Entrevista com os criadores do: "Mamãe quero subir no ranking do BlogBlogs"

Juliana Sardinha escreveu:

O nome do meme era "Mamãe eu quero subir no rank do BlogBlogs"- nome este que foi devidamente adaptado por alguns participantes - e tinha o objetivo explícito de angariar links para catapultar blogs às primeiras posições do ranking do BlogBlogs.
Minha primeira reação foi de perplexidade. Pensei: "isso só pode ser uma brincadeira". Não era. Um grupo se reuniu e resolveu manipular o rank do mais respeitado site de indexação de blogs do Brasil. Alguém duvida disso?


Tine Araujo disse:

Outro dia vi através do twitter [só não me pergunte de quem, não lembro] a frase: “Mamãe eu quero subir no ranking do BlogBlogs!” olhei o post e vi que era mais um “meme” que nasceu, pelo que entendi, aqui e eu fiz questão de contar os participantes, cheguei ao número 392! Hoje, fui navegar no diHitt e encontrei a notícia: “Já subi 50 posições no ranking do BlogBlogs!” que se resume no texto: “E minha audiência vinda do BlogBlogs quase dobrou! Agora já estou no ranking do BlogBlogs quase na mesma colocação de blogs como MeioBit, Grandes Tolices do Orkut e etc”
Depois fui dar uma pesquisada no twitter novamente e vi muita gente reclamando que caiu posições no ranking do blogblogs, alguns muitos indignados mesmo! E até me lembrei que no Curitiblogs, também discutimos sobre a utilização de links não relevantes e penalizações no Google por isso!

Ester Beatriz falou:

Antes de mais nada, eu sou uma das que aderi a brincadeira “Mamãe eu quero subir no ranking do BlogBlogs!” e embora eu reconheça que estar bem posicionada em listas e rankings inflam o ego, essa é a menor das minhas preocupações. Li em vários lugares comentários de blogueiros que ficaram doídos por perderem posições nesse ranking. Que bobagem!!! Isso não mudará suas vidas e nem pagará suas contas, meus queridos!


Minha Luz, Luma, brilhantemente citou:

Conselho bom:

"Há dois tipos de pessoas: As que fazem as coisas e as que dizem que fizeram as coisas. Tente ficar no primeiro tipo. Há menos competição", de Indira Ghandi
Mas afinal, o que anda acontecendo na blogsfera?

A algum tempo todos sabem que foi criado uma campanha (como os criadores preferem que chamem) "Mamãe Quero Subir no Ranking do BlogBlogs". Éis que surgiu caos, medo, angústia, desgosto, brigas, hierarquias e, para outros simplesmente . . . Nada aconteceu.

Após tanto ver opiniões sobre o assunto resolvi ir direto a fonte de conhecer um pouco sobre a campanha, por que ela existe e ainda o mais importante, por que causou tantas mudanças na blogsfera?

Começo agradecendo Mateus, conhecido como Dr. Spock do blog O Louco Meu, pela intermediação do contato com os criadores da campanha para a entrevista.

Julio Moraes Entrevista: Rafael Barbosa e Jhony Pacheco Gomes

Info:

Rafael Barbosa, Belo Horizonte, BH - Blog: http://www.rafabarbosa.com

Jhony Pacheco Gomes, Curitiba, PR - Blog: http://www.insuportaveis.com

Julio Moraes: Vocês são os criadores da campanha "Mamãe Quero Subir no Ranking do BlogBlogs", expliquem de onde nasceu a idéia?

Jhony: A idéia nasceu depois de tantas conversas com amigos blogueiros, na blogzona. A grande maioria compartilhava da idéia de que a maioria das pessoas entrava em campanhas, como emoday, dia de limpar a bunda e afim, apenas pra subir no ranking do blogblogs.

