O Despertar da Primavera - O Musical [Promoção - Update Ganhador]

E a ganhadora da promoção foi a

Mayuri Yonemaru disse...

Creio que tabus são questões que, mesmo presentes em todo lugar, a sociedade prefere ignorar ao invés de enfrentar. São assuntos rodeados de preconceito e discriminação, sendo que num mundo mais progressista poderiam ser encarados com leveza, aceitação ou no mínimo respeito. E todos que vivem num medo constante - como por exemplo os jovens que escondem a homossexualidade, em conflitos internos que muitas vezes podem levá-los ao suicídio - teriam muito mais liberdade para viver suas vidas e serem quem realmente são. Todos esses tabus costumam ser vistos com maus olhos pela Igreja, da homossexualidade ao suicídio, do aborto à eutanásia, do sexo antes do casamento à gravidez precoce. Mas os fieis encegueirados não se lembram de um ensinamento crucial: odiar o pecado, mas amar o pecador. O problema mesmo é continuar vendo assuntos tão comuns e inevitáveis tratados como pecado, como tabu, como incômodos.



Por favor, envie seu nome completo para juliuspub@gmail.com

Obrigado aos 3405 acessos e a todos os participantes.

Até a próxima.

--

Em 1891, o dramaturgo alemão Frank Wedekind escreveu Spring Awakening, peça que descortinava o universo de um grupo de adolescentes e tocava em temas como o florescer da sexualidade, o incesto, suicídio e a opressão. Mais de um século depois, Duncan Sheik e Steven Sater inseriram o rock'n'roll na vida daqueles jovens e nasceu, em 2006, a versão musical de O Despertar da Primavera - Spring Awakening. A mistura de uma sonoridade contemporânea com um texto clássico recebeu a consagração da crítica norte-americana e oito prêmios Tony, incluindo melhor musical, melhor texto, melhores letra e música.

Chegando por aqui, a versão brasileira da peça, produzida por Charles Möeller e Claudio Botelho, está em cartaz em São Paulo após uma temporada carioca de 23 semanas, onde recebeu excelentes críticas e foi líder em indicações ao Prêmio Shell de Teatro – 2009.

Lá fora é um fenômeno a anos. Veja um vídeo com a Lea Michele, que conhecemos hoje como a Rachel do mega sucesso da Fox, GLEE cantando uma das músicas do espetáculo.


E a Globo News, fez uma matéria muito bacana com o casting nacional. Veja:




Serviço:

"O Despertar da Primavera"
com Malu Rodrigues, Pierre Baitelli, Letícia Colin, Rodrigo Pandolfo e grande elenco.

Quinta, Sexta, Sábado e Domingo.

Teatro Sérgio Cardoso -
R. Rui Barbosa, 153, Bela Vista. - Tel. (11) 3288-0136.
Ingressos: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia).
Não recomendável para menores de 14 anos.



abs,

29 comentários:

  1. Na nossa sociedade, ainda é tabu tudo o que ameaça as concepções aceitas como verdades absolutas, impostas a todos, sem contestação.
    Como já diz a letra de uma das musicas do Despertar: "E quem pensa já sabe que é suspeito, e tudo o que interessa esta na biblia sobre o o peito.."

    ResponderExcluir
  2. Creio que, dentre todos os assuntos ainda considerados tabus na nossa sociedade, o mais espinhoso seja a eutanásia. É difícil definir quando a vida deixa de ser vida e se desapegar de alguém próximo - ou então de tomar uma decisão dessa magnitude sobre a vida alheia. Todos podem ter bem claros para si o que fariam com si mesmos nessa situação, mas decidir pelo outro é ainda mais complicado (até porque tendemos a nos importar com as pessoas que amamos mais do que nos importamos com nós mesmos).

    ResponderExcluir
  3. É aceitar as pessoas como elas são. Pessoas fingem ser o que não são para poder se enquadrar no que dizem ser o ideal. Mas não existe o ideal.

    ResponderExcluir
  4. Pra mim é tabu falar dos jovens como gente de opinião formada. Falar que os jovens de hoje podem ser mais maduros que os da geração anterior, ou que eles tem capacidade de saber o que é amor e o que realmente querem da vida! É uma ideia pré-concebida a de que o jovem que diz que ama está errado ("você ainda é jovem, vai entender o que é amor no futuro") ou que está decidido sobre o futuro (principalmente quando se escolhe uma profissão não tradicional). O jovem apaga sendo visto como a criança que não é mais, que erra, que não pode fazer sexo, não pode experimentar coisas novas, e discutir isso é considerado errado por tantos! É quase como se o que fala estivesse induzindo o jovem ao mal caminho, o que não está nem perto da verdade.

