Carta Aberta: SWU

Nota: Muitos nomes aqui não foram citados - ou foram trocados - por respeito e proteção de identidade, já que abaixo consta e-mails trocados apenas aos indicados.

Vou tentar ser o mais claro e rápido possivel.

Por que desisti do SWU? Simples, pela falta de organização e informação no projeto InsidersAqui você vai ler algumas reproduções de e-mails e minhas opiniões dispostas no projeto

Abaixo: E-mail - revisado e melhor adaptado - enviado a responsável pelo projeto Insiders (Z) da agência digital contratada, com copia à uma das responsáveis pelo evento SWU na agência detentora do evento, (Y).

Peço desculpas pelo tempo de demora para envio deste e-mail. 

Nos últimos dias eu divulguei em meu twitter o desinteresse em apoio e divulgação do evento SWU. Pois bem, eis o motivo.

Quando procurei a Y, eu já estava com uma divulgação espontânea sobre o evento, seguindo todas as opiniões, sugestões e críticas sobre o festival. Meu foco no inicio não era pautar sobre a sustentabilidade, até porque eu sentia muita falta de informação para realmente dizer alguma opinião concreta sobre o assunto, por isto procurei a Y para presentear meus leitores e divulgar o festival em troca de entradas para que as pessoas que visitassem pudesse me passar um feedback posteriormente sobre todas as questões do evento.

Z (permita-me a citação) me indicou o contato da Y, entrei em contato com esta, fazendo minha solicitação. Grande foi meu interesse quando recebo o contato muito breve e fui convidado para participar de um grupo, um projeto chamado Insiders. Algo que eu consegui me identificar, pois a ideia, era criação de sinergia, divulgação, opinião, sugestão e ter um valor de opinião direto com o evento.

Aceitei prontamente com o ânimo de obter mais informações e participar de uma unidade de divulgação e conscientização para nosso planeta. Sou militante, pró planeta e seres humanos.

Com o passar do tempo, mostre-me bem crítico, porém, com muitos apoios a outras ideias. Minha primeira crítica ao evento, ainda pelo twitter (e eu não era do projeto Insiders) foi sobre o FlashMob, não sei quem era os responsáveis pelas ideias e planejamento, mas acredito que houve um foco muito ambíguo quanto a divulgação da sustentabilidade e, por isto, eu critiquei sobre as embaixadinhas. Dentre outras boas opções que poderiam ter sido apresentadas, de impacto maior e menor abstenção de críticas.

Com o passar do tempo, no grupo, eu fui percebendo que cada insider tinha seu motivo próprio para estar ali além do proposito, que deveria ser o maior, de divulgar a sustentabilidade. Quis testar o grupo. Criei o post com dicas para acampar. Eis que no meio de atrasos de feedback com dicas, eu recebo respostas de blogueiros que dizem amar a causa 'verde':

     “hahaha tb, sem dica alguma. odeio acampar!!”

Me espantei, claro. Já que alguém que odeia acampar, automaticamente entra na minha lista de conhecimento baixo sobre natureza, animais e questões ambientais. O que me levou a crer que a seleção prévia de insiders relevou a consideração de popularidade e disseminação de informação, o que é justo. Logo percebi que em sua maioria os insiders estão em grupos de música | EcoBlog (teoricamente) | Populares (sem foco algum um algo fixo, apenas pelo numero de audiência)

Para encerrar o exemplo acima... Quando citei no e-mail que iria divulgar o nome e link de cada blog (presume-se que a pessoa entenderia que eu não ia divulgar algo desta maneira, até porque isto entrou no acordo proposto pela Z ao telefone. Críticas são bem aceitas, contando que pudéssemos debater previamente entre o grupo). Esta blogueira me responde:

     “oi Julio, não coloca que eu odeio acampar pois isso não traz nenhuma ajuda e não incentiva o camping que se está oferecendo no swu. A resposta é entre nós, ok?”

Evitei confronto direto, e prefiro deixar a opinião individual sobre esta parte citada acima.

A minha resposta foi:

     “Oi [blogueira], fique tranquila.

O foco aqui não é entregar nenhum ponto negativo das empresas, marcas envolvidas e/ou insiders (os poucos que participaram)

Entrara apenas no contexto e serão divulgados como pessoas que me ajudaram na pauta, ok ;)”

Pois bem, este foi o primeiro ponto que me fez perceber que haveria muitas diferenças entre o que imaginei, o que poderia ser, e o que realmente foi esta experiência para mim.

Ao longo do tempo, muita coisa foi prometida e pouco comprovada. Eu esperava ter informações e conteúdo sobre sustentabilidade e correlacionados, como previsto pela Z. Por quaisquer motivos, não nos foi entregue qualquer informação, o que não é uma falha, isto acontece naturalmente. Mas em opinião pessoal, a minha crítica nesta parte é vender ingressos durante dois meses para um conteúdo que inexistia e que poderia criar problemas com pessoas que comprassem. Mas até então, todas as vendas foram sustentadas pelo show, certo? :)

Em trabalho continuo, imaginei que poderia fazer um pouco de diferença nas sugestões sobre os Flashs Mobs, grande foi minha surpresa ao entender que só divulgaríamos e não necessariamente opinaríamos sobre. Fiquei decepcionado.