Rafael: Em uma conversa na blogzona, surgiu o assunto sobre o ranking do blogblogs e em como ele perdeu a relevância após o boom dessas campanhas e memes do tipo link todo mundo. Muitos blogueiros amigos nossos confessaram participar única e exclusivamente pelo ranking, já que elas são umas formas fáceis de conseguir links. Porém, elas sempre têm uma desculpa pra isso. A nossa surgiu com o interesse escancarado. Mostrar que é só pra subir no ranking mesmo.

Jhony: Do meu lado, eu queria mostrar que o ranking tinha sido completamente comprometido por essas campanhas. Que deveria ser reformulada a idéia de "escalação" do ranking e que usar esse mesmo ranking como algo que trouxesse credibilidade para o blogueiro era algo, na falta de outra palavra, tosco.

Julio Moraes: Ao dizer que o Ranking do blogblogs fica comprometido, querem dizer que ele fica suscetível as blogagens coletivas que poderiam ser apenas para trocar de links?

Rafael: Exatamente.
Jhony: Isso mesmo.

Julio Moraes: Então o problema seria o excesso de blogagens coletivas?

Rafael: Não é o problema. O problema é que existem aqueles que participam porque realmente se importam com o tema da blogagem e tem aqueles que participam somente para subir de posição no ranking. Tem ainda aqueles que criam essas blogagens visando o mesmo objetivo. Afinal, algumas são tão ridículas que não teriam motivo de existir. Pronto, podem falar mal da nossa agora.

Jhony: Eu acho que o problema não é a blogagem coletiva. O problema são aquelas que são criadas apenas pra angariar links. Quando o blogueiro entra em uma delas com o objetivo principal de apenas ganhar links e subir em rankings, essas blogagens coletivas se tornam o "problema".

Julio Moraes: Vocês chegaram a imaginar a dimensão da campanha, opiniões e criticas que receberiam?

Rafael: Particularmente eu não acreditava que a idéia sairia dos blogs da blogzona. Mas, no segundo dia, quando loguei no meu blog e vi que já havia mais de 50 comentários para aceitar, todos eles se inscrevendo na campanha, percebi que a idéia tinha dado certo. As críticas começaram a vir imediatamente. Muitos acham que a campanha não é ética. Mas, apenas jogamos com a regra do blogblogs. Não utilizamos nada ilegal para isso. O único problema é que infelizmente as pessoas não conseguem entender a ironia da campanha e realmente acabam acreditando que o nosso principal objetivo é estar na primeira página. Ou tomar o lugar de alguém.

Jhony: Ser "top" no em ranking nunca foi sinônimo de qualidade. Eu quis mostrar que era fácil subir no ranking, logo, ser "top" não era algo importante. Nunca imaginei que a campanha tomaria essa proporção, pois nem somos os blogs mais visitados do blogosfera. Tivemos uma grande ajuda de vários blogueiros amigos do mesmo "calibre", e até maiores, que também tinham a mesma idéia que a gente. Graças a eles, a campanha foi um sucesso completo. Mas, infelizmente, como o Rafa disse, as pessoas não entendem o tamanho da ironia da campanha e criticam ela sem nem ler o seu conteúdo.

Julio Moraes: Então podemos dizer que a campanha ironiza a questão de que hoje estar entre os top 5 no ranking do blogblogs não significa ser importante na blogsfera?

Rafael: Não é algo simples que qualquer blogueiro pode conquistar. Depende da forma como você mede isso. No blogblogs, sim, qualquer blogueiro pode chegar ao top 5, basta apenas ele participar dessas campanhas, ou no caso de quem realmente se empenha e é relevante, não se baseando nessas campanhas para atingir tal objetivo.

Jhony: Nem chega a ironizar posições específicas, mesmo porque, passar o "Interney", que é extremamente conhecido, e "Usuário Compulsivo", que teve a brilhante sacada de criar um css pronto pra usuários do blogger colocarem um widget mais personalizado do blogblogs, é algo quase impossível. Mas é fácil atingir posições de destaque apenas entrando em "campanhas que trocam links".

