Voltando...


----------Após uma micro cirurgia e também a muitos dias de cama, estou me recuperando aos poucos. Para quem ainda não soube, tive uma luxação pequena na ultima vértebra. E agradeço desde já ao apoio de todos. Mas deixando de lado sobre o acontecido. Passei hoje por aqui, pois acho que todos deveriam realmente saber, incluindo os visitantes do Pub que gostam de Gabriel Garcia Marquez, que finalmente poderemos conhece-lo um pouco melhor. A jornalista Ana Luiza Moulatlet da revista CAROS AMIGOS, conseguiu esse furo de reportagem que irá marcar a toda uma nova geração, dêem um preview pelo site, culturalmente falando é uma matéria que poderemos sempre nos lembra. Abraços e até mais.
Leia trechos da matéria » Aqui.
Imagem por Flávio Vargas e Christian Oliver. Para a publicação: CAROS AMIGOS.

Juliu's Pub Entrevista - Ismael Neto


----------Diga-se de passagem que adoro blog. Por isso os visito, e pelo menos dito, propriamente tenho um. Um senhor outro dia me disse: "Seja você ou cria-se um você mais imperfeito a decepção será a mesma". Com isso digo então, façamos bloguemos, e sejamos felizes. Agradeço a participação de todos, entrevistados, contatos e comentários. Procuro responder todos rapidamente. E ainda aceito sugestões para entrevistar blogueiros, fique a vontade de clicar em contato ali em cima, e participar. Sinta-se em casa. Relaxe e divirta-se.
----------Nada melhor que efetuarmos pequenos trabalhos para nós mesmos não é? Acredito que espantamos vontades, criamos desafios, paredes de conhecimento próprio enfim. Temos os nossos dias e nossas manias. O próximo entrevistado não faz um blog apenas para ele, mas seus sentimentos mais aflorados contribuem para dar esse ar de pessoal e um perfeito imperfeito.
----------Sinta-se livre e comentar, e abusar. Somos livre para ler e reler, mas até onde nossa liberdade nos coloca a prova e diz o que não podemos fazer?. Utilize o pensamento e o bom e veja o que acontece. Lembre-se open bar na geladeira mais proxima. Agradeço novamente a visita, e divirta-se.

RaioX --------------------
Nome: Ismael Benigno Neto
Cidade: Manaus - Amazonas
Assunto: Qualquer um
Layout: Wordpress
Juliu's Pub: Por que blog?
Ismael Neto: O blog foi a única forma encontrada de publicar textos sem precisar pedir, pagar, bajular, telefonar, pedir emprestado ou tomar nada de ninguém.
JP: Há quanto tempo você tem seu blog?
IN: Já são três anos, O Malfazejo veio ao ar em 3 de junho de 2004.
JP: Por que "O Malfazejo”?
IN: "Malfazejo" era a forma pomposa de uma ex-chefe se referir aos seus funcionários mais queridos e subversivos. Ganhei a alcunha depois de uma insubordinação.
JP: Já o definiram como pessoal, político, e sobre simplesmente "vida". Quais os temas que você mais aborta atualmente em seu blog?
IN: Os assuntos se revezam conforme o autor. No mesmo dia posso falar do Renan Calheiros, do Lula e da saudade de um tio morto. Já dividi o mesmo dia de blog em receitas de Mascarpone, sátiras do dia-a-dia e num texto mais emotivo sobre o Dia dos Pais. Então não há tema ou pauta definidos. Tampouco periodicidade ou freqüência.
JP: Então diga sua opinião quanto a blogs com temas?
IN: Nada contra. Aliás, pelo contrário. Requer responsabilidade, quando se decide falar de esporte, política, relacionamento, é preciso saber falar daquilo. Não gosto da fórmula, particularmente. Um blog político não atrai quem não gosta de política, um blog esportivo não atrai quem detesta esportes etc. Prefiro a metamorfose ambulante, ter a sensação de ser capaz de surpreender. Ninguém sabe o que vai ler nO Malfazejo.
JP: Qual tipo de leitor então você acha que atrai com o seu blog hoje?
IN: Boa pergunta. Não conheço o perfil das pessoas que visitam o blog. Mas devem ter alguma relação sanguínea (ou de amizade) comigo...rs...
JP: Sobre o conteúdo diversificado do seu blog. Quais as mensagens que você quer passar com o cada post?
IN: Na verdade não desejo passar mensagem alguma. Acho que certos posts (ou a maioria) são escritos para que eu me sinta melhor depois. A idéia é publicar sempre algo que possa me fazer bem e/ou interessar alguém. Não gosto do estilo "meu querido diário", mas se há uma mensagem a passar, é a de que podemos falar de absolutamente qualquer coisa. Sorte nossa, no Maranhão o Sarney manda censurar.
JP: Fale um pouco sobre o post recente seu chamado Tio.
IN: Meu tio morreu no amanhecer do último dia 12, Dia dos Namorados, dia do aniversário de 42 anos de casamento dele. Foi um exemplo de gente, e olhe que eu não o aproveitei tanto assim. Viveu para a família, sorriu a vida inteira, foi honesto, decente, generoso e amigo. Eu precisava escrever sobre ele, mas não consegui durante dias e dias. Publiquei um texto ontem (Jun 24th, 2007) e vou fazer uma homenagem com fotos dele durante essa semana toda. O que é meio inútil, na verdade acho que estou tentando expiar meu pecado essencial, não ter dito tudo enquanto ele esteve aqui. Meu blog está novamente livre pra voltar a falar de coisas menos nobres.rs
JP: Você começa o post com "Cada um de nós é uma parte do que pensamos ser um homem completo”.O que significa essa frase particular significa a você ou a sua vida?
IN: O homem completo, pra mim, é decente, simpático, humilde, inteligente, generoso, bem humorado. Quase nunca podemos ser tudo ao mesmo tempo. Então nos resta ser, cada um, uma parte dessas. Então há aquele simpático, há outro que é o inteligente, e outro que é o humilde. A junção dessas várias pessoas "chega aos pés" do que eu chamaria de homem completo. Meu tio chegou perto, muito perto disso.
JP: Diga-nos como um blog, assim como o seu, pode vir à ser bem particular e ao mesmo tempo estar aberto a todo visitante ler; Como é expor idéias e a vida em um blog?
IN: Decido, inconscientemente, o que tornar público da minha vida particular. Quando falo do meu filho, de um casal de amigos ou da minha cadela, é porque decidi expor aquilo, é porque quero que todos saibam, vejam, conheçam. Eis a vantagem de não ser popular, você pode expor sua vida ao mundo e apenas seus amigos se interessam. Não tenho e não pretendo ter a noção do alcance das coisas que escrevo.
JP: ... Você diria então que, se obtivesse a noção do alcance, iria se policiar com o que postar?
IN: Duvido muito...rs... Quando falo das mazelas políticas do Amazonas, há quem diga que sou maluco. Um amigo, o Deco (abraço, Deco!) sempre me pede uma procuração pra ficar com a tutela dos meus CDs toda vez que lê o que eu digo sobre gente muito poderosa daqui.
JP: Já deixou de postar algo, por achar que não seria do agrado dos visitantes?
IN: Nunca. Postei, mas depois que me avisaram que eu poderia prejudicar um amigo, retirei o post. Não sou jornalista, não tenho a obrigação de contar tudo. Se nem os jornalistas cumprem essa obrigação...
JP: Você antes de criar o blog, incentivou-se em algo ou algum outro blog para começar?
IN: Sim, nos que eu detestava. Quando os blogs "chegaram" em Manaus, resumia-se a murais de recadinhos de patricinhas festeiras, do tipo "u-hú!". Sempre gostei de escrever, e então decidi tentar criar um. Foi tão fácil e rápido que os primeiros posts foram citações. Enfim, criei O Malfazejo pra poder ler algo que me interessasse (mesmo que o autor fosse eu mesmo). Estou falando, claro, de Manaus. Mas me espelhei, sim, muito, no Noblat. Gosto de quem escreve fácil, simples.
JP: Inteligente o post: "Perfil no Orkut". Fale-nos sobre.
IN: Eu tinha acabado de ser demitido de um cargo público por questões políticas (precisavam do meu cargo de gerente pra empregar o motorista semi-analfabeto de um secretário). Peguei minhas coisas, entrei numa lan-house e escrevi aquilo. É essencialmente o que sou, um voyeur da honestidade, tenho tesão por gente de bem.(risos) Depois daquilo decidi colar o texto no orkut. Ficou melhor do que "Pra saber quem eu sou, você precisa me conhecer, gata".
JP: Quais os blogs que você mais visita?
IN: O Noblat, alguns blogs locais voltados para política, o de alguns poucos amigos e os do NoMínimo (meu site preferido).
JP: O que não se deve fazer com um blog?
IN: Boa pergunta. Sou tentado a dizer que se pode fazer tudo com um blog. Mas eu não o usaria para campanha política, ou seja, baixaria. Ah, eu também não o turbinaria com foto de mulher pelada. É fácil demais e não diz nada sobre a competência do autor.
JP: O bom e o ruim de um blog?
IN: O bom de ter um blog é a completa ausência de censor. O ruim é ter que explicar - ainda - o que é um blog, ser tratado como um revolucionário justamente pelas pessoas que deviam ser as mais informadas. O pior de ter um blog é ser chamado de "blogueiro". Ô palavrinha medonha.
JP: Qual o seu maior sonho de vida?
IN: Ter um sítio, uma moto, ser rico, fundar uma revista, ser famoso, ter um bar, virar celebridade. Não exatamente nessa ordem de prioridade.
PAPO MIX --------------------