Durante o processo de coordenação, foi claro a falta de organização das pessoas, dentro do espaço limitado. Uso como exemplo o Mix Tape, na qual alertei a Z, que serviria para entender a falta de sinergia do grupo. Incrédula, ela acreditou que todos participariam na data. Resultado: Tivemos quase três dias de atrasos da data prevista para a ação. Isto, incluindo a minha iniciativa de criar uma página especial dentro o GoogleGroups para auxilio de todos com dúvidas simples. E também para evitar tantos e-mails sem necessidades.

A citação da falta de sinergia acima, ocorreu na base de uma crítica que fiz aos que não participaram - uma vez sequer - no debate do grupo, enquanto minha participação ativa.

Houve uma questão bacana aberta pelo Ale Rocha, do interesse do público sobre a sustentabilidade. Ela seria maior do que a questão musical no evento. Dentre vários comentários, citei o seguinte:

"Apesar do interesse geral em sustentabilidade, recebi muitas perguntas sobre o que poderia existir no evento relacionado a Sustentabilidade, além do Fórum.
O interesse é grande. Mas não vejo que estamos equilibrados em divulgação de informação do show X sustentabilidade.
Mil cliques no post (do meu blog), somente com procura de SWU Line Up, por isto mesmo quero criar um post novo no blog, falando só sobre sustentabilidade.
Relacionado em ser um Insider SWU, vou acabar repetindo apenas o que conversei com a Z quando convidado, (apesar de não ter participado da última reunião) percebi que apenas divulgamos.
Apesar do espaço para debate, novas ideias, sugestões e críticas, não fizemos muito além de "agitar" o evento e acreditar no projeto. Ainda visto a camisa, mas sou justo. De 24 colaboradores, apenas 8 são bem ativos, não é? Não estou criticando todos os convidados e muito menos acho que é obrigação de alguém fazer algo - Todos são bem ocupados. Mas não debatemos muito entre nós e muito menos conseguimos criar algo em comum sobre a sustentabilidade.
Por isto mesmo minha dúvida em criar um post individual na home do evento. Somos insiders, porém, estamos muito individualistas.*
  *citando sobre o projeto Siga-me, do blog SWU
Em opinião, acho que entre nós ainda existe um medo de ser um eco-chato. Veremos então, após o evento quantos de nós continuaremos a falar sobre sustentabilidade, sem a hastag #SWU
(Como o espaço para críticas está em aberto, ficou a minha pequena. :) )
Reforço: Estamos sem conteúdos para Sustentabilidade, o público não tem informações sobre isto no evento (Z, te passei um post recente sobre isto), e em opinião: Liberar as informações de horário, sem a agenda completa do evento SWU, é basicamente sinalizar que o público chegue apenas na hora dos shows. 
É isto, 
Thx!
Abs!”

A crítica foi diretamente aos insiders mais populares que só colaboraram no grupo quando houve a necessidade de confirmarem suas credenciais no evento. E novamente, me decepciono ao ver uma posição politica da Z, representante da agência digital,:

     “Oi Julio, Entendo seus pontos,...”

Ao longo de tantos acontecimentos que, para mim, foram faltas graves e entre outros menores que se acumularam, minha “gota d’agua” veio com a questão de convidados para o fórum de sustentabilidade.

- Não vale citar todo o acontecido, porque eu teria que aumentar o post demais, foi confuso, justamente por falta de informação direta e concreta -

Foi, então, o meu limite de aceitação sobre desorganização com os insiders, incluindo informações e falta de conteúdo para gerarmos um buzz adequado, sendo ele para a sustentabilidade ou para o festival. 

Pois bem, foi neste momento que divulguei as questões de não ter mais interesse algum no evento, e não ter mais vontade. Divulguei no meu Twitter, pois a maioria dos convidados estão ali, e já seria um pré-aviso de que não participariam também. Agora, estou escrevendo um e-mail de desculpas formal, individualmente para cada convidado meu (de grande interesse em minha vida pessoas e profissional), criando um clima de descaso de minha parte, e me fazendo perder um pouco da minha credibilidade, a mesma que demora-se anos para conseguir.

Um dia nos encontraremos profissional ou pessoalmente e entenderão melhor minha posição sobre tudo isto. Hoje tenho grandes responsabilidades em empresas que estão no seu dia a dia, então, tenho a segurança de proteger, argumentar e debater todas as minhas opiniões.

Assim acredito que ninguém é dono de uma verdade implícita. Divulgo toda esta experiência ruim para vocês por respeito e gratidão a tudo. Peço desculpas por qualquer erro e agradeço os agrados dos acertos que também ocorreram. Teria outros exemplos ruins - Como, por exemplo a falta de aviso do primeiro encontro de insiders antes do segundo Flash Mob, na qual não recebi o e-mail do endereço, apenas o aviso pelo e-mail e telefone - e, não equivalentes, bons - como, uma criação maior de cultura e crítica responsável com meus leitores e seguidores, graças a promoção de ingressos -. Por isto entre outros me retirei do projeto.

