Pois é caro amigo leitor, o problema deste país não se ressume apenas aos políticos, mas também aos que se sentem donos do mundo. Pelo menos do mundo da mídia. Não aprovo qualquer tipo de falta de bom senso quanto a atrapalhar um jornalista trabalhando, mas acima disso não concordo com a falta de respeito com qualquer ser humano, liberdade de expressão ainda é valido neste país. a Rede Globo de televisão acabou de mostrar mais uma garra de sua pervertida falta de noção com o próprio publico em geral e veta qualquer tipo de opinião que o próprio publico venha a manifestar em qualquer um de seus meios. Patética e ridícula é sua atuação no mercado da mídia, hipócritas e narcisistas são seus dirigente, e poderia criar até mais algo a dizer, mas o que vale é que eu particularmente nunca fui com a sua cara Sr. "dono da tv" Globo. Antes de tudo tenho fundos para tudo isso, mas deixo que todos tiram suas próprias conclusões, afinal é a grande massa que faz a mesma estar de pé. Decadência é o que essa rede de televisão irá trazer ao país.

----------Vamos lá a todos, doar ao Criança Esperança, que alias a muitos anos atrás nem sabíamos para onde ia o dinheiro. Vamos assistir às novelas que estão bem mais no estilo “clone”, para mim estão todas iguais. Vamos assistir a liberdade de escolhas em big brothers, criando narcisistas com QI abaixo de 50, ou então melhor ainda engolir o jornalismo pré-disposto a mostrar tudo e ao mesmo tempo, falar o que der na telha. Ha sim e ser falar no santo canonizado pela própria emissora como Frei Galvão Bueno. Apelo aos navegantes, veja tv com sabedoria.
----------Foi-se um tempo onde televisão era apenas uma diversão.
Inspirado por:
Produtor da Globo puxa pelo braço homem que fez "dança do siri" no "SPTV"

----------Um produtor da Globo puxou pelo braço um rapaz que fez a "dança do siri" no momento em que a repórter Zelda Mello falava, ao vivo da estação Tatuapé, sobre a greve do metrô, na semana passada. A Globo diz que qualquer um que desviar a atenção do telespectador será abordado. Confira o vídeo aqui.

Júlio Moraes Entrevista Negão Internauta.

----------Olá visitante do Pub, postando mais uma entrevista, super aguardada alias pelas massas. Gostaria de agradecer todos os contatos e comentários, e dizer que SIM, demoro mas respondo. Ainda convido a todos também a indicar blogueiros para entrevistar, e poderá ser até você. Por que não? Clique no link de contato, e "...façamos, vamos blogaarrr".

----------O próximo entrevistado veio com sua personalidade criada especialmente para o mundo blogueiro, e com isso nos mostra como um blogue funciona para pessoas que as vezes querem ajudar, mas obtém um certo receio de manifestar psicologicamente as ideias originais de seu criador. Leia, aprenda, e divirta-se com nosso próximo entrevistado. Vale lembrar que hoje tem open bar na geladeira mais próxima de você, e comentários são bem vindos, assim como perguntas para o entrevistado. Divirta-se.

Raio X --------------------

Nome: Jonathan Estrela / Negão Internauta
Cidade: Cascavel - PR
Ocupação: Estudando Universitário, Pequeno Empresário.
Blog: Negão Internauta™
Assunto: Cotidiano e ficção com um pouquinho de humor
Layout: Gecko Fly, totalmente modificado por mim.

Júlio Moraes: Por que blog?
Negão Internauta: Já tive um fotolog, mas não sou nada fotogênico, então ele era meio inútil. Seria muito difícil pra mim atingir outra mídia, senão a internet. Foi então que descobri o Blogger, gratuito e fácil. Me apaixonei de primeira pelo formato.

JM: Há quanto tempo você tem seu blog?
NI: Desde novembro de 2006.

JM: Como surgiu o personagem "Negão Internauta"?
NI: Foi muito espontâneo. Sou negro (juro para você), e gosto do neologismo internauta, me definia muito bem. Quando comecei a blogar o nome do blog era "blog do Cirillo" (Cirillo é meu outro apelido, que agora uso como personagem do blog também), mas era muito pessoal. Então a primeira opção que veio na minha cabeça foi Negão Internauta. A partir daí o personagem foi ganhando vida própria, como é comum acontecer.

JM: Por que utilizar o personagem ao invéz do criador do mesmo?
NI: Me dá mais segurança na hora de escrever. Posso falar sobre qualquer coisa e depois dizer que "foi o Negão Internauta quem disse". Por incrível que pareça, tem atitudes do Negão que eu mesmo discordo. Acho que se eu fosse escrever o que o Jonathan Estrela (meu nome real) pensa, seria só mais um blog de poesias depressivas e opiniões pessimistas de vida.

JM: Sobre o que o Negão Internauta mais escreve?
NI: Sobre a empresa Negão Internauta Corporation. Existe até uma série de posts falando sobre os integrantes da empresa (aqui).