Sistema Operacional: Melhor: MacOS X / Pior: Windows.
Estilo Musical: Melhor: Jazz e música Folk americana. Pior: Romântica.
Meio de Comunicação: Melhor: Internet / Pior: Jornal
Filme: Melhor: Pulp Fiction / Pior: O Código Da Vinci
Portal de Internet: Melhor: NoMínimo / Pior: IG.
Que passa na TV: Melhor: Menu Confiança (Renato Machado e Claude Troigros no GNT) / Pior: o SBT inteiro.
Meio de divulgação de blog's: blogs.
Livro: Melhor: "O Escaravelho do Diabo", do Marcos Rey / Pior: Contabilidade Básica (como se houvesse isso)
Blog: Melhor: Ricardo Noblat / Pior: não sei dizer.
Espaço Aberto ---------------------
Queria agradecer a simpatia do Júlio e o convite. E dizer que precisamos trancender a questão dos blogs. No fim, o meio usado é o que menos importa, e os blogs já não são novidade. Cabe a cada um fazer o que quiser com o seu (e claro, assumir a responsabilidade), mas, antes de tudo, escrever coisas interessantes, afinal, estamos com cada vez mais porcaria e menos coisa boa por aí.
----------Juliu's Pub agradece a participação do Ismael. E acredite ficando com vontades de conversarmos mais, voltara em brêve com certeza. Agora é com você leitor, o que achou do blogueiro? Até a proxima. E tudo de bom.
Às vezes Sinto-me perdido em ilusões.
Às vezes não vemos com clareza a questão em si.
Às vezes
imagino como seria.
Às vezes gostaria de dizer.
Às vezes deixo-me passar
prazeres e vontades.
Às vezes só deixo aparecer.
Às vezes quero muito
você.
Às vezes desejo mais de cada acontecimento.
Às vezes pergunto menos,
ou mais.
Às vezes discuto, mas em relação a tudo isso,

...Só às vezes, é o que quero dizer.

Penso.



Claro o dia e,
escuro, ô verdadeiro.
Sinto-em em uma via;
No vale: Esquecimento.



Imagem da serie de Mário Sousa por ©1000imagens.com

Juliu's Pub Entrevista - Andre Scharth.


----------Olá visitante do blog, voltando ao de casa nova , agora já totalmente reformulada mas só com alguns detalhes faltando. Peço desculpas pelo atraso com as entrevistas, mas voltaremos ao normal aos poucos. Quero agradecer aos e-mails, comentários, assinaturas no nosso novo canto do visitante ali no sidebar e também aos novos assinantes do RSS, enfim, a todos que participam do blog, visitando ou incentivando o blogueiro que vos escreve. Estou colocando bastante cronicas, pois a pedida do visitante é sempre um ordem ao bar. Então continuem contribuindo, e indicando blogueiros para serem entrevistados. Aqui esta mais um dessa nova temporada de entrevista. Tudo de bom e boa diversão.
----------Pois é voltamos com mais uma entrevista do projeto, e esta em modo Hight Definition Estimulation, ou seja, um estimulante a mais na internet para bloguerios e afins. Creio que poderá gostar ou odiar, mas o que importa é a informação então, non sense button ligado e divirta-se.
----------Bonito lounge não? Então tratemos com carinho o espaço. O botão um liga os comentários, o botão dois liga o ar condicionado de seu camarote. O Botão três é para chamar o garçon (lembrar: open bar na geladeira mais próxima). O Botão quatro é para ler a entrevista, agora o botão quinto é complicado, por que liga o auto-senso, ou seja, utilize com sabedoria. Só no toque no botão seis porque ai fará com que nosso convidado tome um choque na cadeira. Ou a do entrevistador, ainda estamos testando.

RaioX --------------------

Nome: Andre Luis Scharth
Cidade: Rio de Janeiro / RJ
Assunto: Humor e variedades bizarras do dia-a-dia
Layout: Pannasmontata, modificado por mim mesmo

Juliu's Pub: Por que blog?
Andre Scharth: Pela facilidade e obviamente pela gratuidade. Apesar de estar preso as diretrizes do Blogger ainda assim prefiro o blog a sites.

JP: Há quanto tempo você tem seu blog?
AS: Comecei em 8 de agosto de 2006, na verdade meu primeiro blog era do Terra,com o mesmo nome Estimulanet. Mas achei o Terra horrível. O Terra foi criado 3 dias antes do Blogger.

JP: Como ele surgiu?
AS: Eu tinha lido uma matéria na Veja sobre blogs, me apaixonei pela idéia de poder publicar algo. No início era somente ctrl+c... Pura cópia dos outros... Conforme foi passando o tempo e ganhando experiência e coragem, resolvi postar resumos das notícias.

JP: De onde veio a idéia do tema de seu blog?
AS: Cara foi quase que instantâneo, quando o terra perguntou: Nome, pensei em estímulos da internet... Estimula net... Depois descobri que se trata de um remédio argentino (acho) para o sistema nervoso.

JP: E de onde vem o tema de seu blog?
AS: Revista Veja, Época, Isto é, G1 e outros blogs... Além dos jornais O Globo, O Dia e Extra... Eu leio as matérias normalmente no trabalho, leio tudo de uma banca de jornal de um amigo... Vou pra casa pensando no que li, depois é só contar como um fofoqueiro... Aumento um pouco claro, afinal é tudo de memória... Ah às vezes o São Google ajuda a lembrar alguns nomes.

JP: O que te incentiva a manter o blog?
AS: Nem sei.. Afinal comentários ninguém deixa, somente os que mendigonas comunidades blogueiras... Acho que amor a arte(rs), o leitor é ingrato demais, as vezes posto tutoriais ninguém agradece ou xinga. dinheiro não dá ainda... mas não penso nisso...não muito.

JP: Qual o seu tema favorito para escrever?
AS: Eu gosto de postar as notícias reais que aparentemente são normais, mas são puros absurdos. Pra mim são as mais bizarras... Principalmente as que ocorrem no Rio de Janeiro, temos um prefeito completamente surreal, um governador que diz que faz mais e faz.. M... Mas sou obrigado a postar coisas pra chamar atenção... Mulheres peladas... Tudo bem que dificilmente acharemos algo mais bizarro que a evangélica Gretchen fazendo pornô. Mas esses post de mulher pelada são mais para ganhar ranking.

JP: Então você diria que posta alguns textos que talvez não seriam de seu total interesse?
AS: Nem tanto... Eu gosto de mulher pelada.