Pois bem, querido leitor. Este e-mail foi enviado a duas pessoas que eu tive contato direto. Alguns dias antes do festival.

O que acontece, é que conseguimos prever um acontecimento amplo, se prestarmos atenção nos detalhes de todo projeto. Nesta caso, todos os datalhes foram falhos e avisados, ninguem deu ouvidos, aconteceu, o que aconteceu.

Pós Evento

Como todos bem sabem e participaram, fiquei observando as opiniões sobre as coisas ruins e outras boas sobre o evento. Tanto na opinião público quanto a dos insiders (poderão verificar tudo neste post da Isabella Ianelli com links completos ).

Grande foi meu espanto ao ver - um blogueiro que vocês conhecem bem, mas vou chama-lo só de - W criticar o evento para os Insiders, sem se quer citar que o erro vinha de antes - data na qual eu mesmo não estava participando -. Na qual, ele mesmo cita ter criticado os flash mobs entregar novas idéias, e a agência digital retrucar com "não haverá tempo habil para isto". Bom, pelas minhas contas, acho que três meses seria um tempo bem justo para tentar rever alguns conceitos, certo? - minha opinião... enfim.

Eis que em um debate justo pelo e-mail - na qual não vou divulgar aqui, por respeito a todos envolvidos -, todos ficam calados ao receberem um e-mail do - aparente responsável pelo projeto Insiders - H  (agência digital) que, dentre outras coisas, dizia o seguinte:

"As questões sobre sustentabilidade e os questionamentos sobre o restante do evento estão sendo levantados para ter resposta - ainda que seja um "vocês estão certos, a organização falhou nisso" (como foi o fato dos chuveiros e das pias, coisas que a organização já está atenta para que não aconteça na próxima edição). Vou, portanto, me abster delas por enquanto, até ter informações pra trazer a vocês."

Minha resposta aberta

H, ainda estamos aguardando as respostas e informações.

"Agora, com relação ao projeto insiders, consigo falar bastante. Sei que alguns de vocês, como declararam no E-mail, entraram nesse projeto por minha causa. E sei que outros, como você, Júlio, entraram pelo projeto em si."

"A ideia dos Insiders era formar um time de pessoas que acreditavam no movimento, nos ajudando a engajar pessoas para a causa da sustentabilidade. Ninguém foi pago para isso (e muito menos para falar qualquer coisa)."

Minha resposta aberta:

Ponto 1 - Não foi o citado pela Z, ao telefone, que seria apenas divulgação, ela falou muito mais. Mas ninguem tem isto documentado por e-mail, certo? Se fosse só por divulgação, não o faria. Confiei na palavra e agora desacredito em tudo que não estiver documentado.

Ponto 2 - Respeito mais ainda blogs grandes que fizeram - em tempo real - divulgação em fotos e videos, já que aparentemente fizeram de graça, certo?

"Um evento e movimento como esse demoram bastante para ser produzido e planejado. É muito complexo, como vocês devem imaginar. Nem sempre uma sugestão é viável (por tempo, estrutura, dinheiro, logística) ou está de acordo com tudo o que a organização já estava planejando e tinha determinado."

Minha resposta aberta:

Então, não peça opiniões alheias se não podem absorve-las durante o processo. Fica a dica. Só cria atritos e mais falta de consideração por cada um que está ali se dedicando.

Quanto a logística, a entrega dos ingressos dos ganhadores deste blog saiu de meu bolso. Cito isto, não porque quero o dinheiro de volta, mas para mostrar a falta de informação e transparência que houve na hora dos convites para ser um Insider.

-

É isto caro leitor.

Agora peço desculpa a você que tanto leu neste post sobre os pontos ruins dito nos bastidores do projeto de um festival bom, que infelizmente obteve um resultado desastroso.

E quero deixar registrado que respeito muito a agência detentora do evento, reconhecendo que foi um dos melhores do país. Mas também levanto o ponto da Sustentabilidade que foi um dos pontos mais fracos (e teoricamente mais divulgados) do evento.

Aviso aos próximos: Parece que vai acontecer um novo SWU 2011 - acho bem legal, apoio 100%, até porque sei que nada mais gostoso do que fazer melhorias para mais um evento espetacular, e se quiserem meu apoio estarei disponível com a mesma sinceridade e transparência. - E que haverá o projeto Insiders feito pela mesma agência - Neste ponto: Pensem bem, pergunte bastante e documente tudo que puder. Esta é minha dica.

Agora sabem bastante do que aconteceu. E peço desculpas se houve grandes partes que não pudesse entender. Tudo que foi debatido antes do projeto, foi exatamente o que aconteceu individualmente com cada pessoa que participou do evento.

Agradeço a atenção e fiquem alerta.

Os comentários aqui são moderados - nunca manipulados -, e sempre aprovo todos com opiniões sinceras, concretas e justas. Sou pró a liberdade de expressão. Ofensas e afins não serão tolerados. Seja consciente.

Desculpem os erros - por favor, me indique para deixar o post mais claro possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário