Juliu's Pub Entrevista - Rafael Dantas.


----------Olá amigo blogueiro da rede blogger e olá amiga blogueira da rede blogger, Julio Moraes de volta (com um dia de atraso). Alias espero que me perdoe, sim ontem foi feriado e infelizmente não consegui postar, mas sem problemas, espero que tenham gostado do ultimo post. Uma gravação exclusiva do Juliu's Pub da extinta Radio Excelsior AM - São Paulo, se acaso ainda não ouviu entao manda no play, por que vale muito. Bom, agradeço o carinho pela visita, e a compreensão por um dia de atraso. Agora curta mais uma entrevista exclusiva Juliu's Pub. Há sim e lembrando, ainda estamos aceitando indicações de blogueiros para a entrevista do Juliu's Pub, varios e-mails chegando e muitos blog's sendo analisados, agradeço a participação de todos.
-
----------O convidado a seguir manda bem nas palavras, tem ótimas ideias e sempre em pró de uma breja entre amigos. Conhecido pela comunidade "Eu Tenho um Blog" como Jack (moderador atual), nos concedeu uma entrevista bem humorada e com muita personalidade. Então peça mais uma ao garçon por que essa é por conta da casa.
-
----------Eis que todos os grandes mestres diziam, "se eu não beber, terei que enfrentar o que mais temo: A Realidade". Então como temos um senso comum de moderações, o pub é para vocês, poetas e prosistas ficam daquele lado, poetas e cronistas do outro lado, caso você ainda não se identifique com algum fique entre os prosista políticos e poetas antigos você poderá ter otimas surpresas. Lembre-se o lugar é bem frequentado, então vamos utilizar todo o espaço do blog com balbuciações e bom humor... sim, e o escritor pede: "Perguntas só ao final. obrigado":D. Divirta-se
-
-
- RaioX -
Nome:Rafael Dantas de Figueiredo
Cidade:João Pessoa (a capital mais verde do Brasil, visite, a cidade é linda)
Blog:Cold Beer Inside (http://coldbeerinside.blogspot.com)
Assunto:Basicamente coisas do meu cotidiano, com aquele toque crítico sobre tal
Layout: ...toscamente feito por mim mesmo
-
Juliu's Pub: Por que blog?
Rafael Dantas: Cara, sempre gostei de botar minhas ideias no papel, quase como compulsão (tenho uma certa paranóia de ter ideias interessantes e esquecê-las depois). E sempre curti essas novidades do mundo virtual, daí quando começou essa onda de blogs (e era novidade na época) eu me interessei e resolvi fazer um pra mim. Mas naquela época tudo era muito tosco, não sacava nada de html, escrevia coisas mais inúteis do que as que escrevo hoje em dia e tal...
-
JP: Então nos conte sobre os outros blogs?
RD: Hmm... *contando nos dedos* já tive monte! Os primeiros era aquelas diarinhos sem graça que eu sempre enjoava de continuar postando e abandonava, mas logo fazia outro e ficava nessa. Nesse tempo eu tive uns 5 ou 6. Depois eu tentei sair dessa de diarinho e tentar fazer uma coisa melhor, foi quando criei o Histeria Feelings. Não me lembro quanto tempo durou... Enjoei dele mais uma vez e resolvi criar o Cold Beer Inside que em agosto completa um ano.
-
JP: Como ele surgiu?
RD: Como eu havia dito foi numa época que eu tava enjoado do antigo blog. Eu queria mudar o estilo dos posts e fazer uma coisa nova. A ideia inicial era postar textos num clima bem papo de bar com os amigos, confesso que depois de um tempo eu fugi um pouco desse caminho, mas estou satisfeito de como levei o blog mesmo assim. Mas sempre penso nas conversas com amigos regadas a cerveja...na hora de escrever os posts.
-
JP: Como surge a idéia para um post?
RD: Das mais variadas formas possíveis. Já tive idéias pra textos conversando com amigos (até mesmo no MSN e tal), outras vezes naqueles momentos de ócio agudo, ou quando estou dentro do ônibus... Uma coisa que me inspira muito para escrever alguma coisa é ficar observando o comportamento das pessoas fazendo coisas comuns. Já escrevi algumas vezes sentado num banco de praça analisando tudo e todos que estavam por ali. É uma coisa muito relativa.
-
JP: Qual post você gostaria de destacar agora?