JP: Você se preocupa com o volume de comentários e visitas?
AS: Preocupava-me com os comentários... Hoje já não me preocupo, descobri que o povo brasileiro tem preguiça, eu mesmo detesto comentar. Visitas são quase uma tara... Estou sempre de olho, a cada recorde um orgasmo... Mas são tão poucos que acho que 1 padre tem mais orgasmos que eu.

JP: Você é moderador de uma comunidade no orkut. Nos conte sobre...
AS: Difícil viu... O pessoal adora entrar fazer propaganda e se mandar, mas estou ali para ajudar a quem tem dificuldades nos blogs, assim como eu tive um dia e ainda tenho. Gosto muito de ser moderador.

JP: O mais bacana e o mais chato de ser moderador de comunidade?
AS: O mais bacana é ouvir um obrigado. O mais chato é não ouvir nada nem um vai...

JP: O que você mais gosta e mais detesta em blogs?
AS: Gosto de blogs inteligentes, bem humorados e rápidos, ou seja, com post curtos... Apesar de que tem uns kilométricos que valem cada segundo perdido. Detesto os com miguxes... Cara é um saco por serem impossíveis de entender o que a pessoa quis dizer.-

JP: Quais os blogs que você mais visita?
AS: Bem o meu. O do Ricardo e o do Negão Internauta e o do Tio Punk se bem que o negão andou sumido, mas já voltou a postar.

JP: O que você indica para novatos que querem começar um blog parecido com o seu?
AS: Se quiserem fazer um blog de notícias, não copiem a notícia... Leia-a depois escreva como se estivesse contando a alguém. Busque imagens relacionadas ao tema, sempre engraçadas não importa se o que você está postando já foi postado trocentas vezes, o importante é que você está postando, ao seu jeito e seu estilo.

JP: Qual post você mais curte em seu blog, e qual você não achou que ficou legal?
AS: Gosto muito do "bife a minha mesa" . O sobre o projeto gândia não gostei, ficou incompleto e chato, mas já estou preparando uma postagem decente.

JP: Qual o seu maior sonho hoje?
AS: 100.000 visitas dia... caraca....

PapoMix --------------------

Sistema Operacional: Melhor: Windows XP, Pior: Windows Vista.

Estilo Musical: Melhor: Rock nacional o único que entendo e sei quando estão me xingado ou não. Pior: Funk.

Porta de Internet: Melhor: Globo.com por causa do Cartola e do G1. Pior: Globo.com por causa do resto.

Que passa na TV: Melhor: Putz.. Novela das 8 . Pior: Faustão.

Meio de Divulgação de Blog's: Melhor: Google, Pior: CokeRing e o BlogBlogs, aquilo é uma máfia que privilegia quem consegue post relacionados tipo o portal de blog dos interney, que cada um relaciona o outro.

Livro: Melhor: O Homem e Seus Símbolos de Jung, Pior: Qualquer um do Paulo Coelho charlatão.

Blog: Melhor: Difícil dizer o melhor... Acho que o do Negão... Gosto do estilo dele... Todo único e super criativo. Pior: pior? Não sei, fecho antes de carregar a página, nem da pra lembrar o nome.

EspaçoAberto --------------------

Bem pra encerrar quero lembrar a galera blogueira para prestar atenção no que realmente do retorno ou não, coisas como CokeRing, Top 30 e etc só servem para os donos, pro blogueiros é uma porcaria inútil. Musica no blog serve só para blogs de fanzocas, ou seja, se é do RBD e tiver musica do RBD faz sentido, mas se é blog de notícia ou mesmo blog pessoal fica péssimo... Imagina você postar sobre a morte da sua querida avó e no fundo está aquele funk proibidão.


----------Juliu's Pub termina a entrevista um pouco mais estimulado, e agradecemos sua visita agora é só comentar. Até a proxima.

Juliu's Pub Entrevista - Rafael Galvão


----------Olá visitante do pub, como está? Espero que muito bem. Agora estamos de casa nova, e algumas novidades surgindo vagarosamente. Começo pedindo desculpas aos usuários FireFox, Opera e Safari que não conseguem ainda vizualisar o blog corretamente. Estamos trabalhando para que isso se resolva rapidamente. Então gostaria de agradecer o grande carinho, e-mails e comentários no blog com a entrevista de Luma Rosa. que é uma pessoa muito especial, e agradecendo a todos novamente pelas dicas, e envio de sugestões para entrevistar blogueiros afora, agora você poderá contar com um link de contato, onde poderá enviar directamente ao pub sugestões, criticas, comentários e afins. O e-mail juliuspub@gmail.com é o novo canal de comunicação com o blog.
-
----------Bom e vamos à mas uma entrevista que ira dar um pouco o que falar, o próximo entrevistado é bem conhecido pelo mundo blogueiro, e também indicado por alguns leitores assíduos de blogs mundo afora. O convidado a seguir fala pouco mas é bem direto. Rafael Galvão participa de nosso projeto Entrevista com Blogueiros. Espero que goste.
-
----------Atenção leitor a entrevista a seguir é indicada para todas as idades, sinta-se à vontade de criticar, comentar ou perguntar. Bom senso e humor é recomendado para o visitante do pub. Vá até o bar e sirva-se, open bar sempre para você. Boa leitura.
-
Raio X --------------------
Nome: Rafael Galvão
Cidade: Aracaju
Blog: É bão, sô.(http://www.rafael.galvao.org/)
Assunto: É uma questão de como é abordado.
Layout: Preciso de um novo. Faz pra mim? :)
-
Juliu's Pub: Por que blog (e não outras mídias)?
Rafael Galvão: O blog é pessoal como nenhuma outra mídia é. Eu já escrevo para algumas revistas e um jornal de Sergipe, além do day job. Mas o blog é Rafael Galvão, mais que qualquer outra coisa. Se eu quero escrever, eu escrevo. Se eu não quero, não escrevo. Coisa de ego.
-
JP: Há quanto tempo você tem seu blog?
RG: Quatro anos, quase. julho de 2003.
-
JP: Como ele surgiu?
RG: Eu morava no Rio, e bateu a idéia para duas coisas: servir como exercício, para escrever de um jeito que eu normalmente não escrevo, e para evitar que eu continuasse a mandar e-mails enjoados para amigos. Eu publicava no blog e lia quem quisesse.
-
JP: Seu blog já foi observado como genial, observador, bem-escrito e engraçado, você confirma?RG: Gostaria muito. Mas não acho que seja tudo isso, não. Sou só eu falando a besteira que quero.
-
JP: Como é a preparação para escrever sobre algo?
RG: Nenhuma, normalmente. Alguns posts mais sérios às vezes requerem um pouco mais de reflexão, mas geralmente eu escrevo muito rápido. O que é ruim, porque sou péssimo revisor. Um texto é feito na revisão.
-
JP: Quais os temas que mais lhe chamam a atenção no mundo hoje?
RG: Fora meu umbigo? Política local.
-
JP: O que te incentiva a manter o blog?
RG: Primeiro, o fato de eu gostar de escrever. É uma das duas coisas que eu sei fazer na vida. Sem blog, eu escreveria do mesmo jeito. Além disso, é bom saber que as pessoas lêem e gostam do que escrevo.
-
JP: Fale um pouco sobre a simplicidade pratica do layout de seu blog.
RG: Ih, não é culpa minha. Boa parte disso vem dos templates do Movable Type, o sistema sobre o qual roda o blog. E esse último template foi adaptado de um que participou do Style Contest do MT. Na verdade, só mudei a foto do banner -- que a propósito não é minha, achei por aí.
-
JP: Qual post seu mais obteve um maior interesse pelo publico?
RG: Definitivamente, o post sobre a Hello Kitty . Culpa do Bia, um tarado que não pode ver uma gatinha sem boca.
-
JP: Qual tipo de leitor você acha que tens hoje?
RG: Tem de tudo. Menino, velho, homem, mulher, poeta, engenheiro, puta, religiosa, viado cafajeste... Só não tem pseudo-feminista e astrólogo de Maria.
-
JP: Você se preocupa com o volume de visitas?
RG: Não. Mas isso pode ser porque eu tenho um número razoável, perto dos 3 mil por dia. Se bem que quando ele tinha só 50 era a mesma coisa.
-
JP: Qual sua opinião em relação a blogs com parceiros e publicidades?
RG: Perfeito. Acho que quem escreve um bom blog merece ganhar dinheiro com isso. O meu mesmo usa os do Google. Pagam a hospedagem.
-
JP: Você já procurou ou procuraria alguma parceria para o seu blog?
RG: Não tenho tempo pra procurar. Mas não vejo nada contra. Pagando bem, que mal tem?
-
JP: Fale um pouco sobre o .ORG.
RG: Não foi bem uma mudança. Eu já tinha o galvao.org por causa do e-mail, desde muito antes de ter um blog. Depois foi só juntar os dois. A vantagem é poder rodar o Movable Type.
-
JP: Quais os blogs que você mais visita?
RG: Os dos amigos e os do meu blogroll. Não sou um grande leitor de blogs. E só leio em RSS.
-
JP: O que você mais gosta e o que não gosta em blogs?
RG: Eu gosto de blogs bem escritos, basicamente. Um bom texto é fundamental.
-
JP: Qual dica você manda agora para novos blogueiros que se identificam com o seu blog?
RG: Tomar juízo.
-
JP: Qual o seu maior sonho de vida?
RG: Nicole Kidman, Catherine Zeta-Jones, e mais umas duas ou três.
-
Papo Mix --------------------
-
Sistema Operacional: Pra quem edita vídeo ou imagens, o MacOS. Para o resto do mundo, Windows.
-
Estilo Musical: Jazz, rock, blues.
-
Meio de Comunicação: Internet.
-
Filme: Casablanca.
-
Portal de Internet: Nenhum.
-
Que passa na TV: Quase não vejo TV.
-
Meio de divulgação de blogs: Qualidade. Se é bom, vai ser ascabar sendo conhecido.
-
Livro: Julia, Sabrina, Bianca e Momentos Íntimos.
-
Blog: Os do meu blogroll.
-
Espaço Aberto --------------------
-
----------Como nosso convidado não utilizou este espaço, aproveito para agradecer mais uma vez a participação de Rafael Galvão, e espero que você leitor tenha visto e aprendido um pouco mais sobre um novo ponto de vista blogueiro de nossa blogsfera que sempre aumenta com novos escritores, sendo eles bons e ruins.(risos).
Agora é com você, espaço aberto a todos para comentarios, que no momento fica no começo deste post. Até a proxima.
-
-