JM: ...e sobre o que Jonathan Estrela gostaria de escrever?
NI: Essa é difícil. No final das contas, acho que escreveria contos, crônicas, poesias toscas e coisinhas deprimentes. Até estou tentando dar mais espaço para mim no meu próprio blog, risos. Criei o Negão Internauta Classic para mim explorar meu lado sério. Mas não adianta, me sinto muito melhor falando bobeira, me sinto mais leve sendo idiota.

JM: Você acha que teria receio de escrever sobre algum assunto em particular?
NI: Tenho vários receios ao escrever. Não gosto de magoar absolutamente ninguém e fico chateado quando acontece. Então evito criar posts que ofendam qualquer tipo de pessoas. Há muito tempo tenho a idéia de criar um post falando sobre o dia-a-dia de um playboy, por exemplo. Mas isso poderia atingir pessoas com quem convivo diariamente, leitores do blog. Então evito isso.

JM: Poderiamos afirmar que o blog pode ser prejudicado por obter esse tipo de limitações de conteúdo?
NI: Sim, poderia. Afinal, muita gente acha engraçado quando se fala dos defeitos dos outros ou quando se fala sobre estereótipos (playboy, emos, políticos...). Mas por outro lado faço a minha parte para o que chamo de "convivência harmônica". Eu não ofendo ninguém esperando que não me ofendam também.

JM: Como você define o tema do blog hoje?
NI: Acho que atualmente o blog passa por uma crise de identidade, risos. Acho que no início ele era muito mais legal, mais leve. Hoje em dia falo sobre tudo, sem nem me preocupar em ser engraçado ou não. Mas já estou planejando algo para deixa-lo do jeito que eu quero: totalmente louco e sem nexo algum, para ficar parecido com a vida em si.

JM: Como você vê o futuro do Negão Internauta hoje?
NI: Estou muito otimista. Tenho ótimos amigos no mundo dos blogs. Tenho milhares de planos e coisas legais em mente, só esperando por um tempo livre para colocar em prática (faço faculdade de Engenharia Civil, algo que "come" todo meu tempo). Mas tenho medo de colocar muita expectativa sobre algo que deveria ser apenas um hobby e acabar deixando o conteúdo a desejar, como já ocorreu algumas vezes.

JM: Sobre as experiências anteriores, foram com blogs também?
NI: Não, eu nem sabia o que era blog até criar o meu. Para mim, era tudo site.

JM: Você se preocupa com a quantidade de visitas?
NI: Antes não me preocupava, mas tive problemas técnicos que me afastaram da internet por 2 longos meses. Isso fez com que os leitores fiéis que eu tinha sumissem. Agora sinto como se estivesse começando do zero.

JM: O que te incentiva a manter o blog hoje?
NI: Desde o principio, tenho o blog para me divertir. As idéias vinham a minha cabeça, eu as escrevia e publicava, para mais tarde morrer de rir lendo e me perguntar de onde tirei aquilo. Hoje em dia o que mudou foi a disponibilidade. Mas continuo com o blog por diversão própria mesmo, e acho que é assim que deve ser.

JM: Você obteve alguma inspiração em algum blog, antes de começar a publicar o seu?
NI: Pior é que não. Eu era muito cru e não entendia nada de blogs. fui descobrindo tudo sozinho.

JM: Quais os blogs que você mais visita?
NI: Tirando os de sacanagem (oras, também sou filho de Deus) visito muito o Tio Punk, Estimulanet, Júlio Câmara, Davis Sousa e o próprio Juliu's Pub. Adoro as entrevistas, até porque conheço a maioria dos entrevistados.

JM: O que você mais gosta e mais detesta em blogs?
NI: Ao contrário de muitos, eu gosto daqueles blogs que tem só imagens engraçadas, eu do risada de qualquer coisa e me divirto com eles. Eu detesto música que começa a tocar sozinha. Música em blog é legal, mas quando começa a tocar sozinha (auto-play) é evasivo demais.

JM: Qual o seu maior sonho de vida?
NI: Atualmente o Negão sonha com seu domínio próprio, que deve chegar em breve e também sonha em pegar sua secretária gostosa (aqui). Já o Jonathan não tem grandes ambições, sonha só em se formar Engenheiro e viver no ostracismo.

Papo Mix --------------------

Blog: melhor: o meu mesmo :) Pior: o meu mesmo :(.
Mídia: melhor: internet pior: televisão aberta(Globo e afins.).
Moda: melhor: estilo próprio pior: estar sempre na moda.
Literatura: melhor: Machado de Assis Pior: Augusto dos Anjos.
Filme: melhores: O homem que copiava, V de vingança Pior: 2 Filhos de Francisco.
Música: Melhor: Mutantes Pior: Inimigos da HP.
Internet: Melhor: Google. Pior: Spam da Samara, minha conterrânea.

