Vida minha


Lembra quando crianças, deitávamos na grama e contávamos estrelas? Cada luz me indicava um caminho, me aguçava a vontade, e a cada momento ouvia uma letra do nome de meu amor.

Nos encontramos tantas vezes em nossos sonhos, te vi, te abracei, te amei, antes mesmo de eu existir. De tantos desejos, papai do céu me entregou a minha verdadeira razão de existir. Estar neste mundo, neste momento, com você.


Descobri em seu rosto o fulgor
que tanto busquei conquistar
e num longo e apaixonado beijo
me embriaguei em felicidade

E a ouvi-te dizer: " És meu amor."
e dançamos a girar, a girar...
e você sorriu, e chorou e por lampejo
o paraíso tornara-se realidade.

Todo o universo não tinha valor
não havia a história, nem o pensar
somente aquele momento e o festejo,
a poética do sonho era a verdade...

Lu, você me ensinou a andar sem os pés no chão,
a caminhar entre estrelas
a saltar nuvens
junto com nosso amor pleno.

Hoje é comemorado o dia que recebi o meu maior presente deste universo.
Vou lá mimar minha menina, cuidar da minha preciosa.

Feliz aniversário, meu eterno amor.






Um comentário:

  1. Aff! Coisa mais de linda essa declaração de amor.

    Parabéns aos dois - Luma e Julio - pelo lindo sentimento que dividem, and least but not last, pelo modo suave de bem verbalizar.

    beijos e tempos mais felizes aos dois.

    Tina

    ResponderExcluir