Juliu's Pub Entrevista - Márcio Pimenta


Quando comecei as entrevistas, não viria a imaginar o tanto de pessoas que realmente querem saber mais sobre o mundo blogueiro, e sobre as pessoas que os fazem. Creio estarmos chegando a novas fronteiras em comunicação, blog está por aqui hoje então sejamos pioneiros em diser que os blog's mais interessantes deveriam estar no Brasil ou ser de brasileiros. Um ótimo exemplo em pioneirismo de blog inteligente é de Márcio Pimenta. Quem ainda nao viu perde um dos melhores conteudos de internet atual, dizem até por aqui que é bem melhor ver noticias cotidianas pelos blog's do que pela TV. O Blog do Márcio Pimenta é um exemplo de como podemos ser bem informados e também criados de opiniões. Espero que gostem da entrevista.

- Aviso.
Todo o conteudo de respostas é de responsabilidade do entrevistado. Todo e qualquer comentario será aceito, mas por favor, mantenhamos a democratização do bom senso. O entrevistado poderá ou não responder, depende do mesmo. Mas de qualquer maneira sejam bem vindos a um novo estilo de entrevista, aonde ela se estende pela vida util do blog.

---

RaioX -Nome: Márcio Pimenta
Cidade: Salvador-BA / Santiago - Chile
Blog: Pimenta nos Olhos - http://www.pimentanosolhos.net/
Assunto: Economia, política e cultura
Layout: Adaptei um já criado pelo Wordpress.
Desde Quando: Pouco mais de 1 ano.
==
==
Juliu's Pub: Por que blog?
Márcio Pimenta: Necessidade de expor meus pensamentos e idéias fora da formalidade exigida nos meios acadêmicos.
==
JP: Há quanto tempo você tem seu blog?
MP: Pouco mais de 1 ano.
==
JP: Como ele surgiu?
MP: Eu tinha um site antes, onde disponibilizava artigos escritos por mim, material para serem utilizados em sala de aula, etc... e tinha um espaço onde era uma espécie de blog. E fui percebendo que este era o espaço que eu gostava mais. Mas nem sabia nesta época o que era blog. Fui procurar saber e quando vi já tinha criado um, numa plataforma gratuita, de forma a experimentar. Fui conhecendo outros blogs e gostando cada vez mais. Virou meu espaço predileto.
==
JP: Quantos blogs você já teve?
MP: Somente este blog. Usava uma plataforma gratuita e depois que vi que estava num caminho sem volta, migrei para o Wordpress. Mas o conteúdo do blog é o mesmo. Tenho essa mania de que se gosto de algo, mergulho de cabeça. Não sei fazer pela metade. Preciso estar apaixonado pelo que faço, se não tiver paixão sairá mal feito. As piores coisas que fiz na vida, foram aquelas em que não me dediquei por não ver mais razão em continuar. Meu blog é menos do que gostaria que fosse e muito mais do que pensei que seria um dia. Se um dia desistir desse, não haverá outro.
==
JP: Qual tipo de leitor você imagina ter hoje?
MP: Bastante variado. Há profissionais das mais diversas atividades, estudantes universitários e até um publico mais jovem. Sempre me preocupo em não usar termos técnicos de forma a universalizar as idéias e todos poderem participar do debate.
==
JP: Você se preocupa com o volume de comentários e/ou visitas?
MP: Sim. Quem não se preocupa com esta questão acaba por fazer mal feito ou está mentindo. É importante que as pessoas comentem e nos dêem um retorno sobre o que foi escrito. Não que vá mudar a nossa idéia, mas pode chamar a atenção para algo que não havia percebido antes. Gosto muito dos elogios, mas sinto falta das críticas. O erro é colocar os números em primeiro lugar. Em primeiro lugar a qualidade daquilo que está sendo oferecido.
==
JP: Como você escolhe o assunto dos seus posts?
MP: Para ser sincero eu sou muito desorganizado (risos). Já tentei planejar assunto, elaborar uma pauta, essas coisas. Mas não vinga. Quando sento de frente para o notebook é que decido o que será escrito. Essa é outra a grande vantagem do blog.
==
JP: Conte-nos um pouco de sua bagagem pessoas e profissional no blog?
MP: O blog por permitir esta interação entre o leitor e aquele que escreve, deve ser um local para troca de experiências. O que eu tento é colocar experiências pessoais e profissionais ao longo dos meus textos. Há um espaço que criei “Músicas que eu gosto” onde tento extrair memórias que aquela música deixou. Nas crônicas tento colocar outras memórias de uma forma mais descontraída.
==
JP: Agora sobre as entrevistas: Grandes personalidades e imagens com a entrevista com o Papai Noel, qual a intenção em entrevistas de tipos variados?