Espaço Aberto --------------------
----------Quero agradecer a oportunidade da entrevista, muito legal o projeto. Já havia dado uma entrevista coletiva antes(aqui), mas não tinha o mesmo objetivo. Acho um ótimo modo de interação entre os blogueiros, fazendo com que se conheçam melhor. E ao leitor, deixo claro que estou sempre disposto a ajudar no que necessário se você estiver interessado em algo do mundo blog. Sou moderador na comunidade "Eu tenho um blog" (aqui) e qualquer dúvida é só pintar por lá que o Negão sempre surge pra te ajudar. Um abraço a todos e obrigado novamente.
(Ah, sim, se alguém quiser depositar dinheiro na minha conta bancária ou se alguma mulher quiser conhecer-me melhor pessoalmente é só entrar em contato por e-mail).


----------Juliu's Pub agradece a presença de Negão Internaura e também de seu criador Jonathan Estrela, e deixa agora o espaço aberto a você, abraços e até a proxima.


Sofremos.


----------Sofremos com a precariedade dos laços amorosos. Sofremos com falta de dinheiro e tempo. Sofremos com a necessidade de suprir cada vez mais os mandatos do consumo. Sofremos com o pouco espaço para diálogo, ternura, solidariedade dentro da própria casa. Principalmente, não temos tempo ou disponibilidade para o natural exercício da alegria do afeto. Sofremos, porque queremos.


Imagem da série de Ricardo Ribeiro por ©1000imagens.com.

Primeiro de agosto de ...

1914
Começou a Primeira Guerra Mundial, com a Alemanha e a Rússia declarando guerra um ao outro e a França ordenando uma mobilização geral.

1936
A 11ª Olimpíada, realizada em Berlim, foi aberta pelo ditador nazista Adolf Hitler.

1977
Uma infiltração de gás provocou a explosão do viaduto Paraíso, em São Paulo, ferindo sete pessoas.

1981
O canal de música MTV entrou no ar nos Estados Unidos. O primeiro clipe apresentado foi Vídeo Killed the Radio Star, do grupo Buggles.

1987
Miguel Falabella assumiu a apresentação do Video Show, da Globo. Ele permaneceu no programa por 14 anos.

1992
O judoca meio-leve Rogério Sampaio venceu o húngaro Jozsef Csak e ganhou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Barcelona.

1994
O presidente Roman Herzog, da Alemanha, pediu desculpa aos poloneses pelos sofrimentos causados durante a Segunda Guerra Mundial, quando o exército nazista ocupou o país vizinho.

1996
O hipismo brasileiro ganhou uma inédita medalha de bronze. O título na Olimpíada de Atlanta foi conquistado pelos cavaleiros André Johannpeter, Luiz Felipe Azevedo e Álvaro Miranda Neto.

2004
Um incêndio atingiu um supermercado em Assunção (Paraguai), causando a morte de 346 pessoas. O fogo iniciou com a explosão de um dos fornos industriais da praça de alimentação. O dono do local e três seguranças foram presos, acusados de manterem as portas do local fechadas, impedindo os clientes de saírem.

2006
O cartunista americano Bob Thaves morreu aos 81 anos na Califórnia. Ele foi o autor da famosa tira Frank & Ernest, na qual ironizava as pequenas frustrações do cotidiano.

2007
Uma ponte de quatro pistas sobre o rio Mississipi, em Minneapolis (EUA), caiu durante o horário de pico, matando ao menos uma pessoa, segundo o site da emissora americana CNN. Vários carros e caminhões foram derrubados na água.(Aqui)

Júlio Moraes Entrevista Mirian de Paula.