RD: Os que foram mais divertidos de escrever e ver no que deu depois foram os dois posts da série "Gente estupidamente idiota" (leia aqui Parte I e Parte II). Esses posts deram o que falar por aqui... De ameaça de processo a promessa de quebrarem minha cara, mas não consegui levar isso a sério. Um post que eu gosto muito também é "O episódio do Diabo e da Caveira esportistas". Pra variar passei uns apuros no momento da situação que relatei no post...Acho que por esses "riscos" que eu me orgulho de ambos.
-
JP: O que te incentiva a manter o blog?
RD: Acho que principalmente esse vício - sadio - de escrever. Uma coisa que me motiva bastante também é o fato dos meus amigos próximos gostarem do blog e cobrarem por novos posts. E essa coisa de interatividade que a Internet proporciona é muito legal... Ter seus textos publicados pra qualquer pessoa poder ler e as vezes até rolar um feedback por meio de um comentário é realmente muito interessante.
-
JP: Você se preocupa com o volume de visitas e comentários?
RD: Não me preocupo demais. Claro que saber que seu blog é bem visitado e comentado é algo que faz com que você pegue mais gosto pela coisa e continue sempre tentando evoluir, afinal de contas o objetivo de publicar os textos no blog é que outras pessoas leiam. Mas não me ligo muito nisso. O número de visitas e comentários é um bom indicador pra saber como está a qualidade do blog, se os números aumentam é possível que o blog esteja melhor que outrora e vice-versa...
-
JP: Qual estilo de leitor você acha que tens hoje?
RD: Desocupados como eu! hehehe... Pelo pessoal que eu conheço dos comentários dá pra notar que o público é bem variado. Como meu blog tem um estilo mais descontraído que sério, é normal que o público também esteja nessa linha. Ah, a minha mãe e minha avó são leitoras assíduas! Minha mãe não gosta quando escrevo palavrões ou expressões vulgares, mas sempre mando uma desculpa dizendo que faz parte do clima do texto. hehehe
-
JP: Nos fale um pouco sobre o tema de seu blog "Cold Beer Inside".
RD: Eu tenho um problema imenso em dar nomes às coisas. Quer dizer, nem só às coisas, tive um cachorro que passou uns 3 meses sem nome! hehehe... Se eu tentar parar pra pensar num nome num sai coisa alguma. Quando resolvi criar o blog o problema do "batismo" me encheu o saco de novo. Resolvi então desencanar e esperar que ele caísse do céu. Um dia eu tava na casa de um amigo tomando cervas com o pessoal, era noite, tava frio pra caralho, mas continuava tomando minha cerveja trincando de tão gelada, despreocupado. Já estávamos meio "alegres" quando um dos meus amigos começou a dar uma de bêbado poliglota falando frases em algumas línguas (misturando elas algumas vezes), então ele solta uma que no mesmo instante pensei em usar pra o nome do blog, falou alguma coisa que não me lembro bem, mas que tinha "cold beer inside" no meio, querendo dizer que ele era tava com frio de tanta cerveja gelada dentro dele. Foi algo mais ou menos assim...
-
JP: O que lhe agrada em um blog e o que desagrada?
RD: O que me agrada e me faz voltar várias vezes depois são textos bons mesmo. E texto bom pra mim é um texto objetivo, sem rodeios desnecessários, que me prenda à leitura. Não dou muito valor a layouts super elaborados, mas organização nesse quesito é fundamental. E o que eu num curto muito são blogs com assuntos pouco interessantes, fora do meu interesse. Blogs desorganizados e muito pesados pra carregar também abomino. E não preciso falar de blogs em "miguxês", daqueles midis irritantes que alguns ainda insistem em achar que é legal num blog e milhões de gifs piscantes (geralmente quando um blog tem uma dessas características, o resto vem de brinde).
-
JP: Quais os blogs que você mais visita?
RD: O blog da Kaka o "Meu Veneno" é um que eu visito diariamente. Um blog bem conhecido que eu visito é o "Hoje é Um Bom Dia". Sempre dou uma passadinha nos outros blogs que tenho nos links do meu blog.
-
JP: Tens alguma dica para um blogueiro iniciante que se identifique com você?