Casa...

-
Olá visitantes, como veêm estamos restruturando a casa nova, e espero que participem com idéias e sugestões e que gostem. Desculpe a demorar para a postagem, mas voltamos a nossa programação normal. Hoje ainda postarei uma nova entrevista. Então fica por ai, tome algo, hoje tudo é por conta da casa.
-
-
Obs. Já peço desculpas a galera que não utiliza o IE, mas ainda estou fazendo reparos tecnicos. Alias. Luma obrigado pelo aviso (infelizmente estou acostumado com o IE). Beijos, saudades.
-

Juliu's Pub Entrevista - Luma Rosa.

----------Olá visitante, tudo bom contigo?. Enfim de volta com mais uma entrevista no Juliu's Pub. Antes, gostaria de agradecer muito os e-mails, scraps, recados, SMS, pombos-correio, telefonemas com indicações de blogueiros e também pela participação da galera no projeto. Recebo com maior prazer criticas, dividas ou reclamações. Espero que goste.
-
----------A entrevistada de hoje tem luz própria no sentido especifico da palavra, estava imaginando aqui o que dizer após, pelo modo do destino, te-la encontrado online um dia antes de postar a entrevista. Gosto de colocar aqui o que penso sobre o entrevistado, na qual não pré julgo, mas sim identifico durante a conversa, e enfim... Mas sinceramente acho que não sei como poderia descrever Luma. Inteligente, perspicaz e audaciosa definiram o impacto pelo blog. Mas quando a conhecemos é muito mais... A manifestação consciente do pensamento, por meio da fala ou da ação, com qualquer fim, é Arte... De sua primeira a sua última obra, a Arte é o uso voluntário do espírito e a combinação de coisas para servir a seu fim."
-
----------Lembre-mos a todos que o bar é exclusivo dos visitantes, se utilizando de pensamentos altruístas e individualistas sugiro usarem o espaço para liberta-los de qualquer duvida ou anseios. Seja cauteloso, mas bem diversificado. Seja feliz, mas não esqueça das enfermidades do mundo... Entenda e não decida por negar...
-
RaioX --------------------
Nome: Luma Rosa
Cidade: Pouso Alegre – MG/Cabo Frio – RJ
Assunto: Todos possíveis
Layout: Originalmente feito por Dan Cederholm com algumas modificações feitas por mim.
-
Juliu's Pub: Por que blog?
Luma Rosa: Sempre gostei muito de ler, mais do que escrever. Não fui uma menina de diarinhos mas vivia enfurnada em bibliotecas. Quando surgiram os blogues eu era uma bisbilhoteira que passou a comentarista, de um em especial – O Elas por Elas - blogue das jornalistas Carla Rodriguês e Martha Mendonça – coincidentemente o blogue acabou quando elas publicaram o livro “Mulheres no Ataque” – foi o fim de um blogue e o começo de uma nova etapa de vida para elas duas. Os órfãos do EP, alguns ex comentaristas resolveram montar um novo blogue o “Ex-Epes”, que posteriormente se tornou o “Nós por Nós” bem antes que ele terminasse eu ganhei o “Luz de luma” de uma pessoa muito especial. Inicialmente eu nunca pensei em montar um blogue. Foi acontecendo.
-
JP: Há quanto tempo você tem seu blog?
LR: O Primeiro post é de 23 de Janeiro de 2005. Faz as contas.
-
JP: Como ele surgiu?
LR: Como disse anteriormente, o “Luz de Luma” foi um presente. A pessoinha que me deu, na época ficava muito ansiosa em aguardar as minhas publicações no “Nós por Nós”. Haviam outros contribuidores e era seguida um ordem de postagem. Portanto, uma contribuição minha demorava muito tempo, às vezes semanas. Então, ele surgiu de uma ansiedade alheia a minha.
-
JP: O seu blog é um dos mais diversificados e interessantes da internet hoje. Nos conte o que te motiva a continuar com ele?
LR: Blogue por mais que você queira levá-lo como um divertimento, você acaba lançando idéias e isso é comprometedor. Você se compromete, se envolve com as pessoas. Eu fiz muitas amizades através do blogue e me interesso pelo cotidiano delas. Quando aparece um leitor interessante no blogue, geralmente retorno a visita e se tenho disponibilidade de tempo, leio o blogue inteiro. Já passei madrugadas assim. Acho que o que me motiva a continuar com o “Luz” é querer, é ter sede de conhecer a alma das pessoas. Leio muito nas entrelinhas. Sou uma morceguinha. (Salve Família Morcego!)
-
JP: Nos fale um pouco sobre o sidebar que tem tanto a dizer sobre o blog e a dona, sendo um atrativo aparte.
LR: Como não tenho perfil predefinido, o sidebar funciona como uma vitrine, um pouco de tudo que aprecio.
· o mar e o esporte que pratico;
· Kate Moss por já ter feito passarela. Ela num clipe de uma música que uma pessoa que se foi da blogosfera curtia muito;
· A profissão que exerci na época da faculdade; Fui dj antes mesmo do boom. Posteriormente também trabalhei com locução. Tinha um podcast que retirei, acho que o todo mundo tem preguiça de ouvir podcast.
· Meu perfil musical , posições políticas, procupações do cotidiano, minhas fotos, minha paixão por poesias...tanta coisa, melhor ir lá ver!
-
JP: Nos fale a importância do blog para você.
LR: O Blogue é meu momento relax. Já faz parte do meu cotidiano.
-
JP: Por que, Luz de Luma?
LR: A pessoa que o batizou se referiu a minha luz no mundo. Numa alusão de que cada um tem a sua luz. Às vezes ofuscada por outros, porém cálida, ainda a possui.
-
JP: Se você tivesse que passar seu blog a alguém ainda hoje, à quem passaria? Por que?
LR: Em primeira instancia eu daria para a Yvonne, porque fiz com ela o mesmo que fizeram comigo e dei-lhe o “Blog Gente” de presente. Se a Yvonne não pudesse, atentaria para o Henrique porque estão comigo desde o início. Qual daria para os dois. Seria uma dupla interessante, eles se complementariam
-
JP: Alguma mensagem que deveria ser repassada com o blog ao todo?
LR: Está lá no cabeçalho do blogue:
“Porque a mente é como um pára-quedas, só funciona depois de aberta” (Frank Zappa)
-
JP: Qual tipo de leitor Você acha que tens hoje?
LR: Bastante diversificado. Meu leitor mais novo tem 14 anos e o mais velho 86. Fico me policiando para não falar “besteirinhas”, algo impróprio ou que possa afetar os bons costumes (rs*). Tenho leitores flutuantes, aqueles que aparecem no blogue somente nas Segundas-feiras e acessam do trabalho ou aqueles dos finais de semanas que só podem acessar de casa.
-
JP: Você se preocupa com o volume de comentários ou visitas?
LR: Não acredito em blogueiros que não interagem. Vou tocar em um ponto polêmico da vida blogueira. Alguns blogueiros “famosos” usam de artifícios feios para conseguir links, principalmente dos iniciantes que ficam vaidosos por receber um comentário dos tais resolve linká-los. A partir do link colocado na página, eles desaparecem. Outros mais cara pálidas, enviam e-mails perguntando “Vamos trocar links” e porque não vamos trocar comentários? Uns mais do que cara pálida, justificam o sumiço, dizendo ler pelo bloglines. Eu lá quero saber se leu a postagem!? Eu quero saber se formulou opinião e qual foi ela, boa ou ruim. Dou mais valor ao comentário que a visita.Acho que os blogueiros novatos não deveriam linkar blogues que não freqüentam somente para valorizar a sua lista. Linkar somente aqueles que interagem. A lista passa a ficar obsoleta, por isso muitos “Blogueiros” que só postam e não comentam em blogue algum estão retirando as malvadas de seus bloguxos.
-
JP: Como você escolhe o assunto dos seus posts?
LR: É o que me vem na cabeça. Geralmente posto quando fecho o dia. Não gosto de comentar assuntos de jornais, justamente porque a notícia tem que ter dinamismo para funcionar. O que era novo de manhã, passa a ser velho durante a tarde. Em algumas vezes, não dou a noticia, mas expresso a minha opinião sobre um determinado assunto.
-
JP: No seu post "Se eu morresse amanha..." mostra um pouco sobre você, mas até onde, na sua opinião, mudamos de gostos e opiniões quanto a tudo?
LR: Não acredito em pessoas com opiniões formadas, como caixas fechadas. Com certeza eu era outra pessoa quando comecei a responder esse questionário e serei outra quando terminá-lo. Responder a isso, me faz refletir sobre coisas que estavam caindo dentro da caixa da minha memória para adormecerem, Deus sabe lá, por quanto tempo, ou quem sabe para sempre? As pessoas só mudam quando em contato com outras, quando interagem. Ninguém muda sozinho. Todos nós precisamos de uma mola mestra. Uns precisam de paixão, outros de amizade. Os mais vaidosos precisam de um espelho (rs*). A verdade é que precisamos nos ver refletidos nos olhos de alguém para nos afirmar como seres humanos. Se não existisse a opinião alheia, no mundo não existiria ética. Porque até bichos possuem ética.
-
JP: O que você mais gosta e mais detesta em blogs?
LR: Odeio entrar em um blogue e ouvir música. E olha que já fiz isso! Geralmente estou ouvindo música, a música que eu escolhi para ouvir naquele instante. A música do outro blogue pode ser maravilhosa, mas não é a que quero ouvir no momento. Isso gera um conflito.Outra coisa que não gosto – abrir um blogue e estar escrito: Não tinha nada pra postar então vou colocar a letra de uma música ou a poesia de fulano de tal. Como assim? Isso a meu ver é depreciar a música, a poesia ou mesmo o próprio blogue. Não está a fim de blogar ou não tem assunto. Não atualiza. POW!!O que mais gosto é captar sinceridade e originalidade. Alguns blogueiros me fazem sentir muito próxima à eles, como se estivessem do meu lado, fisicamente ou mesmo emocionalmente. Isso vincula, trás identificação e me faz voltar ao blogue. Uma pessoa assim é a Cilene; ela tem um poder de síntese valiosíssimo, consegue dar a noticia e expressar seu sentimento em poucas linhas. Dá margens para várias reflexões. O DO também é muito espirituoso. Uma vez passei o dia rindo, dava gargalhadas de lembrar de um comentário que fez no luz!Você não imagina como me divirto com esse blogue!
-
JP: Quais os blogs que você mais visita?
LR: Ler, leio muitos! Quer conhecer a minha lista do Bloglines?
-
JP: O que te desanima em blog?
LR: Ser mal interpretada. Mas isso faz parte quando você se expõe publicamente.
-
JP: Qual post você deletaria do blog?
LR: Nenhum em respeito aos comentaristas.
-
JP: Qual assunto você nunca postaria no blog? Por que?
LR: Não vou dizer dessa água não bebo.
-
JP: Qual o seu maior sonho hoje?
LR: Hoje? Uma máquina auto limpante para cachorros. Você coloca o bichinho lá dentro e em questão de minutos ele sai limpo, esterilizado e escovado.
-
Papo Mix --------------------
-
Sistema Operacional: Melhor: Mac / Pior: Linux
-
Estilo Musical: Melhor: Rock/ Pior: Funk
-
Meio de Comunicação: Melhor: Internet/Pior: Fofoca
-
Filme: Melhor: difícil citar um. Do coração é Blade Runner. Como thriller, um mais antigo, mas mortificante de tão tenso: Sob o Domínio do Medo, se não me engano do diretor Sam Peckinpah. Gosto muito de Insônia também. Pior: Qualquer filme de porrada, tipo Rocky ou de correria, tipo perseguição. Neste ultimo quesito, excetuando “Death Proof” onde Tarantino faz homenagem aos filmes de perseguição de carro e aos grandes dublês que se arriscam por uma cena bem feita.
-
Portal de Internet: Melhor: Google: Pior: Bol
-
Que passa na TV: Melhor: History Channel/Pior: Polishop/tv shopping, qualquer uma que veicule essas coisas.
-
Comunidade sobre Blog's: Melhor: Blogblogs (http:blogblogs.com.br)/pior: não sei
-
Meio de divulgação de blog's: Melhor: Mybloglog/Pior: não sei
-
Blog: Melhor: Sexy Science – um olhar quente e fresco sobre a ciência, infelizmente é em inglês. Layout seco porém conteúdo substancioso/Pior: O meu
-
ESPAÇO ABERTO --------------------
-
Julio, excelente iniciativa para mostrar aos blogueiros o que pensamos além das postagens! Cuidado! O próximo entrevistado pode ser você! (rs*)
Obrigada, Beijus, Luma.
-
-
----------Juliu's Pub agradece muito a Luma, e permita-se dizer que marcou o blog com sinceridade, honestidade e um toque de luz propria. E agora deixa a entrevistada para a sabatina de perguntas do internauta. Até a prox.

Juliu's Pub Entrevista - Wagner Brito.


----------Olá visitante do Pub, como está? Estou bem, passando por aqui para deleita-lo com mais uma entrevista de nosso projeto que visa levar muito ou pouco conhecimento sobre os blogueiros mais interessantes da blogsfera (ou nem tanto.risos). Volto-lhe a agradecer a visita que nós faz importante, pois assim não ficaríamos sozinho por ai não é mesmo. (obs. Frase não referida a dia dos namorados.). E me diga, tu conhece um blogueiro legal? Gostaria de conhece-lo um pouco melhor? Então deixe que Juliu's Pub faça o trabalho sujo, é só indicar. Alias já as indicações feitas. Novidades vem por ai.
-
----------Nosso próximo convidado é uma pessoa culta, inteligente, com um humor peculiar, tem um blog interessante e é criador de um projeto que esta chamando a atenção da blogsfera. Mas enquanto aguardamos esse entrevistado no proximo post...(risos). Hoje temos nada mais, nada menos, nada médios que Wagner Brito (atenção garotas nada de gritaria por aqui hoje, por favor). O rapaz é criador de desafios bloguisticos, um possível criador de uma novo seguimento em "ismo" (no caso Bla-Blaismo), na qual Juliu's Pub já seguia com fervor e não sabia, e também mantém um blog que o levará no mínimo há pensar. "Que layout bacana.". Vamos levar em consideração, alem das boas e velhas úteis piadas, que o rapaz escreve bem, tem opiniões interessantes e é um amigo do dono do Pub. (ou seja VIP sempre por aqui).
-
----------Bom como nosso entrevistado é uma pessoa de grande porte intelectual, enviou o assistente Wagner para responder as perguntas (risos). Mas deixando isso de lado, vamos organizar um pouco. Garotas podem vir para frente, mas nada de gritar, tocar, levantar, agarrar ou sequestrar. Rapazes ali atrás sem piadinhas. Todos sabem que o espaço é bem grande e hoje o acontece o OpenBar na sua geladeira mais próxima. Perguntas, criticas, sugestões serão bem aceitas, QI abaixo de 40 não. Divirta-se.
-
-
Raio X --------------------
Nome: Wagner Brito de Jesus
Cidade: Rio Claro, SP
Assunto: Todos e nenhum. Mais especificadamente nenhum. Para ficar melhor: o que me der na telha!
Layout: autoria de minha namorada Dän (saiba mais sobre Dan aqui)
-
Juliu's Pub: Por que blog?
Wagner Brito: Foi um dos meios que encontrei de escrever alguma coisa. Nada muito sério e nem nada muito leviano. É uma ótima ferramenta para comunicação!
-
JP: Há quanto tempo você tem esse blog?
WB: Esse blog eu tenho desde janeiro. Não lembro exatamente a data que comecei, mas acredito que já está para fazer 6 meses.
-
JP: Por que "Bla-blaismo"? Tem um significado maior?
WB: O "Bla-blaismo" surgiu justamente por causa do que eu queria como assunto. Eu queria escrever sobre assuntos banais, corriqueiro, mas que envolvesse minha vida sem parecer muito intimo. Logo abaixo você pode ler "a fina arte de jogar conversa fora". Eu pensei em vários nomes, mas nenhum me agradava. Até que tive o seguinte pensamento: se o meu blog vai ser puro blá blá blá, então vai ser um total 'blá-bláismo". Foi um neologismo que deu certo. Ainda bem!
-
JP: Você acha importante um blog começar com um objetivo?
WB: Eu acredito que a partir do momento em que você tem um objetivo, fica muito mais fácil o texto fluir. Criar por criar não adianta muito. Vai ser apenas um espaço mal utilizado.
-
JP: O qual tipo de blog, você considera como "mal utilizado" para dar como exemplo?
WB: Eu acho que o blog mal utilizado é aquele criado por "oba-oba", sabe. Você cria apenas por ser algo na moda, ou porque várias pessoas tem. É fácil perceber um blog que surgiu desse modo. Geralmente o assunto é sem nexo e não um cuidado para com o blog. A pessoa cria e não sabe o que fazer.
-
JP: Quais sao as inspirações para os seus posts?
WB: Pode ser qualquer coisa. Geralmente é um assunto que me fez pensar, que me fez fugir da realidade por alguns instantes. Eu reparo demais em atos corriqueiros de nossa vida. Talvez assistir Seinfield demais acabou fazendo isso comigo [risos]. Vou dar um exemplo: um dia eu precisei ir ao médico. Enquanto eu esperava para ser atendido, eu reparei que geralmente salas de esperas possuem uma televisão ligada na Globo e várias revistas velhas. Achei esse fato tão legal que resolvi escrever no blog. Claro que nos comentários teve algumas excessões, mas o pessoal acabou concordando comigo. Isso é jogar conversa fora!
-
JP: Em relação a post o que, na sua opinião, um blogueiro nunca deveria fazer?
WB: Bem, acho que um bom post nunca apela para a ofensa direta e pessoal.
-
JP: Nos fale um pouco sobre os desafios que você faz em seu blog?
WB: Os desafios servem, antes de mais nada, para me estimular a escrever. E também para interagir com outros blogues. Já pedi palavras, parágrafos e até temas - este último me rendeu mais de 10 post. O mais legal é que a cada desafio que falo para outros blogues fazerem o mesmo. Até agora ninguém reclamou disso!
-
JP: Quantos blogueiros estão ligados aos desafios?
WB: Geralmente eu sempre pergunto quem quer participar, e dou um tempo antes de começar o desafio. Não forço ninguém a participar. Até porque eu nem tenho como forçar! Como vou obrigar um blogueiro a fazer o desafio?
-
JP: Qual dos desafios fez mais sucesso?
WB: Não fiz um levantamento sobre isso. Talvez o primeiro, por ser novidade. Eu pedi para as pessoas me sugerirem palavras, e eu criaria um texto usando todas as palavras. Ficou um texto show! No segundo eu já pedi parágrafos e os uni no mesmo texto. Foi mais complicado, mas foi legal também. Já o terceiro deu trabalho: eu pedi temas. Na verdade eu não tinha idéias para blogar, então criei esse desafio. Foi legal, me fez pesquisar sobre alguns assuntos. Já tenho um novo desafio em mente, mas vai demorar um pouquinho para ele sair
-
JP: Poderia nos dar uma prévia?
WG: Não vou falar sobre o que vai ser, mas vou te dizer como ele vai funcionar. Ele vai ser circular. Explico melhor: vai começar no meu blog, vai continuar em outro e assim vai até voltar ao meu. Vai ser legal!
-
JP: Qual a sua opinião quanto a comentários e números de visitas?
WG: No começo do blog eu achava importante o nº de visitas. Os comentários também, pois me ajudam a sempre melhorar meu texto ou ver as opiniões das pessoas sobre algo. Eu não tenho um número real de quantas pessoas visitam o meu blog, mas sei de amigos que entram mas não comentam no blog. Geralmente são amigos que vejo na faculdade. Mas também acho que não deve ter muita gente que freqüenta meu blog. Criei o meu "circulo de amigos no blog", que são os que mais freqüentam.
-
JP: Comente sobre o seu post mais aclamado pelos que visitam. 7 pecados capitais. Como surgiu a ideia, e como se tornou três posts diferentes?
WG: Cara, esse é o post que eu mais gosto! Disparado! Talvez eu nunca mais consiga fazer outro post tão bom quanto. Ele surgiu a partir de um desafio. Minha amiga blogueira Iaiá escreveu um dia sobre os 7 pecados, na visão dela. E passou essa tarefa para outros blogueiros. Nem preciso citar que eu estava nessa lista. Fiquei pensando como escrever, e acabei tendo uma idéia: se é para falar sobre os 7 pecados, nada melhor do que eles mesmo se descreverem. Foi nessa idéia que acabou surgindo aquela "entrevista". Fiquei imaginando eles como seres humanos, como seriam e tals. Como ficou muito grande, eu dividi em 3 partes. Eu fiz isso pois geralmente texto grande em blog cansa, e também para eu mudar alguma coisa, caso me desse vontade. É um post que eu pretendo melhorar, apronfudar mais, porém não sei quando farei isso. Mas te afirmo de novo, é o post que eu mais gosto!
-
JP: Layout x Conteúdo: Qual o mais importante?
WG: O conteúdo, com certeza. Mas se der para ter um layout que se enquadra com a proposta do blog, melhor ainda!
-
JP: O que mais curte e o que mais detesta em blog's?
WG: Ah, o blog pode ser sério ou de humor, se eu gostar, ver que é bem escrito, tá valendo. Mas não sou muito fã desses blogs que são pessoais demais, como se fosse um diário.
-
JP: Quais os blog's que mais visita?
WG: Eu visito todos os blogs que tem na minha lista de link. Eu visito os blog quando eu atualizo o meu. Vai ser até injusto eu citar apenas alguns [rs]. Mas como sei que você quer que eu dê nome aos bois: tem os mais antigos da lista, como o Se Conselho Fosse Bom, o Coçando na Rede, o Silêncio de Chumbo, o Sem titulo ainda e o Falta Criatividade. Dos mais novos tem o Prililifobia e o Improfícuo. Acesso também blog de um jornalista e comunicador famoso, o Marcelo Tas.
-
JP: Você apagaria algum post do blog seu blog? Qual é por que?
WG: Eu nunca apaguei post do meu blog, e nunca irei apagar. Até aqueles dois em que eu acabei desabafando. Foi um momento em que eu estava triste mesmo e não tinha com quem falar. É como atos de nossa vida. Não tem como apagar.
-
JP: Qual o seu maior sonho de vida?
WG: Eu não sei se isso seria um sonho de vida, mas eu tenho uma vontade enorme de conhecer Portugal. Levar uma filmadora e fazer uma espécie de "diário de viagem" gravado. Conseguir emprego e constituir família se enquadra em sonho de vida?
-
Papo Mix --------------------
-
Sistema Operacional: Melhor: Linux - Pior: Windows
-
Estilo Musical: Melhor: Rock em quase todas as suas vertentes - Pior: Funk, pagode e algumas canções pop
Meio de Comunicação: Melhor: Internet - Pior: Pombo-correio.
Filme: Melhor: Alta Fidelidade - Pior: Titanic
Portal de Internet: Melhores: UOL e Terra - Pior: IG
Que Passa na TV: Melhor: House, Heroes, Mythbuster - Pior: Aquelas novelas porcaria produzidas pela Globo
Divulgação de Blogs - Pior: nenhuma
Blog: Essa é complicada... todos que estão no meus links e muitos outros perdidos por aí na internet!
-
-
Espaço Aberto --------------------
Ah show! Quero mandar um beijo para minha mãe, para o meu pai.... Brincadeira! Primeiramente obrigado por divulgar meu blog e obrigado pela paciência de me entrevistar. Obrigado a todos que acessam o meu blog. Ahn... Obrigado à Iaiá, que me convenceu a criar um blog. Obrigado a Dän, minha namorada, pelo layout. e obrigado a todos que contribuem direto e indiretamente na minha vida! Não sei o que mais escrever... caracas!
-
-
Juliu's Pub agradece muito a participação, e deixa agora o criador do bla-blaismo, a mercê dos seguidores fervorosos de outras 'religiões'...(risos).
-
-

Juliu's Pub Entrevista - Rafael Dantas.


----------Olá amigo blogueiro da rede blogger e olá amiga blogueira da rede blogger, Julio Moraes de volta (com um dia de atraso). Alias espero que me perdoe, sim ontem foi feriado e infelizmente não consegui postar, mas sem problemas, espero que tenham gostado do ultimo post. Uma gravação exclusiva do Juliu's Pub da extinta Radio Excelsior AM - São Paulo, se acaso ainda não ouviu entao manda no play, por que vale muito. Bom, agradeço o carinho pela visita, e a compreensão por um dia de atraso. Agora curta mais uma entrevista exclusiva Juliu's Pub. Há sim e lembrando, ainda estamos aceitando indicações de blogueiros para a entrevista do Juliu's Pub, varios e-mails chegando e muitos blog's sendo analisados, agradeço a participação de todos.
-
----------O convidado a seguir manda bem nas palavras, tem ótimas ideias e sempre em pró de uma breja entre amigos. Conhecido pela comunidade "Eu Tenho um Blog" como Jack (moderador atual), nos concedeu uma entrevista bem humorada e com muita personalidade. Então peça mais uma ao garçon por que essa é por conta da casa.
-
----------Eis que todos os grandes mestres diziam, "se eu não beber, terei que enfrentar o que mais temo: A Realidade". Então como temos um senso comum de moderações, o pub é para vocês, poetas e prosistas ficam daquele lado, poetas e cronistas do outro lado, caso você ainda não se identifique com algum fique entre os prosista políticos e poetas antigos você poderá ter otimas surpresas. Lembre-se o lugar é bem frequentado, então vamos utilizar todo o espaço do blog com balbuciações e bom humor... sim, e o escritor pede: "Perguntas só ao final. obrigado":D. Divirta-se
-
-
- RaioX -
Nome:Rafael Dantas de Figueiredo
Cidade:João Pessoa (a capital mais verde do Brasil, visite, a cidade é linda)
Blog:Cold Beer Inside (http://coldbeerinside.blogspot.com)
Assunto:Basicamente coisas do meu cotidiano, com aquele toque crítico sobre tal
Layout: ...toscamente feito por mim mesmo
-
Juliu's Pub: Por que blog?
Rafael Dantas: Cara, sempre gostei de botar minhas ideias no papel, quase como compulsão (tenho uma certa paranóia de ter ideias interessantes e esquecê-las depois). E sempre curti essas novidades do mundo virtual, daí quando começou essa onda de blogs (e era novidade na época) eu me interessei e resolvi fazer um pra mim. Mas naquela época tudo era muito tosco, não sacava nada de html, escrevia coisas mais inúteis do que as que escrevo hoje em dia e tal...
-
JP: Então nos conte sobre os outros blogs?
RD: Hmm... *contando nos dedos* já tive monte! Os primeiros era aquelas diarinhos sem graça que eu sempre enjoava de continuar postando e abandonava, mas logo fazia outro e ficava nessa. Nesse tempo eu tive uns 5 ou 6. Depois eu tentei sair dessa de diarinho e tentar fazer uma coisa melhor, foi quando criei o Histeria Feelings. Não me lembro quanto tempo durou... Enjoei dele mais uma vez e resolvi criar o Cold Beer Inside que em agosto completa um ano.
-
JP: Como ele surgiu?
RD: Como eu havia dito foi numa época que eu tava enjoado do antigo blog. Eu queria mudar o estilo dos posts e fazer uma coisa nova. A ideia inicial era postar textos num clima bem papo de bar com os amigos, confesso que depois de um tempo eu fugi um pouco desse caminho, mas estou satisfeito de como levei o blog mesmo assim. Mas sempre penso nas conversas com amigos regadas a cerveja...na hora de escrever os posts.
-
JP: Como surge a idéia para um post?
RD: Das mais variadas formas possíveis. Já tive idéias pra textos conversando com amigos (até mesmo no MSN e tal), outras vezes naqueles momentos de ócio agudo, ou quando estou dentro do ônibus... Uma coisa que me inspira muito para escrever alguma coisa é ficar observando o comportamento das pessoas fazendo coisas comuns. Já escrevi algumas vezes sentado num banco de praça analisando tudo e todos que estavam por ali. É uma coisa muito relativa.
-
JP: Qual post você gostaria de destacar agora?
RD: Os que foram mais divertidos de escrever e ver no que deu depois foram os dois posts da série "Gente estupidamente idiota" (leia aqui Parte I e Parte II). Esses posts deram o que falar por aqui... De ameaça de processo a promessa de quebrarem minha cara, mas não consegui levar isso a sério. Um post que eu gosto muito também é "O episódio do Diabo e da Caveira esportistas". Pra variar passei uns apuros no momento da situação que relatei no post...Acho que por esses "riscos" que eu me orgulho de ambos.
-
JP: O que te incentiva a manter o blog?
RD: Acho que principalmente esse vício - sadio - de escrever. Uma coisa que me motiva bastante também é o fato dos meus amigos próximos gostarem do blog e cobrarem por novos posts. E essa coisa de interatividade que a Internet proporciona é muito legal... Ter seus textos publicados pra qualquer pessoa poder ler e as vezes até rolar um feedback por meio de um comentário é realmente muito interessante.
-
JP: Você se preocupa com o volume de visitas e comentários?
RD: Não me preocupo demais. Claro que saber que seu blog é bem visitado e comentado é algo que faz com que você pegue mais gosto pela coisa e continue sempre tentando evoluir, afinal de contas o objetivo de publicar os textos no blog é que outras pessoas leiam. Mas não me ligo muito nisso. O número de visitas e comentários é um bom indicador pra saber como está a qualidade do blog, se os números aumentam é possível que o blog esteja melhor que outrora e vice-versa...
-
JP: Qual estilo de leitor você acha que tens hoje?
RD: Desocupados como eu! hehehe... Pelo pessoal que eu conheço dos comentários dá pra notar que o público é bem variado. Como meu blog tem um estilo mais descontraído que sério, é normal que o público também esteja nessa linha. Ah, a minha mãe e minha avó são leitoras assíduas! Minha mãe não gosta quando escrevo palavrões ou expressões vulgares, mas sempre mando uma desculpa dizendo que faz parte do clima do texto. hehehe
-
JP: Nos fale um pouco sobre o tema de seu blog "Cold Beer Inside".