----------Demoramos um pouco, mas estamos aqui com novidades. Tudo bom? Júlio Moraes, de volta com o Entrevista com Blogueiros, espero que todos estejam bem nesta época de muito frio. E agradecer todas as visitas, comentarios, visitas e indicações de entrevista. Ainda aguardo o seu contato.
----------E entrevistada de hoje é uma pessoa muito querida no mundo blogueiro e tem bastante a dizer sobre a vida, passado, familia e blog. Impressionante o quanto você pode aprender com a historia de blogueiros, e ainda perceber que varias outras ainda irão completar o album. Acredito que irá entender na entrevista, o citado. Bom todos sabem, open bar na geladeira mais proxima, e divirtam-se em perguntas, criticas, sugestões e curiosidade. E ai esta ela.
Raio X --------------------
Nome: Mirian de Paula - Bruxx
Cidade: São Bernardo do Campo/SP
Ocupação: Aposentada na área de saúde
Assunto: Resgate de minhas lembranças
Júlio Moraes: Por que blog?
Mirian de Paula: Pura curiosidade. Vi um blog de uma ex-nora, achei interessante e pensei? por que não? Não sabia nem abrir sites direito... mas fui à luta e apanhando aqui e ali... finalmente conseguindo fazer o 1° deles.
JM: Há quanto tempo você tem seu blog?
MP: O Vassourando é novinho, deve ter 2 meses.
JM: Já teve outros blogs antes?
MP: Tive um no Flog, ela até legal, mas com poucos recursos...quando tomei gosto pela coisa, fiquei mais exigente, saí buscando e achei o blogger.
JM: Por que você optou de Fotolog para Blog?
MP: Pela facilidade.
JM: Qual o tema principal do seu blog hoje?
MP: Saudosismo. Como saudosista incorrigível quie sou, achei que poderia explorar esse tema. Minhas lembranças é tudo que me move, pra que eu seja quem sou hoje. E o meu blog, é a melhor forma que encontrei, para eternizá-las.
JM: Hoje alguns blogueiros usam essa ferramenta para almejar o futuro, como é ter um blog apenas para lembranças? São boas e ruins?
MP: Mesmo sendo um blog de lembranças, eu mesclo um pouco de atualidade. As lembranças são boas e ruins, como num um livro. É um misto de tudo o que marcou e que me chama a atenção ao longo do tempo.
JM: Você falou que se inspirou em um blog para fazer o seu. Como era esse blog? E o que mais lhe chamou atenção?
MP: Era um blog do estilo "diário", o que me chamou atenção... foi a possibilidade de fazer registros de vida num veículo como a internet. Até então, pra mim era um fato desconhecido. O que mais me chamou atenção foram as fotos e a forma de descrição. Era bem simples, mas agradável de ver.
JM: Qual a sua opinião na questão de blogueiros estabelecerem o próprio nível de exposição?
MP: Se não houver bom senso, acho perigoso. Canso de ver meninas muitos jovenzinhas, colocarem detalhes de sua vida, sem a preocupação de que a extensão é grande. Principalmente fotos.
JM: Existe um nível certo de exposição?
MP: Acredito que sim... Começa com discrição, pra ver o efeito... e então gradativamente aumente o conteúdo. Sempre de olho nos comentários, que pode ser um termômetro do conteúdo.
JM: Você se preocupa com quantidade de comentários e visitas?
MP: Em absoluto. Por ser um blog de memórias, não acredito que atraia tantos leitores. Partindo desse princípio, isso não me preocupa.
JM: Por obter já experiência da área da saúde já pensou em fazer um blog neste tema?
MP: Nem em sonho...rsrsr. Atuava em faturamento hospitalar... uma forma rápida de ficar louca. As experiências dentro do estabelecimento, não foram muito agradáveis, no que se refere a conteúdo de um blog. Cobrança, doentes, sacanagens...rsrs. Pode ser que eu aborde em alguma postagem posterior, algum fato que marcou, mas não como um todo.
JM: Quais blogs você mais visita hoje?
MP: Pergunta difícil, essa...rsrs. Mas os que eu freqüento muito, mas muito mesmo são Acidez Mental, Kibe Loko, mas como moderadora da comunidade do blogspot, saio muito em busca de blogs correlatos, pra aumentar um pouco meu conhecimento.
JM: Então cite alguns blogs na qual você conseguiu aprender ou conhecer algumas coisas?
JM: O que nunca se deve fazer com um blog?
MP: Usá-lo pra apologia de drogas, prostituição, pedofilia, racismo e preconceito de qualquer origem.
JM: O bom de ter um blog?
MP: No meu caso, poder compartilhar os costumes, tradições, modas da época da minha infância e juventude. No geral, a interatividade.
JM: Indique-nos um post em seu blog e diga o porque indicou?
MP: Meus posts, são como filhos...rs escolher um é difícil... Mas creio que o "Companheirismo".
JM: Qual o seu maior sonho de vida?
MP: São três sonhos: Ver meu filho bem colocado na vida. Ter netos e, bisnetos e tataranetos- Morrer com 104 anos (meta traçada).
JM: Curiosidade rápida. Por que 104 anos?
MP: É um tempo que eu julgo suficiente pra fazer o que tenho vontade...rsrrs tenho 61 anos pela frente...rsrs
Papo Mix --------------------
Blog: Melhor: Todos que me acrescentem algo Pior: Blog vulgar
Mídia: Melhor: internet Pior: TV abertaModa: Torna as pessoas como parafusos.. produzidas em série... não gosto de moda.
Literatura: Melhor: Sidney Sheldon - Pior: Adelaide Carraro.
Filme: Melhor: À espera de um milagre - Pior: Gia
Música: Melhor: MPB (mais precisamente dos anos 70/80 pior: axé e funk
Internet: Acho a internet incrível... um poderoso veículo e a febre dos tempos modernos. Mas, infelizmente, muito usado pra espalhar muita coisa que não presta. Isso me assusta, principalmente, pela quantidade de crianças que tem acesso.
Espaço Aberto --------------------
Fiquei lisonjeada por essa oportunidade única de ser entrevistada pelo Julio. Sempre acompanhei as entrevistas anteriores e nunca imaginei que um dia estaria entre elas. Talvez, por pensar que não teria o que dizer. Foi simplesmente maravilhoso. Os meus sinceros agradecimentos pela paciência e extremo bom humor, além da seriedade do momento em questão, naturalmente.Aos blogueiros de plantão: "Não faça do seu blog uma arma, a vítima pode ser você”.
----------Juliu's Pub agradece a visita de Bruxx, e aproveita para também convida-lo a entrevista que ela mesma fez comigo. Sim. Júlio Moraes foi entrevistado pela Bruxinha mais popular do blogsfera. (aqui para ler). Abraços e até depois.