    ResponderExcluir
  5. Vou ser curta e prática!
    Tabu é tudo aquilo que temos vontade de fazer e que gostamos de fazer. No entanto, é consideratudo Tabu porque antigamente isto não era permitido!

    ResponderExcluir
  6. Na sociedade de hoje, Tabu é um assunto, um tópico, o qual as pessoas evitam por ser considerado horrível pela maioria das pessoas, por ser um Tabu. Ou seja, como já é considerado errado, qualquer pessoa que faz é olhada com maus olhos. Por exemplo, para a maioria das mães, levar o namorado para dormir em casa é um Tabu. Elas não aceitam pois a sociedade iria olhar com maus olhos. é mais ou menos isso!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Hoje em dia, tabu é extravasar. Fazer o que nunca foi feito, sentir o que nunca sentiu. Tabu é falar abertamente sobre coisas que são feitas na privacidade. Tabu, hoje e sempre, é ter vergonha de ser autêntico.

    ResponderExcluir
  8. Tabu atualmente, é considerar q existem Tabus.
    Não podemos comparar a opressão atual, com a opressão de 1889 por exemplo. Muitas pessoas, falam de tudo abertamente com os pais, amigos, tios e professores. O mundo está mais liberal, onde a mioria de "cabeça aberta" vence, extinguindo os tabus, tornando publico apenas o preconceito.

    ResponderExcluir
  9. O que é tabu ainda em nossa sociedade e por que?
    Tabu na nossa sociedade é tudo aquilo que não concordamos que o outro faça, porém se o fazemos, não tem importância. Ainda acontece porque querem privar o outro de ter sua própria liberdade e de realizar suas próprias escolhas ou fantasias. Aqui estamos nós, jovens, para dizer que tudo isso é uma grande mentira.

    ResponderExcluir
  10. Abuso sexual, violência doméstica, gravidez na adolescência, prostituição, suicídio e homossexualismo, enfim, tem certos assuntos que muita gente evita de comentar até porque se refletem à experiências próprias, onde cada um de nós já vivenciou ou ainda vivência nessa transição de fases de jovem para adulto. Tem coisas que realmente são difíceis de explicar, suamos, gaguejamos ao tocar no assunto isso é um Tabu.

    ResponderExcluir
  11. Sexo ainda é tabu. Fico horrorizado de saber que fulana levantou e foi embora do teatro porque viu uma cena de masturbação no teatro, e de saber que a peça está encerrando antes do tempo por falta de patrocínio.
    Como se as pessoas não se masturbassem e não fizessem sexo.
    Quando as pessoas não conseguem lidar com um assunto, fingem que não existem.
    Essas pessoas que se chocam com o conteúdo do Despertar da Primavera são bem capazes de fazer coisas bem mais "não ortodoxas" na cama, mas são incapazes de agir com naturalidade ao falar sobre sexo.

    ResponderExcluir
  12. Numa sociedade de rebolations e carnavais desnudos, o sexo, encontro de corpos, desejo da carne, consumação do amor e outros mil nomes que se dá para "aquilo". "Aquilo" como muitas vezes é chamado, faz os mais modernos ficarem corados ao serem questionados sobre o assunto. A vergonha, unida a falta de informação geram ignorância que é uma das mais perigosas armas do mundo!

    ResponderExcluir
  13. Pra mim o maior tabu é uma peça como o Despertar ter que sair de cartaz 2 meses antes pq empresas são muito hipócritas pra vincular a marca delas com verdades que a peça fala patrocinando-a!!! #prontofalei!

    ResponderExcluir
  14. Eu acho que hoje em dia, um grande tabu que temos em casa eh sexo, ainda. Sei que pra muitos parece coisa ultrapassada, pois os pais falam normalmente sobre isso com os filhos depois de certa idade. Entretanto, quando os filhos comecam a ter suas primeiras experiencias sexuais, dificilmente contam aos pais. Mesmo os que sao proximos a ponto de compartilhar TUDO com eles nao se abrem nesse aspecto, pois tem medo de o que vao pensar, alem de uma possivel reacao negativa dos mesmos.
    Alem do classico problema das familias mais conservadoras, que sequer falam sobre sexo com os filhos, que acabam descobrindo sobre o assunto no meio externo (por meio de amigos, pornografia, televisao, etc). E acho que eh isso.

    ResponderExcluir
  15. É comum, hoje em dia, ouvir falar em um mundo sem tabus, uma mentaldidade avançada, onde não há repressão sobre qualquer opinião. Será mesmo?
    Ver a sociedade de hoje como completamente liberal é tão exagerado quanto dizer que continuamos repressores como no século XIX. Naturalmente, com o progresso e a maior disponibilidade de informações, muitos assuntos de tornaram correntes - vêem-se diariamente discussões a respeito de sexualidade, suicídio, violência doméstica, feitas sem o menor tipo de restrição. No entanto, muitos acabam errando ao ver essa suposta "naturalidade" em se tocar nos assuntos como aceitação dos mesmo. Fala-se dos perigos da gravidez na adolescência, mas ai da menina se pedir que a mãe à leve num ginecologista. A novela tem uma personagem prostituta - mas é uma prostituta de classe, afinal, se a pessoa seguiu esse caminho só pode ter sido por opção dela. O ator admitiu que é gay, muito legal, mas se meu filho vier com essa história ele não entra mais em casa.
    Em suma, na atualidade, não são os "tabus" que são mal vistos. O que é realmente proibido é que se admita a sua existência.

    ResponderExcluir
  16. Tabu hoje em dia é o mesmo que preconceito. Ou melhor a quebra dos conceitos. Na sociedade, somos muito regrados, andamos na linha, mas atualmente tem coisas acontecendo que fazem as pessoas perderem os cabelos. Padres assumindo que são verdadeiros demônios. Pais batendo nos filhos. Filhos que matam os pais. A gravidez em adolescentes, não que seja errado, mas pra quem já é grandinho, sabe que isso interrompe boa parte do desenvolvimento psicológico das meninas. A medicina, a ciência, também descobrindo coisas antes "inimagináveis". E eu inventando termos para descrever as coisas. Quebrar tabus é isso. Dizer sem medo de ser feliz.

    ResponderExcluir
  17. A homossexualidade ainda é um tabu, infelizmente, nos dias de hoje. O porque disso? hipocrisia, talvez...Talvez seja a mente e cultura antiquada, os que os deixa cegos e "ignorantes"para assuntos que não os são peculiar.. pra mim é uma questão de falta de evolucão, não evoluimos o suficiente para entender que deus nos criou para praticarmos bondade com todos os seres vivos e a natureza que ele criou, independente de sexo, raça, espécie e opção sexual!! Preconceito está ligado com a não evolução do animal racional, que nos leva a atos de ruindade!!

    ResponderExcluir
  18. O maior tabu da sociedade moderna é afirmar que não há tabus. Fechar os olhos assim como na época em que se passa a peça para a realidade e dizer-se sem preconceitos ou liberal. Os tabus de antigamente foram somente modificados e encobertos. Se a mulher,por exemplo, agora pode ter a mesma formação do homem, por que ela ganha menos?

    ResponderExcluir
  19. Tabu é a proibição convencional dentro de uma comunidade.Essas restrições de falar sobre sexo,gravidez,aborto e homossexualidade,que antes eram invioláveis,e hoje, aos poucos, está sendo derrubada por uma sociedade que trata desses assuntos de forma aberta.Mas não é só o tabu sexual que está sendo superado, também o tabu linguístico e religioso.
    E o espetáculo "O Despertar da Primavera" aborda esses assuntos de forma sutil e com muita naturalidade.

    ResponderExcluir
  20. Em nossa sociedade contemporânea, ainda há assuntos polêmicos que causam desconforto na grande maioria das pessoas, assuntos estes denominados tabus. No musical Despertar da Primavera, o autor retrata alguns desses tabus, relacionado ao mundo jovem, como sexualidade, incesto, suicído e opressão, e por retratá-los, não possui patrocínio e nem público, tendo, assim uma passagem de curto período na cidade de São Paulo, um claro exemplo de um tabu atual.

    ResponderExcluir
  21. Vejamos que a sexualidade e tudo que vem relacionado a ela, (como o homosexualismo, aborto e afins) ainda nos dias de hoje são considerados tabus. Mesmo nos dias de hoje ainda é difícil falar abertamente sobre sexo, por exemplo na adolescência é muito difícil pedirmos conselhos aos nossos pais, geralmente vamos nos aconselhar com os nossos amigos mais próximos da mesma idade. Não falamos sobre sexo abertamente como deveria, se fosse fácil assim, não teríamos tantos casos de irresponsabilidade, de gravidez indesejada. Se a informação não fosse um tabu ela chegaria com muita mais eficácia.