RD: O que eu aconselho é sempre tornar os textos e o blog em si bem objetivos para facilitar a leitura. Depois disso é caprichar nos posts, abordando temas interessantes, numa linguagem descontraida... Outra coisa que eu faço sempre é tentar se imaginar do ponto de vista do leitor. Esquece que você é o criador da criatura e analisa como se fosse outra pessoa, se julgar que ficou legal, posta! Tomando cuidado de manter a sinceridade dos posts.
-
JP: Qual o seu maior sonho hoje?
RD: Acho que o mesmo da maioria das pessoas da minha idade. Se formar e conseguir estabilidade profissional, por consequencia estabilidade financeira. Viver a minha vida sem ter o rabo preso com ninguém. Nada muito extraordinário...-
-
- PAPO MIX -
Sistema Operacional: O melhor: Linux (Ubuntu). Pior: Me lembro agora de quanto o Windows ME me irritou quando o usava
-
Estilo Musical: Melhor - Rock! Principalmente o rock clássico dos anos 60 e 70. Pior - Qualquer coisa com letra mediocre, sem qualidade...
-
Meio de Comunicação: Melhor - A Internet por ser o mais democrático e amplo. Pior - A TV.
-
Filme: Nunca consegui ter um filme preferido, mas dos que eu assisti recentemente gostei muito de Trainspotting e Edukators. Pior - Me foge à memoria agora...
-
Portal de Internet: Melhor - O Terra por me fazer rir dos exageros de algumas notícias publicadas. Pior - Não sei dizer um pior.
-
Que passa na TV: Melhor - My Name is Earl é muito bom! Pior - programas de fofoca e afins.
-
Meio de divulgação de blog's: Melhor - O bom e velho boca a boca. Pior - Qualquer coisa parecida com spam.
-
Livro: Melhor - On the Road do Jack Kerouac. Pior - Algum que de tão ruim eu nem me lembro agora. hehehe
-
Blog: Melhor - Meu Veneno. Pior - De blog ruim a Internet está cheia, não me lembro de um especifico.
-
Comunidade de blog's: Melhor - Eu Tenho um Blog. Pior - Só participo ativamente da ETuB mesmo.
-
-
- Espaço Aberto -
Então, primeiro parabéns pela iniciativa! A idéia é muito boa e a cena blogueira precisa de coisas assim. Curti muito participar da entrevista, foi uma prazer. Queria dizer que por mais que você escreva sobre assuntos mais banais, nunca deixe de escrever. Como já disse, é um hábito muito sadio e não menos divertido e prazeroso, assim como (principalmente, incluvise) a leitura. Sendo bem geral, acho que o brasileiro não tem muito esse costume que é algo de muita importância. Sem mais, obrigado pelo convite e mais uma vez parabéns pela idéia das entrevistas e pelo blog que já é um dos meus preferidos.
-
-
Juliu's Pub agrade muito a participação, mas antes de terminarmos e terminarmos a ultima cerveja com nosso convidado, rolou uma pergunta ao ar.
-
JP: Me conte, porque tu usa o codinome Jack?
RD: É o seguinte, certa vez num ensaio a gente tava comentando sobre bandas em que os musicos usas pseudonimos, o guitarrista falou que se a nossa banda fosse fazer isso um dia que eu tinha cara de Jack, que esse nome combinava. Depois disso ficamos alguns minutos divertidos tentando botar nomes no pessoal. Então por zoação eles começaram a me chamar de Jack e terminou pegando. Resolvi arrumar um sobrenome pra ficar mais completo e pensei em Spitfire, que é um avião da Segunda Guerra que eu acho muito bonito (e importante também historicamente). A tradução ao pé da letra é "cospe fogo" e isso também me agradou.
-
Agora é com você visitante. pergunte, critique, elogie, ou então apenas leia e divirta-se.

4 comentários:

  1. ficou muito massa a entrevista!
    e jack é a cara de rafael mesmo hehehe...tadinho do cachorro x~~

    ResponderExcluir
  2. massa! =D
    Jack me lembra pirata tambem...
    principalmente por causa do ferrinho do aparelho que não saiu! hehehehehe
    a marca registrada de Rafael!

    o/

    ResponderExcluir
  3. Muito legal a entrevista, acabei de descobrir que o Rafael é da minha cidade!
    hehehe..
    Sou uma desocupada do mundo dos blogs, mesmo que o meu seja meio diário, eu gosto, acho legal, talvez um dia eu canse dela e siga algo mais "sério".
    rss..
    Valeu, muito legal a entrevista!

    ResponderExcluir
  4. Ei tchooow, ficou massa a intrevista...

    mas devia ter falado de Drunk e Cherry...

    marcar de sair e tomar uma...

    abraço.

    ResponderExcluir