RD: Eu tenho um problema imenso em dar nomes às coisas. Quer dizer, nem só às coisas, tive um cachorro que passou uns 3 meses sem nome! hehehe... Se eu tentar parar pra pensar num nome num sai coisa alguma. Quando resolvi criar o blog o problema do "batismo" me encheu o saco de novo. Resolvi então desencanar e esperar que ele caísse do céu. Um dia eu tava na casa de um amigo tomando cervas com o pessoal, era noite, tava frio pra caralho, mas continuava tomando minha cerveja trincando de tão gelada, despreocupado. Já estávamos meio "alegres" quando um dos meus amigos começou a dar uma de bêbado poliglota falando frases em algumas línguas (misturando elas algumas vezes), então ele solta uma que no mesmo instante pensei em usar pra o nome do blog, falou alguma coisa que não me lembro bem, mas que tinha "cold beer inside" no meio, querendo dizer que ele era tava com frio de tanta cerveja gelada dentro dele. Foi algo mais ou menos assim...
-
JP: O que lhe agrada em um blog e o que desagrada?
RD: O que me agrada e me faz voltar várias vezes depois são textos bons mesmo. E texto bom pra mim é um texto objetivo, sem rodeios desnecessários, que me prenda à leitura. Não dou muito valor a layouts super elaborados, mas organização nesse quesito é fundamental. E o que eu num curto muito são blogs com assuntos pouco interessantes, fora do meu interesse. Blogs desorganizados e muito pesados pra carregar também abomino. E não preciso falar de blogs em "miguxês", daqueles midis irritantes que alguns ainda insistem em achar que é legal num blog e milhões de gifs piscantes (geralmente quando um blog tem uma dessas características, o resto vem de brinde).
-
JP: Quais os blogs que você mais visita?
RD: O blog da Kaka o "Meu Veneno" é um que eu visito diariamente. Um blog bem conhecido que eu visito é o "Hoje é Um Bom Dia". Sempre dou uma passadinha nos outros blogs que tenho nos links do meu blog.
-
JP: Tens alguma dica para um blogueiro iniciante que se identifique com você?
RD: O que eu aconselho é sempre tornar os textos e o blog em si bem objetivos para facilitar a leitura. Depois disso é caprichar nos posts, abordando temas interessantes, numa linguagem descontraida... Outra coisa que eu faço sempre é tentar se imaginar do ponto de vista do leitor. Esquece que você é o criador da criatura e analisa como se fosse outra pessoa, se julgar que ficou legal, posta! Tomando cuidado de manter a sinceridade dos posts.
-
JP: Qual o seu maior sonho hoje?
RD: Acho que o mesmo da maioria das pessoas da minha idade. Se formar e conseguir estabilidade profissional, por consequencia estabilidade financeira. Viver a minha vida sem ter o rabo preso com ninguém. Nada muito extraordinário...-
-
- PAPO MIX -
Sistema Operacional: O melhor: Linux (Ubuntu). Pior: Me lembro agora de quanto o Windows ME me irritou quando o usava
-
Estilo Musical: Melhor - Rock! Principalmente o rock clássico dos anos 60 e 70. Pior - Qualquer coisa com letra mediocre, sem qualidade...
-
Meio de Comunicação: Melhor - A Internet por ser o mais democrático e amplo. Pior - A TV.
-
Filme: Nunca consegui ter um filme preferido, mas dos que eu assisti recentemente gostei muito de Trainspotting e Edukators. Pior - Me foge à memoria agora...
-
Portal de Internet: Melhor - O Terra por me fazer rir dos exageros de algumas notícias publicadas. Pior - Não sei dizer um pior.
-
Que passa na TV: Melhor - My Name is Earl é muito bom! Pior - programas de fofoca e afins.
-
Meio de divulgação de blog's: Melhor - O bom e velho boca a boca. Pior - Qualquer coisa parecida com spam.
-
Livro: Melhor - On the Road do Jack Kerouac. Pior - Algum que de tão ruim eu nem me lembro agora. hehehe
-
Blog: Melhor - Meu Veneno. Pior - De blog ruim a Internet está cheia, não me lembro de um especifico.
-
Comunidade de blog's: Melhor - Eu Tenho um Blog. Pior - Só participo ativamente da ETuB mesmo.
-
-
- Espaço Aberto -
Então, primeiro parabéns pela iniciativa! A idéia é muito boa e a cena blogueira precisa de coisas assim. Curti muito participar da entrevista, foi uma prazer. Queria dizer que por mais que você escreva sobre assuntos mais banais, nunca deixe de escrever. Como já disse, é um hábito muito sadio e não menos divertido e prazeroso, assim como (principalmente, incluvise) a leitura. Sendo bem geral, acho que o brasileiro não tem muito esse costume que é algo de muita importância. Sem mais, obrigado pelo convite e mais uma vez parabéns pela idéia das entrevistas e pelo blog que já é um dos meus preferidos.
-
-
Juliu's Pub agrade muito a participação, mas antes de terminarmos e terminarmos a ultima cerveja com nosso convidado, rolou uma pergunta ao ar.
-
JP: Me conte, porque tu usa o codinome Jack?
RD: É o seguinte, certa vez num ensaio a gente tava comentando sobre bandas em que os musicos usas pseudonimos, o guitarrista falou que se a nossa banda fosse fazer isso um dia que eu tinha cara de Jack, que esse nome combinava. Depois disso ficamos alguns minutos divertidos tentando botar nomes no pessoal. Então por zoação eles começaram a me chamar de Jack e terminou pegando. Resolvi arrumar um sobrenome pra ficar mais completo e pensei em Spitfire, que é um avião da Segunda Guerra que eu acho muito bonito (e importante também historicamente). A tradução ao pé da letra é "cospe fogo" e isso também me agradou.
-
Agora é com você visitante. pergunte, critique, elogie, ou então apenas leia e divirta-se.

Aos professores com carinho.


----------Simplesmente, porque não usamos as palavras certas em tempo útil. Apenas porque não as despismos de preconceitos, de orgulhos feridos. Porque, quando a relação é de comunicar, dizer, expressar, ficamos assim. Perguntando ao contrário do que queríamos ouvir.
-
----------Respondendo na razão inversa do que gostaríamos de dizer. Ficamos tolos. Bobos sem graça. Palhaços de um circo em que só podemos rir de nós próprios. Únicos artistas e espectadores da comedia da vida.
-
----------E com essa pequena prosa, gostaria de colocar aqui uma homenagem a grandes comunicadores, locutor, e transmisores de idéias, informações e entretenimento.
-
Gravação da Radio Excelsior AM - São Paulo -
-
-
Gravação Exclusiva Juliu's Pub.
Fotos da série: Programa "Cantor da Cidade" - Rádio Excelsior