MeMe: Desenhos que marcaram minha infância.

----------O Bla-blaista 'mór', Wagner Brito, jogou-me a tarefa curiosa de listar aqui 5 desenhos que marcaram minha infância. Realmente foi dificil mas aqui estão listadas. Vale lembrar que são apenas cinco de milhares que eu assistia. Alias ainda assisto. Fã total de simpsons, the family guy, american daddy, desterx's laboratory entre outros. Agora vamos a época de 07 a 11 anos mais ou menos:

Bobby`s World - O Fantastico mundo de Bobby.
----------Bobby Generic é um menininho muito imaginativo e que sempre tem perguntas difíceis para o pai chamado Howie responder. Howie, que aparece em carne e osso, usa de criatividade e muita fantasia para ajudar Bobby a entender as coisas da vida. Bobby adora também o tio Ted, um sujeito roliço que adora camisas espalhafatosas e é muito brincalhão. Há também o irmão Derek e a irmã Kelly. Bobby usa sua imaginação para tentar compreender fatos da vida dos adultos como a morte e o nascimento dos bebês, por exemplo.O desenho foi criado pela Film Roman para a Fox em 1990 e teve sete temporadas. Como Bobby sintia-me um sonhador da vida e descobri bastante coisa pela curiosidade que esse desenho me fez sentir do mundo.

The Flintstones
----------Há muitas curiosidades sobre esse desenho animado. A primeira delas é que o desenho originalmente se chamaria Flagstones, depois o nome foi mudado para Gladstones e finalmente chegou-se a Flintstones. A abertura do desenho mostra Fred dirigindo pela cidade de Bedrock até sua garagem. No encerramento do episódio, Fred prepara-se para dormir, poe a capa na gaiola do pássaro e tenta por o gato para fora, só que o gato é mais esperto e tranca Fred para fora. Fred começa a esmurrar a porta e acorda a vizinhança toda. Esse encerramento só pode ser visto nas duas primeiras temporadas da série. Nas temporadas seguintes, utilizaram uma seqüência em que toda a família Flintstone vai a um autocine e Fred pede a garçonete uma costela de brontossauro que acaba por tombar o carro da família. Essa seqüência é a mais conhecida pelos telespectadores do desenho. Claro que não existe uma pessoa (ainda) que nunca tenha visto um episodio ao menos. O curioso dos Flintstones é que mostra sempre nós mesmos traçando um rumo de humanidade erronêo para nosso bem. Os desenhos já mostravam coisas que passamos hoje. Criticas construtivas e aprendizado sobre viver com coisas, objetos e enfim (no caso do desenho que falam), é o que esse desenho nos entrega de melhor.

Tom & Jerry
----------É um desenho animado criado nos anos 40, tendo sido dirigido por grandes nomes da animação, como William Hanna e Joseph Barbera, onde o gato (Tom) persegue o rato (Jerry). A dupla começou em um curta da MGM chamado "Puss Gets the Boot", que foi para os cinemas em fevereiro de 1940. Neste curta Tom se chamava Jasper e Jerry ainda não tinha um nome. Somente depois os produtores batizaram os personagens de "Tom e Jerry". Desde então, o desenho tem acompanhado várias gerações e recebendo vários prêmios. Após um tempo o desenho passou para as mãos de Gene Deitch e Chuck Jones. Nenhum outro desenho me desenvolveu a criatividade como esse. Realmente criava planos para pegar o Jerry ou então para frustrar o Tom.

Saint Seiya - Os Cavaleiros do Zodiaco
----------Sim, tenho lá o meu pézinho na area de Animes e Mangas, quando assisti ao primeiro episodio da primeira saga, nunca mais perdi um. Tudo começou no ano de 1986 quando o autor, Masami Kurumada, iniciou a série originalmente chamada SAINT SEIYA. A primeira aparição aconteceu nas páginas do mangá SHONEN JUMP (uma espécie de revista semanal publicada pela SHUEISHA). Cada mangá tinha aproximadamente 400 páginas, com diversas histórias (a maioria era em preto e branco) e as histórias foram publicadas até o ano de 1991 (cerca de 49 mangás). No Japão existem duas regras quando um mangá faz sucesso: lançar uma compilação completa (tankohon), com apenas a série em questão e lançá-la em anime (desenho animado japonês). SAINT SEIYA rendeu 28 volumes com cerca de 200 páginas cada mangá. Com o passar do tempo novas recompilações foram sendo lançadas, chegando até uma edição de luxo para colecionadores.

----------E para terminar, claro que não foram só esses hoje indico alguns do Adult Swin alias. Mas um dos que mais me marcaram mesmo foi a indicação a seguir, na qual até hoje sinto muitas saudades de suas tirinhas, desenhos e longas. Assim aproveito e faço uma homenagem.

Snoopy
----------Realmente eu gostaria de fazer um post especialmente a você querido dog, mas infelizmente como já não vemos novidades sua irei homenagia-lo com sua ultima tirinha. Um desenho que realmente marcou minha infancia quando eu queria apenas ser criança... (clique no Snoopy para ver a ultima tirinha.)

