"A Hidra" ou a moça do cartão de credito.

Inspirado na post de meu querido clone amigo Wagner sobre como é ser abordado por seres de outras galáxias, venho postar aqui sobre minha própria experiência com essas pessoas que realmente parecem não obter nada além da necessidade de incomodá-lo sem necessidade alguma.

"A Hidra" ou a moça do cartão de credito.

Estava eu naquela selva, sem água, cansado e um pouco decepcionado por amigos que ficaram para trás sem alguma chance de sobrevivência a este dia impiedoso... Sim estou falando da volta para casa na hora do rush nos mêtros de São Paulo.

Após a epopéia de empurrões chego finalmente a meu destino sem grandes danos, assim eu achava. Peguei a única saída disponível para seguir ao final "exit", e quando estou a terminar de chegar no topo ad escada, eis que vejo uma visão que até hoje não esquecerei.

Uma Hidra de quatro cabeças, varias mãos, línguas que não paravam e pés assustadoramente ágeis. Sim, estou falando de quatro promotoras pequenas, rápidas e 'eficientes' parando a todos que subiam a escada para oferecer "o seu cartão de credito". - alias acho hilário como já temos uma coisa que nunca realmente poderemos usar-.

Me vi em uma situação critica, única mas não diferente do que ja tinha passado pelo meu dia. Em rápido êxtase de sobrevivência pensei em como desviar, manipular a segurança rígida, pular da escada paria uma opção libertadora do caos. Mas percebi que eu deveria enfrentá-las, como ninguém nunca havia feito antes.

Pensei em mentir também, mas sou péssimo nisto, da ultima vez quando fui falar meu nome falei somente as iniciais:

- Seu nome Sr?
- É...er... JC...
- JC? – Ela prontamente retrucou - Seu nome completo Sr.?!!
- Jesus Cristo.

Imagine como terminou... Basicamente com o nome de minha rua se tornando Via Sacra numero 0001.

Mas como vi que a única opção mesmo será enfrentar, então me vem a mente momento, amigos e parentes que tentaram o mesmo, só que 15 apos deparados com essa Hidra receberiam o que juram ser coisas inexplicáveis. Sim, estou falando sobre eles receberem o cartão de credito mesmo dizendo que não queriam.

Estava chegando mais perto delas, e já suando um pouco pela pressão - não a arterial, realmente o povo querendo subir rapidamente, e já desesperados por terem que passar pelo mesmo -, vejo a luz no fim do túnel, eu reconheci uma das cabeças da hidra, estudou comigo a anos atrás. Ou seja, a primeira idéia a mente: Compaixão.

Obviamente enganado, tentando estabelecer contato visual com ela, enquanto subia a escada percebo que à mesma teria se transformado em algo que não tivera mais o retorno a seu teor humano. Sim, infelizmente ela não me reconheceu, afinal mais de 10 anos. E sinceramente eu poderia estar enganado, mas não iria arriscar utilizar algo tão fútil para escapar.

Pronto. Já estava a poucos metros de chegar a elas, e já sem idéia resolvi enfrentar de peito e alma, chegando perto do destino final da escada, minha vida - econômica - passou a minha frente em um piscar de olhos, e pensei comigo - Meu Pai do céu, mais divida não, nããããããõooo -

Pisei no ultimo degrau. Momentos cruciais começaram a acontecer, viam-se apenas os restos dos que já passaram; Sapatos, batons, pentes, e até um suposto bebê que percebo mais tarde ser uma boneca deixada para trás pela dona que já não voltara mais por aquela escada.

Chegara minha vez, a "imagem horrível" de quatro cabeças olha para mim, vê interesse e se posta prontamente a minha direção. É as quatro quase ao mesmo tempo, imagem inesquecível.

Nesses momentos você vê realmente que tudo valeu a pena na vida, e quais coisas faltaria fazer se acaso sobreviver a tudo isto. Estavam prontas a tirarem vantagem de meu suposto estado atual financeiro; Sabe, elas não querem saber para onde esta indo, apenas se você irá levar uma copia do cartão do banco delas.

Continua...

2 comentários:

  1. Isso é comum e irrita msm, é foda!

    Uma vez parei p/uma garota da C&A fazer o cartao. Só parei pq ela implorou e quando terminei disse q iria cancelar quando fosse chegar em minha casa.....até hj o cartao nao veio....acho que ela ficou com pena de mim, sei lá.....rssss



    to esperando a 2° parte!

    abraços!

    ;)

    ResponderExcluir
  2. Então sr. "Ga******" (huahuahauh), tira a mulherada da cabela e termina essa história logo, que eu tô curiosa. Quero saber o fim, ok?!
    Abs procê!

    ResponderExcluir