Julio Moraes: Na opinião de vocês, o ranking do blogblogs é relevante para medir a popularidade e a qualidade de um blog?

Rafael: Não. Se for possível, pergunte a seus leitores o seguinte: das 50 primeiras posições, quantos blogs você conhece e sabe que tem qualidade? O ranking gera visibilidade, o que consequentemente pode gerar popularidade, mas qualidade, infelizmente não.

Jhony: Até o momento que essas trocas de links começaram a acontecer, era sim um medidor de popularidade, mas em nenhum momento foi sinônimo de qualidade. Hoje em dia, tirando alguns casos específicos, nem a popularidade é mostrada através dele.

Julio Moraes: Na opinião de vocês, a mudança do sistema de ranking do blogblogs, foi boa ou ruim?

Rafael: Eu acredito que foi um meio termo. Ela mede o total de links recebidos nos últimos 6 meses. Porém, em um espaço de tempo de um mês tivemos o emoday, dia de limpar a bunda, zoto e etc. Todas elas renderam vários links pra vários blogs. Porém, daqui a 6 meses, o ranking volta ao normal até alguém realizar outra campanha dessas.

Jhony: O primeiro critério sempre foi links de blogs diferentes. Quando criei meu blog, eu gostava de o ver subindo posições no blogblogs. Depois de ver que qualquer um poderia ficar no topo, apenas criando essas campanhas e sem fazer o menor esforço, o ranking do blogblogs acaba não sendo algo realmente relevante. Eu não desmereço a ferramenta Blogblogs, pois é um poderoso indexador. Quem não usa, não sabe o que está perdendo.

Julio Moraes: O que poderemos esperar da campanha "Mamãe Quero Subir no Ranking do BlogBlogs" no final?

Rafael: O resultado em relação ao ranking é temporário. Será muito difícil a maioria dos blogs que participaram manter a posição alcançada. De repercussão, acredito que o resultado foi ótimo, pois tirou a blogosfera da monotonia apesar do assunto ainda ser ranking. O resultado é difícil medir. Não sei dizer se o blogblogs vai alterar o sistema de medição, ou se seremos punidos ou até mesmo banidos do sistema. O que podemos esperar da campanha já está acontecendo. Pessoas estão se manifestando. Ninguém falava muito na relevância do blogblogs e agora todo mundo questiona. Os blogueiros participantes ficaram felizes em terem um pouco de visibilidade enquanto alguns, dos ditos grandes blogs, se sentiram incomodados de certa maneira. Isso é bom, pois possibilita o diálogo.

Jhony: Queria realmente poder dizer que fará mudanças na relação blog x blogblogs, mas não sei se isso acontecerá. Eu não sei o que esperar como resultado final da campanha. Torço pra que o blogblogs ache uma solução ou um jeito diferente de "rankear" os seus participantes. Ainda teremos um balanço final da campanha essa semana, aí veremos as últimas críticas e veremos, também, se algo muda.

Julio Moraes: O indexador BlogBlogs esta mudando constantemente, e em sua opinião o que poderia ser mudado ou aperfeiçoado?

Rafael: Eu acredito que a forma como ele rankeia os blogs. Não sou programador, mas acredito, se estiver enganado me desculpem, que existem outras maneiras de se calcular a relevância de um blog que não seja através de links. Existe o contador de leitores de feed. Esse é um número importante, pois demonstra o público que realmente acompanha um blog.

Jhony: Uso o Blogblogs todos os dias. Sempre que posto, "pingo" no blogblogs, pois isso gera sua indexação nele e, com isso, deixa mais rápida a indexação no Google. Queria que ele tivesse um jeito diferente de rankear, e dividindo também por categorias os blog. Não sei qual seria a melhor forma de rankear, mas não custa tentar achar algo mais "paupável".

Julio Moraes: Agora deixo o espaço aberto a vocês para ultimas considerações.