----------Mando agora esse MeMe a Taimã Ramos, bella...=^.^= e Júlio Camara. Até a proxima.

Noticiando.

----------As vezes passamos algum tempo na internet apenas para ver se realmente conseguimos tirar a cabeça desses "artificios" de intercomunicação social de internet, e apenas obter algum conhecimento. Mas para mudar um pouco o ponto da conversa, coloco agora por aqui algumas noticias que vi rescente. De triste a ironico em apenas duas noticias do dia.

----------Pelo portal UOL, olha o que eu li que bacana.

- Mona Lisa tinha muita gordura no sangue, diz estudo belga. (Aqui)
----------Fico só imaginando se eles realmente passaram um bom tempo nisso ou era só para jogar na cara de países que realmente se preocupam com algumas coisas.

----------Agora, já segunda noticia realmente me deixou até com agua na boca de falar realmente algo irônico, mas deixei para um personagem dos simpsons fazer por mim:

- Presidente da Infraero é avisado de que terá de deixar o cargo. (Aqui)
----------A tí amigo:
----------Volto-me logo.

MeMe: Jornal Irracional.

----------Meme. Sim o Juliu's Pub é desafiado novamente a estrangular um pouco sua mente para repassar um meme para frente. Quem fez esse desafio foi a Bella, que nos repassou gentilmente. Consiste em basicamente pegar uma noticia, e a partir da mesma e refazer em algo absurdo. Este meme foi criado pela Arne, do blog Blog da Severina.
---
Saga do novo "Harry Potter" causa hipotermia em jovem de Sydney. (Noticia original aqui)

----------Um australiano de 16 anos não hesitou em se lançar ontem (21) nas águas geladas de um lago em Sydney para recuperar seu comprovante de compra do último livro de "Harry Potter".O que aconteceu foi que o jovem, desanimado ao terminar de ler o ultimo livro da série resolve devolver o livro, pois um de seus personagens favoritos morrem. Ao chegar perto da livraria para reclamar o dinheiro e devolver o livro. O rapaz perdeu seu ticket de compra, imprescindível para reclamar o dinheiro.

----------Ao que tudo indica, o recibo saiu voando para o lago Burley Griffin. Como o jovem ficou revoltado com o acontecido, teria tentado jogar a copia do livro, mas sem querer caio no lago também. Ele teve de ser retirado por um vigilante e levado para um hospital com sintomas de hipotermia. Ao passar a noite no hopital o jovem tenta explicar sua situação ao médico que não o entendeu. Com pena do jovem pela situação, e por não entende-lo, o médico ligou para uma livraria para confirmar que o fanático leitor teria o direito a um novo exemplar de "Harry Potter e as Relíquias da Morte". Com o mal entendido o jovem teria sido sedado, pois estava querendo fugir do hospital quando viu o novo exemplar do livro ao lado da cama.

---

E ai esta feito. O que achou?

Atenção: Noticia meramente ficticia qualquer menção a vida real é pura coincidencia. Ha sim e este meme está em aberto a quem quiser participar. É avisar que irei lá ler.

Júlio Moraes Entrevista Flávio Cruz

---------- Olá blogueiro de plantão. Julio Moraes, que é quem vós posta, retorna com projeto mais comentado no mundo blogueiro. Entrevista com Blogueiros retorna a casa para mais um debate-show. Lembrando que clicando em contato você poderia enviar, criticas, sugestões ou o que mais quiser. Segue a entrevista...

----------Atenção a todos por favor retornem aos seus lugares que nosso palestrante já está aqui. Perguntas por favor ao final. Fotos podem ser tiradas a vontade, mas por favor nada de piadinhas durante a entrevista. A cantina esta aberta a todos sintam-se à vontade na geladeira mais próxima. Relaxe e divirta-se.

Raio X ---------------------

Nome: Flávio Souza Cruz.
Cidade: Belo Horizonte.
Ocupação: Jornalista e Economista.
Blog: Epifania
Assunto: Literatura e Elucubrações
Layout: Blogger

Julio Moraes: Por que blog?
Flavio Cruz: O blog a meu ver foi uma revolução nas formas de publicação de conteúdo. Ele forneceu as ferramentas necessárias para que nos tornássemos pequenos "grandes" editores. Ele é gratuito, versátil e socialmente tende a criar um circuito de interação entre as pessoas

JM: Há quanto tempo você tem o blog?
FC: Eu comecei com o blog HIPERFOCUS, que era bem genérico. Alguns meses depois, resolvi escrever um romance chamado EPIFANIA e então elaborei um blog para a publicação deste texto. O romance não saiu... e o blog ficou meio parado. Enquanto isso, publicava bastante no HIPERFOCUS que acabava, no entanto, se transformando em uma espécie de balaio de gatos com temas os mais variados. Creio que em 2003 resolvi publicar textos literários no Epifania e o restante no HIPER. Respondendo propriamente à pergunta, eu publico em blogs há 5 anos, desde 2002.