MP: (Risos) O Papai Noel foi uma idéia que tive logo que comecei as entrevistas. Não queria entrevistar apenas personalidades, mas gente comum que de alguma forma tivesse uma participação ativa e não passiva. E estávamos no Natal. Há alguém mais ativo nesta época do ano? (Risos). Gosto de diversificar os entrevistados para que possamos ter um panorama de como essas personalidades pensam. O que é o Brasil para eles? Eles pensam como nós, no sentido de que nós, não temos compromissos contratuais além da nossa Constituição ou seus laços são demasiadamente estreitos?
==
JP: Qual entrevista você mais gostou de fazer?
MP: Sob esta perspectiva que mencionei acima, a entrevista que mais gostei e mostrou um caráter raro foi o jornalista Flavio Gomes. Presenciei um fato onde ele mostrou-se completamente íntegro como pessoa e como profissional. A Fernanda Takai foi de uma amabilidade impressionante. Fiquei fã dela. E há um ainda uma entrevista que não publiquei pois faltam uns detalhes, trata-se de um cubano que lutou na Baía dos Porcos. Embora não concorde com ele, admito que possui uma história de vida é riquíssima.
==
JP: Quais são os planos para o blog?
MP: Queria colocar um podcast mensal e conseguir um patrocinador fixo, sem aquela coisa de cliques, que de forma alguma colocarei em meu blog. Mas tenho três problemas: não há público suficiente ainda para isso, minha voz no gravador fica péssima (Risos) e eu não aceitaria qualquer coisa por dinheiro. Não dependo do blog financeiramente, portanto, só aceitaria algo que não interferisse em meus textos e na liberdade que o blog me dá. Quase sai um acordo este mês, mas acho que pedi muito alto! (Risos)
==
JP: O que você mais gosta e mais detesta em blogs?
MP: Conteúdo. Não precisa ser um assunto que eu tenha conhecimentos. Mas algo que tenha sustentação. Com textos bem argumentados se tem um excelente blog, independente do assunto. Detesto blogs onde a propaganda domina o lay-out. E o número de blogs caçadores de clicks tem crescido assustadoramente! Pensam que irão ficar ricos, mas se pensassem que a propaganda que fazem é infinitamente maior que os rendimentos que poderão obter, talvez se valorizassem mais.
==
JP: Quais os blogs que você mais visita?
MP: Nossa, são tantos... gosto muito do Frigideira, apesar de quase nunca concordar com ele (risos), o Espera Estou Pensando, que me agrada demais, tem também o Catatau, que é muito bem escrito, tem o Metamorfose Pensante, com textos riquíssimos, o Simetria que sempre foi uma referência para mim, o Blog do Cássio... são muitos que não citei aqui mas que sempre faço uma visita.
==
JP: Qual a importância do seu blog na sua vida? Ou é apenas um hobby?
MP: É um hobby sim. No blog meu único compromisso é comigo e meus leitores. O resto que se dane. Sou simples e o meu blog de certa formar também o é. Puro reflexo.
==
JP: Você acha que o blog poderá atingir o status de meio de comunicação independente no Brasil
MP: Não acredito em independência. Há blogs famosos que estão completamente comprometidos com alguma corrente empresarial. Ele é pago por uma certa empresa e terá que pensar muito sobre o que irá escrever. Se recebe por aquilo está de mãos atadas. Só para citar como exemplo, há pouco tempo recebi um email de um blogueiro me pedindo para escrever um post falando do site comercial que ele havia criado, em troca eu teria links em outros sites. Nem respondi. Ele insistiu e falei que se ele quisesse o link lá, teria que me pagar. Mas não aceitaria fazer o post. Ele insistiu mais uma vez e não respondi mais. Veja bem, meu blog nem chega perto dos mais famosos! Imagine o que não acontece com os blogs mais famosos.
==
JP: O que te desanima em blog?
MP: Até o momento nada. Estou bem envolvido, mas claro que há dias em que não quero escrever nada. Mas fico com um certo remorso e no dia seguinte tento compensar os leitores.
==
JP: Qual assunto você nunca postaria no blog? Por que?
MP: Já falei de tanta coisa que não posso mais afirmar que não faria isso ou aquilo, mas sempre que posso evito falar de religião, mas religião é política e assim está sempre sujeita a pitacos.
==
JP: Qual Post você mais curte e qual você não gosta em seu blog? Por que?
MP: Curto muito minhas crônicas, é uma coisa nova e tenho um certo orgulho. Mas há um post bastante antigo que me lembro com muito carinho, foi uma homenagem ao Telê Santana, no dia da sua morte. Como corintiano, jamais imaginei que sentiria falta dele. Me enganei. O pior? Vários! (Risos). Ai escrevo outros rapidamente até que ele suma da tela principal. (Risos).
==
==
- Papo Mix - Aqui Márcio Pimenta não deixou nada por ser dito. O melhor o o pior em:

