Gui Boratto [Take My Breath Away]

Projeto Skol Sensantion - Um breve review do novo álbum de Gui Boratto.

O Chromophobia de Gui Boratto foi um divisor do pop por causa da sua cadeia de 2 produções, criando dois hinos - canção após canção canalizou a dança do momento (naturais ou não) criando uma sufocação e ritmos harmônicos com cores contrastantes, na qual era bem plausível no momento.

Em Take My Breath Away - seu novo álbum -, ele destila essa paixão por impulso e cria um registro ritmicamente simples; as músicas ficam em ascensão sem questionar seus jiggglin vibrante. E acredite isto não é problemático por assim dizer, (tanto que o álbum foi produzido para você dançar e não pensar em dançar), mas para manter as coisas interessantes, Boratto assenta sobre uma insípida consonância harmônica que cansa o ouvido tanto como ele energiza o corpo.

A faixa 'pico', "No Turning Back", funciona porque acrescenta uma voz distorcida de um diva blasé, que faz a escalção do tom voltar, bem como tirar o foco longe do trivial instrumento escolhas: synth distorcida, reverbed piano, um toque de guitarra dos anos 80, hissy pratos. Isso pode funcionar como um simples álbum, mas os fãs definitivamente já pedem mais de Boratto.

Mas claro que poderemos esperar ótimas surpresas no Skol Sensation na qual o rapaz tocará. Mais informações sobre este mega evento que será em São Paulo é só clicar aqui.

Clique aqui e ouça o novo álbum - [Take My Breath Away]
abs,

Um comentário:

  1. achei uma merda esse cd... simplesmente variações e reefs de Beatiful Life... nada criativo

    ResponderExcluir