    ResponderExcluir
  22. Tabus são todos os assuntos que de alguma maneira incomodam a sociedade por ferir sua tentativa de se manter imaculada. Temas como sexo, gravidez na adolescência, aborto, suicídio, homossexualidade e violência doméstica estão presentes em praticamente todos os núcleos familiares - mas mesmo sendo absolutamente comuns, continuam sendo varridos para debaixo do tapete. Numa sociedade predominantemente cristã isso é ainda mais agravado, já que os dogmas religiosos acabam por pregar mais a condenação e a intolerância do que a paz, a compreensão e a aceitação. Por isso, mesmo o mundo tendo dado muitas voltas desde que "O Despertar da Primavera" foi concebido pela primeira vez, os tópicos abordados pela peça continuam atemporais - e por trazê-los à tona com coragem, sem apelações e sensacionalismos, "O Despertar" merece ser conferido.

    ResponderExcluir
  23. Creio que tabus são questões que, mesmo presentes em todo lugar, a sociedade prefere ignorar ao invés de enfrentar. São assuntos rodeados de preconceito e discriminação, sendo que num mundo mais progressista poderiam ser encarados com leveza, aceitação ou no mínimo respeito. E todos que vivem num medo constante - como por exemplo os jovens que escondem a homossexualidade, em conflitos internos que muitas vezes podem levá-los ao suicídio - teriam muito mais liberdade para viver suas vidas e serem quem realmente são. Todos esses tabus costumam ser vistos com maus olhos pela Igreja, da homossexualidade ao suicídio, do aborto à eutanásia, do sexo antes do casamento à gravidez precoce. Mas os fieis encegueirados não se lembram de um ensinamento crucial: odiar o pecado, mas amar o pecador. O problema mesmo é continuar vendo assuntos tão comuns e inevitáveis tratados como pecado, como tabu, como incômodos.

    ResponderExcluir
  24. Hoje em dia tudo ainda é tabu, o que difere á a hipocrisia das pessoas que não adimitem isso. Minha mãe por exemplo fala que não tem preconceito com homossexuais, mas odeia e não aceita quando eu falo sobre isso. Ela quase surtou ao saber os temas da peça.

    ResponderExcluir
  25. Pois é já estamos em pleno século XXI e a dificuldade em quebrar os tabus continuam. No Despertar, peça escrita no final do século XIX, trata de assuntos que ainda hoje são TABUS na nossa sociedade preconceituosa. Exemplo é a questão do homossexualismo, creio que o maior tabu dentre tantos que o Brasil e o mundo têm que quebrar.

    ResponderExcluir
  26. tabu são todos os temas que O Despertar trata, infelizmente é a realidade, tanto que a peça não tem patrocínio. irônico, não?

    ResponderExcluir
  27. Alice dos Santos Quintiliano5:04 PM, abril 16, 2010

    Tabu são todas as coisas que fingimos que não vemos e nos assustam quando resolvem admitir que nossa cegueira es´tá na consciência, não nos olhos.

    ResponderExcluir
  28. Eu acho que ainda hoje existe tabu em relação ao homossexualismo apesar de toda informação e preconceitos existentes. Acho que muitos garotos ainda "se encontram perdidos", sem saber ao certo se são realmente gays ou apenas um pouco "diferentes". Existe o medo, a insegurança, o machismo,e também o "achismo". Principalmente na adolescência, onde tudo é novo ou velho e ultrapassado demais...onde os hormônios e também os sentimentos são muito mais aguçados, é facilmente compreensível que se confunda amizade, carinho ou opção sexual num momento em que tudo é novo, diferente, carente...Alguns deixam de pensar em si, pensando no que os outros devem pensar dele...enquanto outros somente pensam em si mesmo, não pensando nos outros. É uma fase conturbada de descobertas, receios, medos infundados, mas também cheia de vida, esperança, amor.

    ResponderExcluir
  29. Eu passo, camarada Júlio. O jatinho está em manutenção e não tenho condições de viajar a Sampa no final de semana (como um bagual de hábitos refinados, recuso a viajar em aviões de carreira).

    Um abraço.

    ResponderExcluir