Sistema Operacional:
Melhor: Mac. Pior: Windows
-
Estilo Musical:
Melhor: jazz, blues e MPB. Pior: pagode e axé-music, veja bem, axé-music são músicas baianas que vieram depois de Luiz Caldas, até ele, e ele incluso, tivemos coisas legais que só restam na voz de Daniela Mercury.
-
Meio de Comunicação:
Melhor: rádio e internet. Pior: TV
-
Filme:
Melhor: Diários de Motocicleta. Pior: Fidel, uma biografia (acho que é esse o título).
-
Portal de Internet:
Melhor: Deutsche Welle. Pior: Globo.com
-
Série e Tv:
Melhor: House. Pior: Lost, os produtores parecem completamente perdidos.
-
Comunidade sobre Blog's:
-
Meio de divulgação de blog's:
Melhor: recomendação de leitores, certamente virão leitores. Pior: Orkut, certamente virão visitantes relâmpagos.
-
Blog:
Melhor: Blig do Gomes. Pior: Jacaré Banguela e outros do gênero.
==
==
ESPAÇO ABERTO - Aqui é o seu espaço aberto e ilimitado para falar sobre tudo e todos.
-
Esta iniciativa sua foi muito legal. É bom que os leitores conheçam mais aqueles que estão escrevendo. E nada melhor que uma entrevista. Isto mostra ainda a seriedade com que você está levando seu trabalho. Parabéns pela iniciativa!
==
==
E assim Juliu's Pub encerrou a entrevista com essa personalidade que ainda ira dar o que falar, agora jogo-o aos leões internautas. Até a proxima.

9 comentários:

  1. Julião meu broder,
    Que bacana heim? Sou leitor do Marcião há algum tempo e gosto muito do blog do cara. Curti a entrevista e curti bastante o seu blog, parabéns.
    Abração

    ResponderExcluir
  2. Muito maneira a entrevista com o Márcio. Eu sou fã dele! ;-)

    Parabéns pelo espaço!

    ResponderExcluir
  3. Se a idéia era entrevistar um blogueiro gabaritado, a estréia não poderia ter sido melhor! O Marcio é um dos blogueiros mais famosos entre os menos famosos, mas logo, logo entre entra no grupo dos mais famosos.
    Parabéns pela iniciativa, Julio.

    ResponderExcluir
  4. Eu sou uma das maiores fãs do blog do Márcio. Conteúdo, inteligência, textos que prendem a leitura e enriquessem meu dia a dia...
    Adorei conhecer um pouco mais sobre o autor! :)

    ResponderExcluir
  5. Júlio,
    Parabéns pela entrevista!
    O Márcio faz sucesso com as entrevistas dele, e gostaria de ver ele sendo entrevistado, rss.
    Pra mim é uma honra servir de referência para o Márcio.
    Sobre o assunto principal, os blogs,
    foi algo que veio pra ficar...
    Não só para mim, mas para milhares de pessoas mundo a fora.
    abs

    ResponderExcluir
  6. Conheci o Márcio recentemente. Tenho uma grave sensação de ter perdido muita coisa! Mas pra isso tem remédio! Beijus

    ResponderExcluir
  7. Muito boa a entrevista! Gostei!
    Márcio demonstra muita dedicação e carinho com o Blog.
    Chamo atenção para as respostas sobre o volume de comentários e/ou visitas, bem como quantos blogs você já teve, pois me identifiquei totalmente com as idéias transmitidas.

    Parabéns

    ResponderExcluir
  8. Curti a entrevista!! Parabéns a ambos :)

    Marcio, tenho uma pergunta para ti: quanto tempo por dia, em média, dedicas ao blog? E tens algum horario em que costumas escrever?

    beijos

    ResponderExcluir
  9. bela entrevista, bem completa! e conhecemos um pouco mais do Marcio

    ResponderExcluir