Rafael: Sobre a campanha, foi a última que eu participei nesse estilo "linka-linka", carinhosamente chamada de "suruba de links". Pode ser que eu e o Jhony criemos alguma outra campanha, mas que não seja baseada em replicar links, e sim algo útil, que leve ao diálogo e a divergência de opiniões. Sobre a entrevista, eu agradeço ao Júlio por nos dar oportunidade em outro blog, se não o nosso, a falarmos sobre a campanha. E sobre o pessoal da blogzona, esperem posts. Afinal, todo mundo é blogueiro =) Ah, e agradecer ao Mateus, Dr. Spock do OloucoMeu pelo contato.

Jhony: Muitos se não gostaram e muitas críticas, construtivas ou não, foram lançadas. Espero que mais blogagens coletivas sejam feitas, sem visar o "troca-troca" de links. Temos alguns projetos, mas ainda nada concreto. Com relação a entrevista, agradeço a oportunidade de mostrar a minha opinião. Ah, bem lembrado, Rafa. Agradecimento ao Júlo pelo espaço e para o Dr. Spock.

--

Agradeço Rafael e Jhony pela entrevista e, agora deixo o espaço aberto a todos que tiveram duvidas ou perguntas aos rapazes. Lembro que o pub é um lugar para debates saudaveis e também um lugar para conhecimento de todos sobre os assuntos que mais chamam atenção.

Abs,

9 comentários:

  1. Pois é, como sempre a guerra dos egos é travada, por isso que nem ligo para rankings, eles realmente não indicam qualidade que é o que eu procuro... quantidade por quantidade eu criaria meu próprio blog replicador de conteúdo ¬¬

    ResponderExcluir
  2. Belíssima entrevista, Júlio!
    Ainda quero ter a honra de um dia qualquer ser entrevistado por vc!
    Abrços!

    ResponderExcluir
  3. Oi Júlio.
    Havia lido uma referência ao assunto lá na Luma, mas não havia entendido. Esta entrevista me esclareceu. Lembrei do Eclesíastes: "vaidade, tudo é vaidade".
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Quem choramingou e reclamou e se debateu por causa de uma posição perdida no ranking são pessoas guerreando com seus enormes egos, nada além disso.
    O meme somente mostrou às claras o objetivo de todo e qualquer meme, divulgação de links e subidas no ranking. Lamento somente por quem perde o sono com essas coisas.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Júlio!

    Vim aqui para tentar entender um pouco mais desta polêmica.

    Para concluir, digo aqui o mesmo que disse lá na Luma:

    Eu nunca dei muita importância para estes "rankings". Às vezes, chego a esquecer de "pingar" o Blogblogs umas 2 semanas inteiras. Estou preocupado é em escrever o que penso e, se puder ajudar alguma pessoa a pensar, ótimo! Se não tocar ninguém, problema meu.

    Agora que estou mais por dentro desta celeuma, só tenho uma coisa a dizer, por sinal, o mesmo que disse antes de ter entendido esta confusão:

    Pintar uma pedra de dourado, não vai transformar a pedra em ouro.

    Um abraço!

    Sensata Paranóia

    ResponderExcluir
  6. Então, ontem li tanto sobre liberdade de expressão e porque não, democracia! Mas vale tudo para ter 5 minutos de visibilidade? Porque é isso que irá acontecer, daqui uns tempos o gostinho amargo por ter participado e não ter tido capacidade de se manter no ranking é o que restará para os não qualificados. A blogosfera é grande e cabe todos, infelizmente no ranking do BB não cabe todos. Por isso sou contra rankings, por não ser uma forma democrática de conversação. No mais, é sempre bom lembrar - todos os blogues grandes um dia foram pequenos. Produzam com qualidade!

    ResponderExcluir
  7. olha cara o rank do bloblogs é uma coisa meio distorcida ao meu ver.
    tem blogs bem melhores que merciam outras colocações

    ResponderExcluir