JM: Então o blog surgiu a partir de uma idéia para um livro?
FC: Sim. Os primeiros posts do Epifania são os do romance. Ainda estão lá. Um dia eu ainda retomo este projeto.

JM: Quais os temas dos posts no blog hoje?
FC: O Epifania tem publicado pequenos textos que eu chamo de prosopoemas. Além disso, de vez em quando, eu coloco lá alguns textos sobre teologia e mitologia bíblica. Além disso, costumo publicar links de arte em geral. Cometi recentemente o meu orkutcídio. E no orkut eu moderava duas comunidades sobre religião. Creio que agora alguns destes textos devem aparecer no blog.

JM: De onde vêm as inspirações para fazer os 'prosopoemas'?
FC: Cada texto tem o seu processo particular. No entanto, eu geralmente escrevo quando estou imerso em algum tema musical. Costumo também pedir às pessoas que me contem "causos" e deles vou tirando minhas idéias, costurando coisas. Em outros casos, uma simples frase começa tudo. É como o fio de um novelo que vou puxando, nem sei bem de onde. Nestes casos, as coisas simplesmente "aparecem" e vão tomando vida própria. Eu tenho um curioso caso de amnésia com os meus textos. E muitas vezes nem me reconheço depois de um tempo. Leio-os quase como se fossem feitos por uma outra pessoa. Eu sei que fui que os escreveu, mas muitas vezes tenho uma sensação de estranhamento.

JM: Então qual seria o estilo musical que consegue lhe dar inspiração para o post? Por que?
FC: Eu gosto muito de temas nos quais a música me "abre", me "convida" a uma espécie de viagem, jornada. Quando escrevo, procuro pessoas tais como Yann Tiersen, Wim Mertens e Lisa Gerrard. Uma certa espécie de minimalismo misturada com canções que me lembram um certo tom de "coisas distantes". Trata-se de uma fusão. Em alguns casos uma espécie de psicografia da música. Eu me jogo na música e ela me conduz. A estória acaba saindo como se houvesse uma trilha musical por trás. É como um filme.

JM: Quantos blogs você ja publicou?
FC: São 3 blogs ao todo: Epifania, Hiperfocus e o Hocus Pocus que ficou no lugar do Hiper.

JM: Qual a maior diferença entre os três?
FC: O Hiperfocus, como eu disse anteriormente, era bem diversificado. Eu publicava absolutamente de tudo nele. Por uma fatalidade na minha vida pessoal, acabei assassinando-o. O Hocus Pocus nasceu um tempo depois, já com o Epifania em andamento. Tentou resgatar as coisas do anterior, mas acabou não tendo muito sucesso. Além disso, o Hiperfocus foi muito relevante na época da Guerra no Iraque. Eu publicava muito sobre o tema e fizemos uma campanha contra a guerra no blog. (Mais aqui e aqui.)

JM: Qual o nível de importância de blog para você hoje, e como você o auxiliando aos seus projetos no futuro?
FC: O nível de importância está ligado também ao meu orkutcídio. Com o orkut, passei a dedicar um bom tempo de escrita por lá. Isso acabou desviando minhas energias e parei de produzir textos literários. E essa é uma das razões que fez encerrar as coisas por lá e retomar o blog.

JM: Você se preocupa com quantidade de comentários e visitas?
FC: Na época da guerra eu cheguei a me preocupar com essas coisas. Muita gente passou a freqüentar o blog, pois se tornou uma espécie de referência sobre o tema no mundo blogueiros. O UOL chegou a ter links para ele como blogs de guerra. Então, sempre entrava nos contadores para ver de onde vinham as pessoas. Quanto aos comentários, sempre gostei. Mas já os apaguei umas duas vezes. Estou na terceira geração de comments. Eu acho que quantidade de visitas é bobagem. O importante mesmo é o interesse de nossos leitores. E a forma de termos essa idéia é quando temos feedback com eles, através dos comments.

JM: Quais os blogs que você mais visita?
FC: Essa é uma ótima pergunta. Eu estou neste retorno de vida blogueira. Por isso, estou bem desatualizado. Vou fazer uma boa pesquisa principalmente sobre blogues literários, já que essa é a vocação primeira do Epifania. Os links que estão no meu blog são de blogues antigos queridos. De qualquer forma, na época em que eu comecei a publicar, também começou o Kibeloco. Eu chegava a mandar sites de bobagens para que ele publicasse. De vez em quando dou um pulo lá. Eu também lia muito o Jesus me Chicoteia e o Caderno Mágico do Dennis.

JM: O que nunca se deve fazer com um blog?
FC: Eu acho que um grande pecado, o qual já cometi por várias vezes, é descontinuar o blog. É sempre importante uma produção regular de material. É bom termos e mantermos uma ligação com quem nos lê. Blogs realmente interessantes são blogs regulares. Eu me lembro de acordar e ir sempre dar uma geral nos blogs de minha lista. Ficava ansioso para saber sobre o que fulano ou cicrano iria escrever naquela madrugada. Isso é importante.

JM: Quais seriam as principais indicações para novos blogueiros, que queiram começar um blog com o mesmo propósito?
FC: A indicação é "mãos a obra"! Tratem de tirar suas idéias da cabeça e das gavetas e se mostre ao mundo! Interajam, busquem outros blogueiros, leiam. Talvez o mais legal neste mundo é a interação: conhecer gente, ler gente, aprender com elas, dialogar com elas, brincar com elas. Um blog solitário é algo meio triste.

JM: O melhor e o pior de blog?
FC: O melhor em um blog é a interação entre quem publica e quem lê. É mais ou menos aquela canção do Milton "todo artista tem de ir onde o povo está". Não vejo nada de ruim no mundo dos blogs, mas quanto ao tipo deles... Sempre me causa arrepios quando entro em um blog repleto de Hello Kitties, conversas de miguxo ou milhares de estampas de prêmios e links!

JM: Indique-nos um post em seu blog. Por que?
FC: Um texto que teria muito da cara do Epifania é A trilha nos lábios. Eu acho que este texto é um boa entrada para quem quiser almoçar no meu blog. :)

JM: Qual o seu maior sonho de vida?
FC: Três projetos: a casa no alto da montanha, a biblioteca na casa - viver como escritor - um dia chegamos lá!


Papo Mix --------------------

Blog: Ótimo blog - literatus. Péssimo blog - todos com hello kitty e miguxos.
Mídia: Globo News Painel - todo sábado 23:00. Péssimo: Qualquer coisa vinda do Diogo Mainardi.
Moda: Gosto de pessoas que procuram ter uma identidade própria visual - que vestem como estão afins e só. Inversamente, modismo costuma ser um porre.
Literatura: Borges, Lorca, Tolkien, Raduan Nassar. Péssimo: Jô Soares e a interminável lista de livros de auto-ajuda.
Filme: Blade Runner. Péssimo Killer Clowns from outer space.
Musica: Bach. Péssimo: Funk carioca - é o supra-sumo do lixo
Internet: Um lugar bem legal é o artmagick. Péssimo: Qualquer site que promova o preconceito ou discriminação.


Espaço Aberto --------------------

Queria te agradecer, antes de tudo, Júlio pela atenção e o interesse dispensado. Como jornalista, te parabenizo pela sua iniciativa. No mais, queria dizer que estou de volta a este universo blogueiro! Meus leitores preparem-se!


----------Juliu's Pub agrade a participação de Flavio, e aguardamos mais noticias direto do mundo literario ou então da Guerra no Iraque. Agora é com você visitante. Levante a mão se quiser fazer alguma pergunta...

Luto - TAM. Voô 3054

Branco ou Tinto?


HappyHour - Ano 2 Ed. 3

----------Estava à navegar pela internet e eis, que me vejo em auto critica quanto ao mau gasto de dinheiro publico em segurança. Veja a noticia.

----------
Um episódio curioso aconteceu em Washington, nos Estados Unidos. Um homem invadiu uma casa e flagrou uma família terminando o jantar. Ameaçou uma adolescente de 14 anos com uma arma, pedindo dinheiro para os outros parentes da menina.

----------A reação dos familiares foi inusitada: convidaram o assaltante para tomar uma taça de vinho. Ele deu um gole na taça e elogiou a qualidade da bebida. Mais à vontade, sem capuz, bebeu mais e experimentou um pedaço de queijo Camembert, pedindo em seguida "um abraço".

----------A professora de Educação Infantil Cristina "Cha Cha" Rowan, de 43 anos, o abraçou e convidou os outros para um "abraço coletivo". Após a prova de carinho, o rapaz foi embora levando uma taça cheia de vinho e mais nada

Agora trago a tona, curiosidades sobre o fato:

----------Quando li sobre a reação da família, realmente achei que era a gravação de algum sitcom americano. Mas até ai, tudo bem. Mas a parte que realmente me incomodou foi a do bandido elogiar a qualidade do vinho, acho que até os bandidos de lá estão mais instruídos que os nossos. E alias nos perguntamos o quanto de vinho o rapaz tomou para sentir-se em casa. Imagine que curioso: "Esta ao gosto do Sr.? Temos ainda uma vasta seleção para sua escolha. Talvez um doce, dulce, doux?"

----------Imagine o, agora ex-assaltante, pedindo abraço após algumas taças de vinhos. Sentiria-me sinceramente em um churrasco do Rennan. "Me abrace companheiro, estamos dividindo a época de vacas gordas", ai é quando você já começa a imaginar o por que estaria ali, naquele momento. Sinceramente. Parabéns a todos por sairem ilesos, exceto a taça de vinho que se foi a um assaltante de bons gostos. Espero que ser da coleção de CARAS. Então digo a todos. Where is the love?

Atenção, o blog Juliu's Pub recomenda utilizar esse estilo de ressalva em assaltos apenas quando você realmente estiver sem opções. Em ultimo caso mesmo. Arrisque uma cerveja primeiro. Obrigado.